1 Crônicas

O Primeiro Livro das Crônicas

 

CAPÍTULO 1

A linhagem de Adão com Noé – Os filhos de Jafé – Os filhos de Cam – Os filhos de Sem – A linhagem de Sem com Abraão – A posteridade de Abraão.

1 Adão, Sete, Enos.

2 Kenan, Mahalaleel, Jered,

3 Enoque, Matusalém, Lameque,

4 Noé, Sem, Cam e Jafé.

5 Os filhos de Jafé; Gômer, Magogue, Madai, Javan, Tubal, Meseque e Tiras.

6 E os filhos de Gomer; Asquenaz, Rifate e Togarma.

7 E os filhos de Javan; Eliseu, Társis, Quitim e Dodanim.

8 Os filhos de Cam; Cuxe, e Mizraim, Put e Canaã.

9 E os filhos de Cuxe; Seba, e Havilah, e Sabta, e Raamah, e Sabtecha. E os filhos de Ramah; Sabá e Dedã.

10 E Cuxe gerou a Ninrode; ele começou a ser poderoso sobre a terra.

11 E Mizraim gerou a Ludim, e Anamim, e Leabim, e Napthtuhim.

12 E Parhrusim, e Casluhim, (dos quais vieram os filisteus), e Caftorim.

13 E Canaã gerou a Sidom, seu primogênito, e a Hete,

14 Também o jebuseu, e o amorreu, e o girgaseu,

15 E os heveus, e os arqueus, e os sineus,

16 E o arvadeu, e o zemareu, e o hamateu.

17 Os filhos de Sem; Elão, Assur, Arfaxad, Lud, Aram, Uz, Hul, Geter e Meseque.

18 E Arfaxad gerou Selá, e Selá gerou Éber.

19 E a Éber nasceram dois filhos; o nome de um era Peleg; porque em seus dias a terra foi dividida; e o nome de seu irmão era Joctã.

20 E Joctã gerou Almodad, Sheleph, Hazarmaveth, Jerah,

21 Hadorão também, e Uzal, e Dicla,

22 E Ebal, Abimael, Sabá,

23 E Ofir, e Havilá, e Jobab. Todos estes eram filhos de Joctã.

24 Sem, Arfaxade, Selá,

25 Éber, Peleg, Reu,

26 Serugue, Naor, Tera,

27 Abrão; o mesmo é Abraão.

28 Os filhos de Abraão; Isaque e Ismael.

29 Estas são as suas gerações; O primogênito de Ismael, Nebaiote; depois Quedar, e Adbeel, e Mibsam,

30 Misma e Dumá, Massa, Hadad e Tema,

31 Jetur, Nafis e Quedemá. Há os filhos de Ismael.

32 Ora, os filhos de Quetura, concubina de Abraão; ela deu à luz a Zimran, e Jokshan, e Medan, e Midian, e Ishbak, e Shuah. E os filhos de Jokshan; Sabá e Dedã.

33 E os filhos de Midiã; Efa, Efer, Enoque, Abida e Elda. Todos estes são os filhos de Quetura.

34 E Abraão gerou Isaque. Os filhos de Isaac; Esaú e Israel.

35 Os filhos de Esaú; Elifaz, Reuel, Jeús, Jaalão e Coré.

36 Os filhos de Elifaz; Temã, Omar, Zefi, Gatam, Quenaz, Timna e Amaleque.

37 Os filhos de Reuel; Naate, Zerá, Samá e Mizá.

38 E os filhos de Seir; Lotã, Sobal, Zibeão, Aná, Disom, Ezar e Disã.

39 E os filhos de Lotan; Hori e Homan; e Timna era irmã de Lotan.

40 Os filhos de Sobal; Alian, Manaate, Ebal, Shefi e Onam. E os filhos de Zibeão; Aia e Ana.

41 Os filhos de Aná; Dishon. E os filhos de Dishon; Anrão, Esban, Itrã e Querã.

42 Os filhos de Ezer; Bilhan, e Zavan, e Jakan. Os filhos de Dishan; Uz e Aran.

43 Ora, estes são os reis que reinaram na terra de Edom antes que qualquer rei reinasse sobre os filhos de Israel; Bela o filho de Beor; e o nome de sua cidade era Dinhabah.

44 E quando Bela estava morto, Jobab, filho de Zerá de Bozra reinou em seu lugar.

45 E quando Jobab morreu, Husão da terra dos temanitas reinou em seu lugar.

46 Morto Husão, reinou em seu lugar Hadad, filho de Bedad, que feriu Midian no campo de Moab; e o nome de sua cidade era Avith.

47 E quando Hadad estava morto, Samlah de Masrekah reinou em seu lugar.

48 E quando Samalah morreu, Shaul de Reobote, junto ao rio, reinou em seu lugar.

49 E quando Shaul estava morto, Baal-hanan, filho de Acbor, reinou em seu lugar.

50 E quando Baal-hanan morreu, Hadad reinou em seu lugar; e o nome de sua cidade era Pai; e o nome de sua esposa era Mehetabel, filha de Matred, filha de Mezahab.

51 Hadad morreu também. E os duques de Edom foram; duque Timnah, duque Aliah, duque Jetheth,

52 Duque Aholibamah, duque Elah, duque Pinon,

53 Duque Kenaz, duque Teman, duque Mibzar,

54 Duque Magdiel, duque Iram. Estes são os duques de Edom.


CAPÍTULO 2

Israel e sua posteridade.

1 Estes são os filhos de Israel; Rúben, Simeão, Levi e Judá, Issacar e Zebulom,

2 Dã, José e Benjamim, Naftali, Gade e Aser.

3 Os filhos de Judá; Er, e Onã, e Shelah; quais três lhe nasceram da filha de Shua, a cananéia. E Er, o primogênito de Judá, era mau aos olhos do Senhor; e ele o matou.

4 E Tamar, sua nora, deu-lhe Perez e Zerá. Todos os filhos de Judá eram cinco.

5 Os filhos de Fres; Hezrom e Hamul.

6 E os filhos de Zerá; Zinri, Etã, Hemã, Calcol e Dara; cinco deles ao todo.

7 E os filhos de Carmi; Acar, o perturbador de Israel, que transgrediu na coisa amaldiçoada.

8 E os filhos de Etã; Azarias.

9 Também os filhos de Hezrom, que lhe nasceram; Jerahmeel, e Ram, e Chelubai.

10 E Ram gerou Aminadab; e Aminadabe gerou a Nasom, príncipe dos filhos de Judá;

11 E Nasom gerou Salma, e Salma gerou Boaz,

12 E Boaz gerou a Obede, e Obede gerou a Jessé.

13 E Jessé gerou seu primogênito Eliabe, e Abinadabe o segundo, e Sima o terceiro,

14 Netanel o quarto, Raddai o quinto,

15 Ozem o sexto, Davi o sétimo;

16 Cujas irmãs foram Zeruia e Abigail. E os filhos de Zeruia; Abisai, e Joabe, e Asael, três.

17 E Abigail deu à luz Amasa; e o pai de Amasa foi Jeter, o ismaelita.

18 E Calebe, filho de Hezrom, gerou filhos de Azubá, sua mulher, e de Jeriot; seus filhos são estes; Jesher, e Shobab, e Ardon.

19 Morrendo Azubá, Calebe tomou consigo a Efrata, que lhe deu à luz Hur.

20 E Hur gerou Uri, e Uri gerou Bezalel.

21 E depois Hezrom foi ter com a filha de Maquir, pai de Gileade, com quem se casou quando tinha sessenta anos; e ela lhe deu Segub.

22 E Segub gerou a Jair, que tinha vinte e três cidades na terra de Gileade.

23 E ele tomou Gesur e Aram, com as cidades de Jair, delas com Kenath, e suas cidades, até sessenta cidades. Todos estes pertenciam aos filhos de Maquir, pai de Gileade.

24 E depois que Hezrom morreu em Caleb-Ephratah, então a mulher de Abiah Hazron deu à luz Ashur, pai de Tecoa.

25 E os filhos de Jerahmeel, o primogênito de Hezrom, foram Ram, o primogênito, e Bunah, e Oren, e Ozem, e Aías.

26 Jerammeel teve também outra mulher, cujo nome era Atarah; ela era a mãe de Onam.

27 E os filhos de Ram, o primogênito de Jerahmeel, foram Maaz, Jamim e Eker.

28 E os filhos de Onam foram Shamai e Jada. E os filhos de Sammai; Nadabe e Abisur.

29 E o nome da mulher de Abisur era Abiail, e ela lhe deu a luz Aban e Molid.

30 E os filhos de Nadabe; Seled e Appaim; mas Seled morreu sem filhos.

31 E os filhos de Appaim; Ishi. E os filhos de Ishi; Sheshan. E os filhos de Sheshan; Ahlai.

32 E os filhos de Jada, irmão de Shamai; Jether e Jonathan; e Jether morreu sem filhos.

33 E os filhos de Jônatas; Peleth e Zaza. Estes foram os filhos de Jerameel.

34 Ora, Sesã não teve filhos, mas filhas. E Sheshan tinha um servo, um egípcio, cujo nome era Jarha.

35 E Sheshan deu sua filha a Jarha seu servo por esposa; e ela lhe deu Attai.

36 E Atai gerou a Natã, e Natã gerou a Zabad,

37 E Zabad gerou a Efial, e Ephial gerou a Obede,

38 E Obede gerou Jeú, e Jeú gerou Azarias,

39 E Azarias gerou Helez, e Helez gerou Eleasah,

40 E Eleasah gerou Sisamai, e Sisamai gerou Salum,

41 E Salum gerou Jekamias, e Jekamias gerou Elisama.

42 Ora, os filhos de Calebe, irmão de Jerameel, foram Mesa, seu primogênito, que foi pai de Zife; e os filhos de Maressa, pai de Hebrom.

43 E os filhos de Hebrom; Corá, Tappuá, Requem e Shemá.

44 E Shema gerou Raham, pai de Jorkoam; e Rekem gerou Shamai.

45 E o filho de Shamai foi Maon; e Maon foi o pai de Beth-zur.

46 E Efa, concubina de Calebe, deu à luz Harã, Moza e Gazez; e Haran gerou Gazez.

47 E os filhos de Jahdai; Regem, e Jotão, e Gesão, e Pelet, e Efá, e Saaf.

48 Maaca, concubina de Calebe, deu à luz Seber e Tirana.

49 Ela também deu à luz a Saaf, pai de Madmaná, Sheva, pai de Machbenah, e pai de Gibea; e a filha de Caleb foi Acssa.

50 Estes foram os filhos de Calebe, filho de Hur, o primogênito de Efrata; Shobal, pai de Quiriate-Jearim.

51 Salma, pai de Belém, Hareph, pai de Bete-Gader.

52 E Sobal, pai de Quiriate-Jearim, teve filhos; Haroeh, e metade dos manaetitas.

53 E as famílias de Quiriate-Jearim; os itreus, e os pueus, e os sumateus, e os misraeus; deles vieram os sarateus e os estaulitas.

54 Os filhos de Salma; Belém, e os netofatitas, Atarot, a casa de Joabe, e metade dos manaetitas, os zoreus.

55 E as famílias dos escribas que habitavam em Jabez; os tiratitas, os simeatitas e os suchatitas. Estes são os queneus que vieram de Hemate, pai da casa de Recabe.


CAPÍTULO 3

Os filhos de Davi – Sua linhagem para Zedequias – Os sucessores de Jeconias.

1 Ora, estes foram os filhos de Davi, que lhe nasceram em Hebrom; o primogênito Amnom, de Ainoã, a jizreelita; o segundo, Daniel, de Abigail, a Carmelita;

2 O terceiro, Absalão, filho de Maaca, filha de Talmai, rei de Gesur; o quarto, Adonias, filho de Hagite;

3 A quinta Sefatias de Abital; o sexto, Ithream por Eglah sua esposa.

4 Estes seis lhe nasceram em Hebrom; e ali reinou sete anos e seis meses; e em Jerusalém reinou trinta e três anos.

5 E estes lhe nasceram em Jerusalém; Siméia, Sobabe, Natã e Salomão, quatro, de Bate-Sua, filha de Amiel;

6 Ibar também, e Elisama, e Elifelete,

7 E Noga, e Nepheg, e Jafia,

8 E Elisama, e Eliada, e Elifelete, nove.

9 Estes foram todos os filhos de Davi, além dos filhos das concubinas, e Tamar, sua irmã.

10 E o filho de Salomão foi Roboão, seu filho Abia, seu filho Asa, seu filho Josafá,

11 de quem foi filho Jorão, de quem foi filho Acazias, de quem foi filho Joás, de quem foi filho

12 de quem foi filho Amazias, de quem foi filho Azarias, de quem foi filho Jotão,

13 De quem foi filho Acaz, de quem foi filho Ezequias, de quem foi filho Manassés,

14 Seu filho Amon, seu filho Josias.

15 E os filhos de Josias foram: o primogênito Joanã, o segundo Jeoiaquim, o terceiro Zedequias, o quarto Salum.

16 E os filhos de Jeoiaquim; Jeconias seu filho, Zedequias seu filho.

17 E os filhos de Jeconias; Assir, Salatiel seu filho,

18 Também Malquirão, Pedaías, Senazar, Jecamias, Hosama e Nedabias.

19 E os filhos de Pedaías foram Zorobabel e Simei; e os filhos de Zorobabel; Mesulão, e Hananias, e Selomite, sua irmã;

20 E Hashubah, e Oel, e Berequias, e Hasadias, Jushabhesed, cinco.

21 E os filhos de Hananias; Pelatias e Jesaías; os filhos de Refaias, os filhos de Arnan, os filhos de Obadias, os filhos de Secanias.

22 E os filhos de Secanias; Semaías; e os filhos de Semaías; Hattush, e Igeal, e Bariah, e Neariah, e Shaphat, seis.

23 E os filhos de Nearias; Elioenai, Ezequias e Azricam, três.

24 E os filhos de Elioenai foram: Hodaías, Eliasibe, Pelaías, Acube, Joanã, Daliaías e Anani, sete.  


CAPÍTULO 4

A posteridade de Judá por Calebe – De Ashur – De Jabez – De Selá – De Simeão.

1 Os filhos de Judá; Pharez, Hezron e Carmi, e Hur e Shobal.

2 E Reaías, filho de Sobal, gerou a Jaate; e Jaate gerou Aumai e Lahad. Estas são as famílias dos zorateus.

3 E estes foram do pai de Etam; Jezreel, Isma e Idbash; e o nome de sua irmã era Hazelelponi;

4 E Penuel, pai de Gedor, e Ezer, pai de Hushah. Estes são os filhos de Hur, o primogênito de Efrata, pai de Belém.

5 E Ashur, pai de Tekoa, teve duas esposas, Helah e Naarah.

6 E Naarah deu à luz, Ahuzam, e Hepher, e Temeni, e Haahashtari. Estes foram os filhos de Naara.

7 E os filhos de Helah foram: Zereth, Jezoar e Etnan.

8 E Coz gerou Anub, e Zobebah, e as famílias de Aharhel, filho de Harum.

9 E Jabez era mais ilustre do que seus irmãos; e sua mãe o chamou pelo nome de Jabez, dizendo: Porque eu o carrego com tristeza.

10 E Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh, que tu me abençoes verdadeiramente, e alargues o meu litoral, e que a tua mão esteja comigo, e que me guardes do mal, para que não me entristeça! E Deus lhe concedeu o que ele pediu.

11 E Quelube, irmão de Suá, gerou a Meir, que foi pai de Estom.

12 E Estom gerou Bet-Rapha, e Paseah, e Tehinnah, pai de Irnahash. Estes são os homens de Reca.

13 E os filhos de Quenaz; Otniel e Seraías; e os filhos de Otniel; Hatath.

14 E Meonothai gerou a Ofra; e Seraías gerou a Joabe, pai do vale de Carasim; pois eram artesãos.

15 E os filhos de Calebe, filho de Jefoné; Iru, Elah e Naam; e os filhos de Elá, Quenaz.

16 E os filhos de Jealeleel; Zife, e Zifa, Tiria e Asareel.

17 E os filhos de Esdras foram Jeter, e Mered, e Efer, e Jalon; e ela deu à luz a Miriã, e a Sammai, e a Isbá, pai de Estemoa. 118 E sua mulher Jehudijah deu à luz a Jered, pai de Gedor, e Heber, pai de Socho, e Jecutiel, pai de Zanoah. E estes são os filhos de Bitia, filha de Faraó, que Merede tomou.

19 E os filhos de sua mulher Hodias, irmã de Naham, pai de Queila, o garmita, e Estemoa, o maacatita.

20 E os filhos de Shimon foram Amnon e Rinnah, Benhanan e Tilon. E os filhos de Ishi foram Zoheth e Ben-Zoheth.

21 Os filhos de Selá, filho de Judá, foram: Er, pai de Leca, e Laada, pai de Maressa, e as famílias da casa dos que trabalhavam o linho fino, da casa de Asbea.

22 E Joquim, e os homens de Chozeba, e Joás, e Saraph, que tinham domínio em Moab, e Jashubi-lehem. E essas são coisas antigas.

23 Estes eram os oleiros e os que habitavam entre as plantas e as sebes; lá eles moraram com o rei por seu trabalho.

24 Os filhos de Simeão foram Nemuel, Jamim, Jarib, Zerá e Saul;

25 Seu filho Salum, seu filho Mibsam, seu filho Mishma.

26 E os filhos de Mishma; seu filho Hamuel, seu filho Zachur, seu filho Simei.

27 E Simei teve dezesseis filhos e seis filhas; mas seus irmãos não tiveram muitos filhos, nem toda a sua família se multiplicou, como os filhos de Judá.

28 E habitaram em Berseba, e Moladah, e Hazarsual,

29 E em Bila, e em Ezem, e em Tolad,

30 E em Betuel, e em Hormac, e em Ziclague,

31 E em Bete-Marcabote, e Hazar-Susim, e em Bete-Birei e em Saaraim. Estas foram as suas cidades até o reinado de Davi.

32 E suas aldeias eram, Etam, e Ain, Rimmon, e Tochen, e Ashan, cinco cidades;

33 E todas as suas aldeias que estavam ao redor das mesmas cidades, até Baal. Estas eram suas habitações e sua genealogia.

34 E Mesobabe, e Jamleque, e Josá, filho de Amazias,

35 E Joel e Jeú, filho de Josibias, filho de Seraías, filho de Asiel,

36 E Elioenai, Jaacobá, Sesoaías, Asaías, Adiel, Jesimiel e Benaia.

37 E Ziza, filho de Sifi, filho de Allon, filho de Jedaías, filho de Sinri, filho de Semaías;

38 Estes mencionados por seus nomes eram príncipes em suas famílias; e a casa de seus pais aumentou muito.

39 E eles foram à entrada de Gedor, até o lado oriental do vale, em busca de pasto para seus rebanhos.

40 E acharam pastagens gordas e boas, e a terra era ampla, tranquila e pacífica; porque os de Cão habitaram ali desde a antiguidade.

41 E estes escritos por nome vieram nos dias de Ezequias, rei de Judá, e feriram as suas tendas e as habitações que ali se acharam, e os destruíram totalmente até o dia de hoje, e habitaram nos seus aposentos; porque ali havia pasto para os seus rebanhos.

42 E alguns deles, dos filhos de Simeão, quinhentos homens, foram ao monte Seir, tendo por capitães Pelatias, Nearias, Refaias e Uziel, filhos de Isi.

43 E feriram o resto dos amalequitas que escaparam, e habitaram ali até o dia de hoje.  


CAPÍTULO 5

A linhagem de Rúben até o cativeiro – Os principais homens de Gad – O número e conquista de Rúben, Gad e a metade de Manassés – Seu cativeiro.

1 Ora, os filhos de Rúben, o primogênito de Israel (porque ele era o primogênito; mas, como profanou o leito de seu pai, a sua primogenitura foi dada aos filhos de José, filho de Israel; e a genealogia é não deve ser contado após o direito de primogenitura.

2 Pois Judá prevaleceu sobre seus irmãos, e dele veio o principal governante; mas a primogenitura era de José;)

3 Os filhos, digo eu, de Rúben, o primogênito de Israel, foram Hanoch, Pallu, Hezrom e Carmi.

4 Os filhos de Joel; Seu filho Senaías, seu filho Gogue, seu filho Simei,

5 Seu filho Miquéias, seu filho Reaia, seu filho Baal,

6 Beerah, seu filho, a quem Tilgathpilneser, rei da Assíria, levou cativo; ele era príncipe dos rubenitas.

7 E seus irmãos, segundo as suas famílias, contadas as genealogias das suas gerações, foram os chefes Jeiel e Zacarias,

8 E Bela, filho de Azaz, filho de Shema, filho de Joel, que habitava em Aroer, até Nebo e Baal-Meon;

9 E habitou ao oriente até a entrada do deserto desde o rio Eufrates; porque o seu gado se multiplicou na terra de Gileade.

10 E nos dias de Saul fizeram guerra aos agaritas, que caíram por suas mãos; e habitaram nas suas tendas por toda a terra oriental de Gileade.

11 E os filhos de Gade habitaram defronte deles, na terra de Basã até Salca;

12 Joel o chefe, e Shapham o seguinte, e Jaanai, e Shaphat em Basan.

13 E seus irmãos da casa de seus pais foram Miguel, Mesulão, Sabá, Jorai, Jacã, Zia e Héber, sete.

14 Estes são os filhos de Abiail, filho de Huri, filho de Jaroah, filho de Gileade, filho de Michael, filho de Jesisai, filho de Jahdo, filho de Buz;

15 Ai, filho de Abdiel, filho de Guni, chefe da casa de seus pais.

16 E habitaram em Gileade, em Basã, e nas suas cidades, e em todos os arredores de Sarom, nas suas fronteiras.

17 Tudo isso foi contado por genealogias nos dias de Jotão, rei de Judá, e nos dias de Jeroboão, rei de Israel.

18 Os filhos de Rúben, e os gaditas, e meia tribo de Manassés, de homens valentes, homens capazes de levar broquel e espada, e de atirar com arco, e hábeis na guerra, eram quatro e quarenta mil setecentos e sessenta, que saiu para a guerra.

19 E fizeram guerra aos agaritas, a Jetur, a Néfis e a Nodabe.

20 E foram socorridos contra eles, e os agaritas foram entregues nas suas mãos, e todos os que estavam com eles; pois eles clamaram a Deus na batalha, e ele foi suplicado por eles; porque confiam nele.

21 E levaram o seu gado; de seus camelos cinqüenta mil, e de ovelhas duzentas e cinqüenta mil, e de jumentos dois mil, e de homens cem mil.

22 Pois caíram muitos mortos, porque a guerra era de Deus. E habitaram em seus lugares até o cativeiro.

23 E os filhos da meia tribo de Manassés habitaram na terra; eles aumentaram de Basã até Baal-Hermon e Senir, e até o monte Hermon.

24 E estes foram os chefes das casas de seus pais, Efer, e Ishi, e Eliel, e Azriel, e Jeremias, e Hodaviah, e Jadiel, homens valentes, homens famosos, e chefes da casa de seus pais .

25 E eles transgrediram contra o Deus de seus pais, e se prostituíram após os deuses do povo da terra, os quais Deus destruiu antes deles.

26 E o Deus de Israel despertou o espírito de Pul, rei da Assíria, e o espírito de Tilgath-Pineser, rei da Assíria, e os levou, até os rubenitas, e os gaditas, e a meia tribo de Manassés, e os trouxe até Hala, e Habor, e Hara, e até o rio Gozã, até o dia de hoje.  


CAPÍTULO 6

Os filhos de Levi – O ofício de Arão e sua linhagem até Aimaás – As cidades dos sacerdotes e levitas.

1 Os filhos de Levi; Gérson, Coate e Merari.

2 E os filhos de Coate; Anrão, Izar, Hebrom e Uziel.

3 E os filhos de Amram; Arão, e Moisés, e Miriã. Os filhos também de Arão; Nadabe e Abiú, Eleazar e Itamar.

4 Eleazar gerou Finéias, Finéias gerou Abisua.

5 E Abisua gerou Bukki, e Bukki gerou Uzzi.

6 E Uzi gerou Zeraías, e Zeraías gerou Meraiote.

7 Meraiote gerou Amarias, e Amarias gerou Aitube,

8 E Aitube gerou a Zadoque, e Zadoque gerou a Aimaás,

9 E Aimaás gerou Azarias, e Azarias gerou Joanã,

10 E Joanã gerou Azarias; (ele é que executou o ofício de sacerdote no templo que Salomão construiu em Jerusalém;)

11 Azarias gerou Amarias, e Amarias gerou Aitube,

12 E Aitube gerou a Zadoque, e Zadoque gerou a Salum,

13 E Salum gerou Hilquias, e Hilquias gerou Azarias,

14 E Azarias gerou Seraías, e Seraías gerou Jeozadaque,

15 E Jeozadaque foi para o cativeiro, quando o Senhor levou Judá e Jerusalém pela mão de Nabucodonosor.

16 Os filhos de Levi; Gérson, Coate e Merari.

17 E estes são os nomes dos filhos de Gérson; Libni e Simei.

18 E os filhos de Coate foram: Anrão, Izar, Hebrom e Uziel.

19 Os filhos de Merari; Mahli e Mushi. E estas são as famílias dos levitas segundo seus pais.

20 de Gérson; Seu filho Libni, seu filho Jaate, seu filho Zima,

21 de quem foi filho Joá, de quem foi filho Ido, de quem foi filho Zerá, de quem foi filho Jeterai.

22 Os filhos de Coate; Seu filho Aminadabe, seu filho Corá, seu filho Assir.

23 de quem foi filho Elcana, de quem foi filho Ebiasafe, de quem foi filho Assir,

24 De quem foi filho Taate, de quem foi filho Uriel, de quem foi filho Uzias, de quem foi filho Saul.

25 E os filhos de Elcana, Amasai e Aimote.

26 Quanto a Elcana; os filhos de Elcana; Seu filho Zofai, e seu filho Naate,

27 de quem foi filho Eliabe, de quem foi filho Jeroão, de quem foi filho Elcana.

28 E os filhos de Samuel; o primogênito Vashni e Abias.

29 Os filhos de Merari; Mahli, seu filho Libni, seu filho Simei, seu filho Uzza,

30 De quem foi filho Simeia, de quem foi filho Hagias, de quem foi filho Asaías.

31 E estes são os que Davi pôs sobre o serviço de cânticos na casa do Senhor, depois que a arca descansou.

32 E ministravam diante da habitação da tenda da congregação com cânticos, até que Salomão edificou a casa do Senhor em Jerusalém; e então eles esperaram em seu escritório de acordo com sua ordem.

33 E estes são os que esperaram com seus filhos. Dos filhos dos coatitas; Hemã, cantor, filho de Joel, filho de Shemuel,

34 Filho de Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliel, filho de Toá,

35 Filho de Zufe, filho de Elcana, filho de Maate, filho de Amasai,

36 Filho de Elcana, filho de Joel, filho de Azarias, filho de Sofonias,

37 Filho de Taate, filho de Assir, filho de Ebiasafe, filho de Corá,

38 Filho de Izar, filho de Coate, filho de Levi, filho de Israel.

39 E seu irmão Asafe, que estava à sua direita, Asafe, filho de Beraquias, filho de Simeá,

40 Filho de Miguel, filho de Baaséias, filho de Malquias,

41 Filho de Etni, filho de Zerá, filho de Adaías,

42 Filho de Etã, filho de Zima, filho de Simei,

43 Filho de Jaate, filho de Gérson, filho de Levi.

44 E seus irmãos, os filhos de Merari, estavam à sua esquerda; Ethan, filho de Kishi, filho de Abdi, filho de Malluch,

45 Filho de Hasabias, filho de Amazias, filho de Hilquias,

46 Filho de Anzi, filho de Bani, filho de Shamer,

47 Filho de Mali, filho de Musi, filho de Merari, filho de Levi.

48 Seus irmãos também os levitas foram designados para todo tipo de serviço do tabernáculo da casa de Deus.

49 Mas Arão e seus filhos ofereceram sobre o altar do holocausto e sobre o altar do incenso, e foram designados para toda a obra do lugar santíssimo, e para fazer expiação por Israel, conforme tudo o que Moisés, o servo de Deus havia ordenado.

50 E estes são os filhos de Arão; Seu filho Eleazar, seu filho Finéias, seu filho Abisua,

51 De quem foi filho Buqui, de quem foi filho Uzi, de quem foi filho Zeraías,

52 De quem foi filho Meraiote, de quem foi filho Amarias, de quem foi filho Aitube,

53 Seu filho Zadoque, seu filho Aimaás.

54 Estas são as suas moradas nos seus castelos nos seus termos, dos filhos de Arão, das famílias dos coatitas; pois o deles era o lote.

55 E deram-lhes Hebrom na terra de Judá, e os seus arrabaldes ao redor.

56 Mas os campos da cidade e as suas aldeias deram a Calebe, filho de Jefoné.

57 E aos filhos de Arão deram as cidades de Judá, a saber, Hebrom, a cidade de refúgio, e Libna com seus arrabaldes, e Jatir e Estemoa, com seus arrabaldes,

58 E Hilen com seus arrabaldes, Debir com seus arrabaldes,

59 E Asã com os seus arrabaldes, e Bete-Semes com os seus arrabaldes;

60 E da tribo de Benjamim; Geba com seus arrabaldes, Alemete com seus arrabaldes, e Anatote com seus arrabaldes. Todas as suas cidades ao longo de suas famílias eram treze cidades.

61 E aos filhos de Coate, que restaram da família daquela tribo, foram dadas cidades da meia tribo, a saber, da meia tribo de Manassés, por sorte, dez cidades.

62 E aos filhos de Gérson, segundo as suas famílias, da tribo de Issacar, e da tribo de Aser, e da tribo de Naftali, e da tribo de Manassés, em Basã, treze cidades.

63 Aos filhos de Merari foram dadas por sorte, segundo as suas famílias, da tribo de Rúben, e da tribo de Gade, e da tribo de Zebulom, doze cidades.

64 E os filhos de Israel deram aos levitas estas cidades com seus arrabaldes.

65 E deram por sorte da tribo dos filhos de Judá, e da tribo dos filhos de Simeão, e da tribo dos filhos de Benjamim, estas cidades, que são chamadas pelos seus nomes.

66 E o restante das famílias dos filhos de Coate tinha cidades de seus limites da tribo de Efraim.

67 E deram-lhes, das cidades de refúgio, Siquém, no monte Efraim, com os seus arrabaldes; deram também Gezer com seus arrabaldes,

68 E Jocmeão com seus arrabaldes, e Bete-Horom com seus arrabaldes,

69 E Ajalon com os seus arrabaldes, e Gate-Rimom com os seus arrabaldes;

70 E da meia tribo de Manassés; Aner com os seus arrabaldes, e Bileão com os seus arrabaldes, para a família do restante dos filhos de Coate.

71 Aos filhos de Gérson foram dados, da família da meia tribo de Manassés, Golã em Basã e seus arrabaldes, e Astarote e seus arrabaldes;

72 E da tribo de Issacar; Kedesh com seus subúrbios, Daberath com seus subúrbios,

73 E Ramote com os seus arrabaldes, e Aném com os seus arrabaldes;

74 E da tribo de Aser; Mashal com seus subúrbios, e Abdon com seus subúrbios,

75 E Hukok com seus arrabaldes, e Rehob com seus arrabaldes;

76 E da tribo de Naftali; Quedes na Galiléia e seus arrabaldes, Hammon e seus arrabaldes, e Kirjataim e seus arrabaldes.

77 Aos demais filhos de Merari foram dados, da tribo de Zebulom, Rimom e seus arrabaldes, Tabor e seus arrabaldes;

78 E do outro lado do Jordão, junto a Jericó, ao oriente do Jordão, foram-lhes dados, da tribo de Rúben, Bezer no deserto com os seus arrabaldes, e Jazá com os seus arrabaldes,

79 Quedemote com os seus arrabaldes, e Mefaate com os seus arrabaldes;

80 E da tribo de Gad; Ramote em Gileade com seus arrabaldes, e Maanaim com seus arrabaldes,

81 E Hesbom com seus arrabaldes, e Jazer com seus arrabaldes.  


CAPÍTULO 7

Os filhos de Issacar, Benjamim, Naftali, Manassés e Efraim – A calamidade de Efraim – Beriah nasce – Os filhos de Aser.

1 Ora, os filhos de Issacar foram Tola, Puá, Jasup e Simrom, quatro.

2 E os filhos de Tola; Uzi, Refaias, Jeriel, Jamai, Jibsão e Semuel, chefes da casa paterna, a saber, de Tola; eles foram homens valentes e poderosos em suas gerações; cujo número era nos dias de Davi vinte e dois mil e seiscentos.

3 E os filhos de Uzi, Izraías; e os filhos de Izraías; Michael, e Obadiah, e Joel, Ishiah, cinco; todos eles chefes.

4 E com eles, segundo as suas gerações, segundo a casa de seus pais, havia tropas de guerra, trinta e seis mil homens; porque eles tinham muitas mulheres e filhos.

5 E seus irmãos entre todas as famílias de Issacar eram homens valentes e poderosos, contados em todos pelas suas genealogias oitenta e sete mil.

6 Os filhos de Benjamim; Bela, Becher e Jediael, três.

7 E os filhos de Bela; Ezbom, Uzi, Uziel, Jerimote e Iri, cinco; chefes da casa de seus pais valentes; e foram contados por suas genealogias vinte e dois mil e trinta e quatro.

8 E os filhos de Becher; Zemira, Joás, Eliézer, Elioenai, Onri, Jerimote, Abias, Anatote e Alamet. Todos estes são os filhos de Becher.

9 E o número deles, segundo sua genealogia por suas gerações, chefes das casas de seus pais, homens valentes, era vinte mil e duzentos.

10 Os filhos de Jediael também; Bilhan; e os filhos de Bilan; Jeús, Benjamim, Eúde, Quenaaná, Zetã, Társis e Aisaar.

11 Todos estes filhos de Jediael, pelos chefes de seus pais, homens valentes, eram dezessete mil e duzentos soldados, aptos para a guerra e a batalha.

12 Também Supim, e Hupim, filhos de Ir, e Husim, filhos de Aher.

13 Os filhos de Naftali; Jaziel, Guni, Jezer e Salum, filhos de Bila.

14 Os filhos de Manassés; Ashriel, a quem ela deu à luz; (mas sua concubina, a aramita, deu à luz Maquir, pai de Gileade;

15 E Maquir tomou por esposa a irmã de Huppim e Shuppim, cuja irmã se chamava Maachah;) e o nome da segunda era Zelophehad; e Zelofeade tiveram filhas.

16 E Maachah, mulher de Maquir, deu à luz um filho, e ela chamou seu nome Peresh; e o nome de seu irmão era Sheresh; e seus filhos foram Ulam e Rakem.

17 E os filhos de Ulam; Badan. Estes foram os filhos de Gileade, filho de Maquir, filho de Manassés.

18 E sua irmã Hammoleketh deu à luz a Ishod, e Abiezer, e Mahalah.

19 E os filhos de Semida foram Aiã, Siquém, Líqui e Aniam.

20 E os filhos de Efraim; Sutela, e seu filho Bered, e seu filho Taate, e seu filho Eladah, e seu filho Taate,

21 E Zabad seu filho, e Shuthelah seu filho, e Ezer, e Elead, a quem os homens de Gate, que nasceram naquela terra, mataram, porque desceram para levar o seu gado.

22 E Efraim, seu pai, lamentou muitos dias, e seus irmãos vieram consolá-lo.

23 E quando ele entrou para sua esposa, ela concebeu e deu à luz um filho, e ele o chamou de Beriah, porque foi mal com sua casa.

24 (E sua filha foi Sera, que edificou Bete-Horom, o inferior, e o superior, e Uzzen-Será.)

25 E Refa foi seu filho, também Resheph, e Telah seu filho, e Tahan seu filho,

26 Seu filho Laadã, seu filho Amiúde, seu filho Elisama,

27 Não seu filho, Jehoshua, seu filho.

28 E suas propriedades e habitações eram Betel e suas cidades, e Naarã ao oriente, e Gezer ao ocidente, e suas cidades; também Siquém e suas cidades, até Gaza e suas cidades;

29 E junto às fronteiras dos filhos de Manassés, Bete-Seã e suas aldeias, Taanaque e suas aldeias, Megido e suas aldeias, Dor e suas aldeias. Nelas moravam os filhos de José, filho de Israel.

30 Os filhos de Aser; Imna, e Isuah, e Ishuai, e Beriah, e Sera, sua irmã.

31 E os filhos de Berias; Heber e Malchiel, que é o pai de Birzavith.

32 E Heber gerou Japhlet, e Shomer, e Hotham, e Shua, sua irmã.

33 E os filhos de Jaflet; Pasach, e Bimhal, e Ashvath. Estes são os filhos de Jaflet.

34 E os filhos de Shamer; Ahi, e Rohgah, Jehubbah e Aram.

35 E os filhos de seu irmão Helem; Zofa, Imna, Seles e Amal.

36 Os filhos de Zofa; Suah, e Harnepher, e Shual, e Beri, e Imrah,

37 Bezer, e Hod, e Shama, e Silshah, e Itrã, e Beera.

38 E os filhos de Jeter; Jefoné, e Pispa, e Ara.

39 E os filhos de Ulla; Arah, e Haniel, e Rezia.

40 Todos estes eram filhos de Aser, chefes da casa paterna, homens escolhidos e valentes, chefes dos príncipes. E o número em toda a genealogia daqueles que estavam aptos para a guerra e para a batalha era de vinte e seis mil homens.  


CAPÍTULO 8

Os filhos de Benjamim, de Saul e Jônatas.

1 Benjamim gerou a Bela, seu primogênito, Asbel, o segundo, e Ahara, o terceiro,

2 Nohah o quarto, e Rapha o quinto.

3 E os filhos de Bela foram Addar, Gera e Abiúde,

4 E Abisua, Naamã e Ooá,

5 E Gera, e Shephuphan, e Huram.

6 E estes são os filhos de Eúde; estes são os cabeças dos pais dos habitantes de Geba, e os levaram para Manaate;

7 E Naamã, e Aías, e Gera, ele os removeu, e gerou a Uzá e Aiúde.

8 E Shaharaim gerou filhos na terra de Moab, depois que ele os despediu; Hushim e Baara eram suas esposas.

9 E de Hodes, sua mulher, gerou Jobab, Zibia, Mesa, Malcham,

10 E Jeuz e Shachia, e Mirma. Estes eram seus filhos, chefes dos pais.

11 E de Husim gerou Abitub e Elpaal.

12 Os filhos de Elpaal; Eber, Misham e Shamed, que construíram Ono e Lod, com suas cidades;

13 também Beriah e Shema, que eram chefes dos pais dos habitantes de Ajalon, que expulsaram os habitantes de Gate;

14 E Aio, Sasaque e Jeremote,

15 E Zebadias, e Arade, e Ader,

16 E Miguel, e Ispa, e Joa, filhos de Berias;

17 E Zebadias, Mesulão, Ezequi, Heber,

18 também Ismerai, Jezlias e Jobab, filhos de Elpaal;

19 E Jaquim, e Zicri, e Zabdi,

20 E Elienai, e Ziltai, e Eliel,

21 E Adaías, Beraías e Sinrato, filhos de Simi;

22 E Ispan, e Heber, e Eliel,

23 E Abdon, e Zicri, e Hanã,

24 E Hananias, e Elão, e Antotias,

25 E Ifédias e Penuel, filhos de Sasaque;

26 E Shamsherai, e Shehariah, e Ataliah,

27 E Jaresias, Elias e Zicri, filhos de Jeroão.

28 Estes foram os chefes dos pais, segundo as suas gerações, chefes. Estes habitavam em Jerusalém.

29 E em Gibeão habitou o pai de Gibeão; cujo nome de esposa era Maachah;

30 E seu filho primogênito Abdon, e Zur, e Quis, e Baal, e Nadab.

31 E Gedor, e Aio, e Zacher.

32 E Mikloth gerou Simeá. E estes também habitavam com seus irmãos em Jerusalém, defronte deles.

33 E Ner gerou Quis, e Quis gerou Saul, e Saul gerou Jônatas, Malquisua, Abinadabe e Es-baal.

34 E o filho de Jônatas foi Merib-Baal; e Merib-baal gerou Miquéias.

35 E os filhos de Mica foram Piton, Melech, Tarea e Acaz.

36 E Acaz gerou a Jeoadah; e Jeoadah gerou Alemeth, e Azmaveth, e Zinri; e Zinri gerou Moza;

37 E Moza gerou Binea; Rapha era seu filho, Eleasah seu filho, Azel seu filho.

38 E Azel teve seis filhos, cujos nomes são estes, Azrikam, Bocheru, e Ishmael, e Sheariah, e Obadiah, e Hanan. Todos estes eram filhos de Azel.

39 E os filhos de Eshek seu irmão foram Ulam, seu primogênito, Jehush o segundo, e Elifelet o terceiro.

40 E os filhos de Ulam eram homens valentes, arqueiros, e tiveram muitos filhos, e os filhos dos filhos cento e cinquenta. Todos estes são dos filhos de Benjamim.  


CAPÍTULO 9

O original das genealogias de Israel e Judá – Os israelitas, os sacerdotes e os levitas, com os netinins.

1 Assim todo o Israel foi contado por genealogias; e eis que foram escritos no livro dos reis de Israel e de Judá, que foram levados para a Babilônia por sua transgressão.

2 Ora, os primeiros habitantes que habitaram nas suas propriedades nas suas cidades foram os israelitas, os sacerdotes, os levitas e os netineus.

3 E em Jerusalém habitou dos filhos de Judá, e dos filhos de Benjamim, e dos filhos de Efraim e Manassés;

4 Utai, filho de Amiúde, filho de Onri, filho de Inri, filho de Bani, dos filhos de Perez, filho de Judá.

5 E dos silonitas; Asaías, o primogênito, e seus filhos.

6 E dos filhos de Zerá; Jeuel e seus irmãos, seiscentos e noventa.

7 E dos filhos de Benjamim; Salu, filho de Mesulão, filho de Hodavias, filho de Hasenuah,

8 E Ibneias, filho de Jeroha, e Elão, filho de Uzi, filho de Micri, e Mesulão, filho de Sefatias, filho de Reuel, filho de Ibnijah;

9 E seus irmãos, segundo as suas gerações, novecentos e cinquenta e seis. Todos esses homens eram chefes dos pais na casa de seus pais.

10 E dos sacerdotes; Jedaías, e Jeoiaribe, e Jaquim,

11 E Azarias, filho de Hilquias, filho de Mesulão, filho de Zadok, filho de Meraiot, filho de Aitube, príncipe da casa de Deus;

12 E Adaías, filho de Jeroham, filho de Pasur, filho de Malchijah, e Maasiai, filho de Adiel, filho de Jazerab, filho de Meshullam, filho de Meshillemith, filho de Imer;

13 E seus irmãos, chefes das casas de seus pais, mil setecentos e sessenta; homens muito hábeis para a obra do serviço da casa de Deus.

14 E dos levitas; Semaías, filho de Hassub, filho de Azricam, filho de Hasabias, dos filhos de Merari;

15 E Bakbakkar, Heresh, Galal e Matanias, filho de Mica, filho de Zicri, filho de Asafe;

16 E Obadias, filho de Semaías, filho de Galal, filho de Jedutum, e Berequias, filho de Asa, filho de Elcana, que habitava nas aldeias dos netofatitas.

17 E os porteiros eram Salum, Acub, Talmon, Aiman e seus irmãos; Shallum era o chefe;

18 que até então esperavam na porta do rei para o oriente; eram porteiros nas companhias dos filhos de Levi.

19 E Salum, filho de Core, filho de Ebiasafe, filho de Corá, e seus irmãos, da casa de seu pai, os coraítas, estavam sobre o trabalho do serviço, guardas das portas do tabernáculo; e seus pais, que governavam o exército do Senhor, eram guardas da entrada.

20 E Finéias, filho de Eleazar, era o governante sobre eles no passado, e o Senhor estava com ele.

21 E Zacarias, filho de Meselemias, era porteiro da porta da tenda da congregação.

22 Todos estes que foram escolhidos para serem porteiros nas portas eram duzentos e doze. Estes foram contados por sua genealogia em suas aldeias, a quem Davi e Samuel, o vidente, ordenaram em seu ofício definido.

23 Assim eles e seus filhos tinham a guarda das portas da casa do Senhor, a saber, a casa do tabernáculo, por guardas.

24 Em quatro quartos estavam os porteiros, para o leste, oeste, norte e sul.

25 E seus irmãos, que estavam em suas aldeias, viriam depois de sete dias de vez em quando com eles.

26 Pois estes levitas, os quatro porteiros principais, estavam em seus cargos fixos, e estavam sobre os aposentos e as tesourarias da casa de Deus.

27 E alojaram-se ao redor da casa de Deus, porque o encargo estava sobre eles, e a abertura da mesma todas as manhãs lhes pertencia.

28 E alguns deles tinham o encargo dos vasos de ministração, para que os trouxessem e saíssem por conta.

29 Alguns deles também foram designados para supervisionar os vasos e todos os instrumentos do santuário, a flor de farinha, o vinho, o azeite, o incenso e as especiarias.

30 E alguns dos filhos dos sacerdotes fizeram o unguento das especiarias.

31 E Matitias, um dos levitas, que era o primogênito de Salum, o coraíta, tinha o cargo fixo sobre as coisas que foram feitas nas panelas.

32 E outros de seus irmãos, dos filhos dos coatitas, estavam sobre os pães da proposição, para prepará-los todos os sábados.

33 E estes são os cantores, chefes dos pais dos levitas, que ficaram livres nas câmaras; pois eram empregados nesse trabalho dia e noite.

34 Esses principais pais dos levitas foram chefes em todas as suas gerações; estes habitavam em Jerusalém.

35 E em Gibeão habitou o pai de Gibeão, Jeiel, cuja mulher se chamava Maaca;

36 E seu filho primogênito Abdon, depois Zur, e Quis, e Baal, e Ner, e Nadab,

37 E Gedor, e Aio, e Zacarias, e Miklote.

38 E Mikloth gerou Simeão. E habitaram também com seus irmãos em Jerusalém, defronte de seus irmãos.

39 E Ner gerou Quis; e Quis gerou Saul; e Saul gerou Jônatas, Malquisua, Abinadabe e Es-Baal.

40 E o filho de Jônatas foi Merib-Baal; e Merib-baal gerou Miquéias.

41 E os filhos de Mica foram: Piton, Melech, Tahrea e Acaz.

42 E Acaz gerou Jarah; e Jarah gerou Alemeth, e Azmaveth, e Zinri; e Zmiri gerou Moza;

43 E Moza gerou Binea; e seu filho Refaías, seu filho Eleasah, seu filho Azel.

44 E Azel teve seis filhos, cujos nomes são estes, Azrikam, Bocheru, e Ismael, e Sheariah, e Obadiah, e Hanan. Estes eram o filho de Azel. 


CAPÍTULO 10

A derrubada e morte de Saul – o pecado de Saul.

1 Ora, os filisteus pelejavam contra Israel; e os homens de Israel fugiram de diante dos filisteus, e caíram mortos no monte Gilboa.

2 E os filisteus seguiram duramente a Saul e a seus filhos; e os filisteus mataram Jônatas, Abinadabe e Malquisua, filhos de Saul.

3 E a peleja se agravou contra Saul, e os flecheiros o atingiram, e ele foi ferido pelos flecheiros.

4 Então disse Saul ao seu escudeiro: Desembainha a tua espada e atravessa-me com ela; para que estes incircuncisos não venham e maltratem-me. Mas seu escudeiro não; pois ele estava com muito medo. Então Saul pegou uma espada e caiu sobre ela.

5 E quando seu escudeiro viu que Saul estava morto, ele também caiu sobre a espada e morreu.

6 Assim morreu Saul, e seus três filhos, e toda a sua casa morreu juntamente.

7 E quando todos os homens de Israel que estavam no vale viram que eles fugiram, e que Saul e seus filhos estavam mortos, então eles deixaram suas cidades, e fugiram; e os filisteus vieram e habitaram neles.

8 E aconteceu que no dia seguinte, quando os filisteus vieram para despojar os mortos, encontraram Saul e seus filhos caídos no monte Gilboa.

9 E, tendo-o despido, tomaram a sua cabeça e a sua armadura, e enviaram-no à terra dos filisteus em redor, para levarem novas aos seus ídolos e ao povo.

10 E eles colocaram sua armadura na casa de seus deuses e prenderam sua cabeça no templo de Dagon.

11 E quando todo Jabes-Gileade ouviu tudo o que os filisteus tinham feito a Saul,

12 Levantaram-se, todos os homens valentes, e levaram o corpo de Saul e os corpos de seus filhos, e os trouxeram a Jabes, e sepultaram os seus ossos debaixo do carvalho em Jabes, e jejuaram sete dias.

13 Assim morreu Saul por causa da transgressão que cometeu contra o Senhor, ou contra a palavra do Senhor, que não guardou, e também por pedir conselho a alguém que tivesse um espírito familiar, para a consultar;

14 E não consultou ao Senhor; por isso o matou, e entregou o reino a Davi, filho de Jessé. 


CAPÍTULO 11

Davi fez rei – Ele ganha o castelo de Sião – os homens poderosos de Davi.

1 Então todo o Israel se ajuntou a Davi em Hebrom, dizendo: Eis que somos teus ossos e tua carne.

2 E, além disso, no passado, mesmo quando Saul era rei, eras tu o que fazias sair e entravas em Israel; e o Senhor teu Deus te disse: Tu apascentarás o meu povo Israel, e dominarás o meu povo Israel.

3 Por isso vieram todos os anciãos de Israel ter com o rei em Hebrom; e Davi fez aliança com eles em Hebrom, perante o Senhor; e ungiram Davi rei sobre Israel, conforme a palavra do Senhor por parte de Samuel.

4 E Davi e todo o Israel foram para Jerusalém, que é Jebus; onde estavam os jebuseus, os habitantes da terra.

5 E os moradores de Jebus disseram a Davi: Tu não virás aqui. No entanto, Davi tomou o castelo de Sião, que é a cidade de Davi.

6 E disse Davi: Quem primeiro ferir os jebuseus será chefe e capitão. Então Joabe, filho de Zeruia, subiu primeiro, e foi o chefe.

7 E David habitou no castelo; por isso a chamaram de cidade de Davi.

8 E edificou a cidade ao redor, mesmo ao redor de Milo, e Joab consertou o resto da cidade.

9 Assim Davi crescia cada vez mais; porque o Senhor dos exércitos estava com ele.

10 Estes também são os principais dos valentes que Davi tinha, os quais se fortaleceram com ele no seu reino, e com todo o Israel, para o constituírem rei, conforme a palavra do Senhor acerca de Israel.

11 E este é o número dos valentes que Davi tinha; Jashobeam, um Hachmonite, o chefe dos capitães; ele levantou sua lança contra trezentos mortos por ele de uma só vez.

12 E depois dele estava Eleazar, filho de Dodo, o aoíta, que era um dos três valentes.

13 Ele estava com Davi em Pasdamim, e ali os filisteus se ajuntaram para a batalha, onde havia um terreno cheio de cevada; e o povo fugiu de diante dos filisteus.

14 E eles se puseram no meio daquele pacote, e o entregaram, e mataram os filisteus, e o Senhor os salvou com um grande livramento.

15 Três dos trinta capitães desceram à rocha a Davi, à caverna de Adulão; e o exército dos filisteus acampou no vale de Refaim.

16 E Davi estava então no porão, e a guarnição dos filisteus estava então em Belém.

17 E David ansiava, e disse: Oh, quem me der de beber da água do poço de Belém, que está à porta!

18 E os três atravessaram o arraial dos filisteus, e tiraram água do poço de Belém, que estava junto à porta, e tomaram-no, e trouxeram-no a David; mas Davi não quis beber dele, mas o derramou ao Senhor.

19 E disse: Meu Deus me livre de fazer isso; beberei o sangue desses homens que colocaram suas vidas em perigo? pois com o risco de suas vidas eles o trouxeram; portanto, ele não a beberia. Essas coisas fizeram esses três mais poderosos.

20 E Abisai, irmão de Joab, ele era o chefe dos três, pois, levantando sua lança contra trezentos, ele os matou, e teve um nome entre os três.

21 Dos três, ele foi mais ilustre do que os dois; pois ele era seu capitão; no entanto, ele não atingiu os três primeiros.

22 Benaia, filho de Jeoiada, filho de um homem valente de Cabzeel, que havia feito muitos atos; ele matou dois homens de Moab semelhantes a leões; também ele desceu e matou um leão em uma cova em um dia de neve.

23 E ele matou um egípcio, homem de grande estatura, de cinco côvados de altura; e na mão do egípcio havia uma lança como o raio de um tecelão; e desceu a ele com um cajado, e arrancou a lança da mão do egípcio, e o matou com sua própria lança.

24 Estas coisas fez Benaia, filho de Joiada, e teve nome entre os três valentes.

25 Eis que ele foi ilustre entre os trinta, mas não chegou aos três primeiros; e Davi o colocou sobre sua guarda.

26 Também foram os valentes dos exércitos: Asael, irmão de Joab, Elhanan, filho de Dodo, de Belém,

27 Samote, o Harorita, Helez, o Pelonita,

28 Ira, filho de Ikkes, o tecoíta, Abi-Ezer, o antotita,

29 Sibecai, o husatita, Ilai, o aoíta,

30 Maharai, o netofatita, Heled, filho de Baaná, o netofatita,

31 Itai, filho de Ribai de Gibeá, que pertencia aos filhos de Benaia, Benaia, o piratonita,

32 Hurai dos ribeiros de Gaás, Abiel, o arbatita,

33 Azmavé, o baarumita, Eliaba, o salbonita,

34 Os filhos de Hashem, o gizonita, Jônatas, filho de Sage, o hararita,

35 Aião, filho de Sacar, o hararita, Elifal, filho de Ur.

36 Héfer, o mequeratita, Aías, o pelonita,

37 Hesro, o carmelita, Naarai, filho de Ezbai,

38 Joel, irmão de Natã, Mibhar, filho de Haggeri,

39 Zeleque, o amonita, Naharai, o berotita, escudeiro de Joabe, filho de Zeruia,

40 Ira, o itrita, Gareb, o itrita,

41 Urias, o heteu, Zabad, filho de Alai,

42 Adina, filho de Siza, o rubenita, capitão dos rubenitas e trinta com ele,

43 Hanã, filho de Maaca, e Josafá, o mitnita,

44 Uzias, o asteratita, Sama e Jeiel, filhos de Hotã, o aroerita,

45 Jediael, filho de Sinri, e Joa, seu irmão, o tizita,

46 Eliel, o maavita, e Jeribai, e Josávia, filhos de Elnaão, e Itma, o moabita,

47 Eliel, Obede e Jasiel, o mesobaita. 


CAPÍTULO 12

Os exércitos de Davi.

1 Ora, estes são os que vieram a Davi a Ziclague, enquanto ele ainda se mantinha por perto por causa de Saul, filho de Quis; e eles estavam entre os valentes, ajudantes da guerra.

2 Eles estavam armados com arcos, e podiam usar tanto a mão direita como a esquerda para atirar pedras e atirar flechas de arco, mesmo dos irmãos de Benjamim de Saul.

3 O chefe foi Aiezer, depois Joás, filhos de Semaá, o gibeatita; e Jeziel e Pelet, filhos de Azmaveth; e Beraca, e Jeú, o antotita,

4 E Ismaías, o gibeonita, homem poderoso entre os trinta; e acima dos trinta; e Jeremias, e Jaaziel, e Joanã, e Josabade, o gederatita,

5 Eluzai, e Jerimote, e Bealias, e Semarias, e Sefatias, o harupita,

6 Elcana, Jesias, Azareel, Joezer, Jasobeão, os correus,

7 E Joelah e Zebadias, filhos de Jeroham de Gedor.

8 E dos gaditas se separaram para Davi no porão do deserto homens valentes e homens de guerra aptos para a batalha, que sabiam manejar escudo e broquel, cujas faces eram como faces de leões, e eram tão velozes como as ovas nas montanhas;

9 Ezer o primeiro, Obadias o segundo, Eliabe o terceiro,

10 Mishmaná o quarto, Jeremias o quinto,

11 Atai o sexto, Eliel o sétimo,

12 Joanã o oitavo, Elzabad o nono,

13 Jeremias o décimo, Machbanai o undécimo.

14 Estes eram dos filhos de Gad, capitães do exército; um dos menores era mais de cem, e o maior mais de mil.

15 Estes são os que passaram o Jordão no primeiro mês, quando transbordou todas as suas margens; e puseram em fuga todos eles dos vales, tanto para o oriente como para o ocidente.

16 E vieram dos filhos de Benjamim e de Judá a fortaleza de Davi.

17 E David saiu ao encontro deles, e respondeu-lhes, e disse-lhes: Se vierdes pacificamente a mim para me ajudar, o meu coração se unirá a vós; mas se vierdes entregar-me aos meus inimigos, vendo que não há mal algum em minhas mãos, o Deus de nossos pais olha para isso e o repreende.

18 Então o Espírito veio sobre Amasai, que era chefe dos capitães, e disse: Teu somos nós, Davi, e do teu lado, filho de Jessé; paz, paz seja contigo, e paz seja com os teus ajudadores; porque teu Deus te ajuda. Então Davi os recebeu e os constituiu capitães do bando.

19 E alguns de Manassés caíram a Davi, quando veio com os filisteus contra Saul para pelejar; mas eles não os ajudaram; porque os chefes dos filisteus, aconselhados, o mandaram embora, dizendo: Ele cairá nas mãos de seu senhor Saul, para perigo de nossas cabeças.

20 Indo ele a Ziclague, caíram-lhe de Manassés, Adná, Jozabade, Jediael, Miguel, Jozabade, Eliú e Ziltai, capitães dos milhares de Manassés.

21 E eles ajudaram a Davi contra o bando dos peregrinos; porque todos eles eram homens valentes e valentes, e eram capitães do exército.

22 Pois naquela época, dia após dia, vinham a Davi para ajudá-lo, até que se tornou um grande exército, como o exército de Deus.

23 E estes são os números dos bandos que estavam prontos para a guerra, e vieram a Davi a Hebrom, para lhe entregar o reino de Saul, conforme a palavra do Senhor.

24 Os filhos de Judá que traziam escudo e lança eram seis mil e oitocentos, prontos para a guerra.

25 Dos filhos de Simeão, homens valentes para a guerra, sete mil e cem.

26 Dos filhos de Levi, quatro mil e seiscentos.

27 E Joiada era o chefe dos aaronitas, e com ele três mil e setecentos.

28 E Zadoque, um jovem valente, e da casa de seu pai vinte e dois capitães.

29 E dos filhos de Benjamim, parentes de Saul, três mil; pois até então a maior parte deles havia guardado a custódia da casa de Saul.

30 E dos filhos de Efraim, vinte mil e oitocentos homens valentes e valentes, famosos em toda a casa de seus pais.

31 E da meia tribo de Manassés dezoito mil, que foram expressos por nome, para vir e fazer Davi rei.

32 E dos filhos de Issacar, que eram homens que conheciam os tempos, para saber o que Israel devia fazer; as cabeças deles eram duzentas; e todos os seus irmãos estavam sob seu comando.

33 De Zebulom, os que saíram à batalha, peritos na guerra, com todos os instrumentos de guerra, cinqüenta mil, que podiam manter a hierarquia; eles não eram de coração duplo.

34 E de Naftali mil capitães, e com eles com escudo e lança, trinta e sete mil.

35 E dos danitas peritos em guerra, vinte e oito mil e seiscentos.

36 E de Aser, os que saíram à batalha, peritos na guerra, quarenta mil.

37 E do outro lado do Jordão, dos rubenitas, e dos gaditas, e da meia tribo de Manassés, com todos os instrumentos de guerra para a peleja, cento e vinte mil.

38 Todos estes homens de guerra, que podiam manter a hierarquia, vieram a Hebrom com coração perfeito, para fazerem a Davi rei sobre todo o Israel; e também todo o resto de Israel estava de um só coração para fazer Davi rei.

39 E ali ficaram três dias com Davi, comendo e bebendo; pois seus irmãos haviam preparado para eles.

40 Além disso, os que estavam com eles, até Issacar, Zebulom e Naftali, trouxeram pão sobre jumentos, camelos, mulas e bois, e carne, farinha, bolos de figos, cachos de passas e vinho, e óleo, e bois e ovelhas em abundância; porque havia alegria em Israel. 


CAPÍTULO 13

Davi busca a arca – Uzza ferido, a arca deixada na casa de Obede-Edom.

1 E Davi consultou os capitães de milhares e centenas, e com todos os líderes.

2 E disse Davi a toda a congregação de Israel: Se vos parecer bem, e que seja do Senhor nosso Deus, enviemos a nossos irmãos por toda parte, os que restaram em toda a terra de Israel, e com eles também aos sacerdotes e levitas que estão nas suas cidades e arrabaldes, para que se reúnam a nós;

3 E tornemos a trazer-nos a arca do nosso Deus; porque não indagamos sobre isso nos dias de Saul.

4 E toda a congregação disse que assim faria; pois a coisa estava certa aos olhos de todas as pessoas.

5 Então Davi ajuntou todo o Israel, desde Sior do Egito até a entrada de Hemate, para trazer a arca de Deus de Quiriate-Jearim.

6 E subiu Davi, e todo o Israel, a Baalá, isto é, a Quiriate-Jearim, que pertencia a Judá, para fazer subir dali a arca de Deus, o Senhor, que habita entre os querubins, cujo nome nela se chama.

7 E levaram a arca de Deus num carro novo da casa de Abinadabe; e Uzza e Ahio conduziam a carroça.

8 E Davi e todo o Israel tocavam diante de Deus com todas as suas forças, e com cânticos, e com harpas, e com alaúdes, e com tamboris, e com címbalos, e com trombetas.

9 E quando chegaram à eira de Chidon, Uzá estendeu a mão para segurar a arca; porque os bois tropeçaram.

10 E a ira do Senhor se acendeu contra Uzá, e ele o feriu, porque pôs a mão na arca; e ali morreu diante de Deus.

11 E Davi se desagradou, porque o Senhor havia feito brecha em Uzá; por isso aquele lugar é chamado Perez-uzza até hoje.

12 E David teve medo de Deus naquele dia, dizendo: Como poderei trazer a arca de Deus para casa para mim?

13 Assim, Davi não trouxe a arca para si na cidade de Davi, mas a levou para a casa de Obede-Edom, o giteu.

14 E a arca de Deus ficou três meses com a família de Obede-Edom em sua casa. E o Senhor abençoou a casa de Obede-Edom, e tudo o que ele tinha. 


CAPÍTULO 14

A bondade de Hiram – a felicidade de David.

1 Hirão, rei de Tiro, enviou mensageiros a Davi, e madeira de cedros, com pedreiros e carpinteiros, para lhe edificarem uma casa.

2 E percebeu Davi que o Senhor o havia confirmado rei sobre Israel, porque o seu reino foi exaltado ao alto, por causa do seu povo Israel.

3 E Davi tomou mais mulheres em Jerusalém; e Davi gerou mais filhos e filhas.

4 Ora, estes são os nomes de seus filhos que teve em Jerusalém; Shammua, e Shobab, Nathan e Salomão,

5 E Ibar, e Elisua, e Elpalet,

6 E Noga, e Nefague, e Jafia,

7 E Elisama, e Beliada, e Eliphalet.

8 E quando os filisteus souberam que Davi era ungido rei sobre todo o Israel, todos os filisteus subiram em busca de Davi. E Davi ouviu isso, e saiu contra eles.

9 E os filisteus vieram e se espalharam no vale de Refaim.

10 E Davi consultou a Deus, dizendo: Subirei contra os filisteus? e tu os entregarás em minha mão? E o Senhor lhe disse: Sobe; porque eu os entregarei na tua mão.

11 Assim subiram a Baal-Perazim; e Davi os feriu ali. Então disse Davi: Deus derrotou os meus inimigos pela minha mão, como o romper das águas; por isso chamaram aquele lugar Baal-Perazim.

12 E quando eles deixaram seus deuses ali, Davi deu uma ordem, e eles foram queimados com fogo.

13 E os filisteus se espalharam novamente pelo vale.

14 Por isso Davi tornou a consultar a Deus; e Deus lhe disse: Não subas atrás deles; afaste-se deles e encontre-os defronte das amoreiras.

15 E será que, quando ouvires um ruído de marcha pelas copas das amoreiras, então sairás à peleja; porque Deus saiu diante de ti para ferir o exército dos filisteus.

16 Davi fez, pois, como Deus lhe ordenara; e eles feriram o anfitrião do

Filisteus de Gibeon até Gazer.

17 E a fama de Davi se espalhou por todas as terras; e o Senhor trouxe o temor dele sobre todas as nações. 


CAPÍTULO 15

Davi traz a arca de Obede-Edom com grande alegria.

1 E Davi lhe fez casas na cidade de Davi, e preparou um lugar para a arca de Deus, e armou para ela uma tenda.

2 Então disse Davi: Ninguém deve levar a arca de Deus senão os levitas; porque a eles escolheu o Senhor para levar a arca de Deus e servi-lo para sempre.

3 E Davi reuniu todo o Israel em Jerusalém, para trazer ao seu lugar a arca do Senhor, que lhe tinha preparado.

4 E Davi reuniu os filhos de Arão e os levitas;

5 Dos filhos de Coate; Uriel, o chefe, e seus irmãos cento e vinte;

6 Dos filhos de Merari; Asaías, o chefe, e seus irmãos duzentos e vinte;

7 Dos filhos de Gérson; Joel, o chefe, e seus irmãos cento e trinta;

8 Dos filhos de Elizaphan; Semaías, o chefe, e seus irmãos duzentos;

9 Dos filhos de Hebrom; Eliel, o chefe, e seus oitenta irmãos;

10 Dos filhos de Uziel; Aminadabe, o chefe, e seus irmãos cento e doze.

11 E Davi chamou os sacerdotes Zadoque e Abiatar, e os levitas, Uriel, Asaías, Joel, Semaías, Eliel e Aminadabe.

12 E disse-lhes: Vós sois os chefes dos pais dos levitas; santificai-vos, vós e vossos irmãos, para que façais subir a arca do Senhor Deus de Israel ao lugar que lhe preparei.

13 Porque, porque no princípio não o fizestes, o Senhor nosso Deus fez uma brecha em nós, pois não o buscamos segundo a devida ordem.

14 Assim os sacerdotes e os levitas se santificaram para fazer subir a arca do Senhor Deus de Israel.

15 E os filhos dos levitas levaram a arca de Deus sobre os ombros com os varais sobre ela, como Moisés ordenara, segundo a palavra do Senhor.

16 E Davi falou ao chefe dos levitas para designar seus irmãos para serem os cantores com instrumentos de música, saltérios e harpas e címbalos, tocando, levantando a voz com alegria.

17 Assim os levitas designaram a Hemã, filho de Joel; e de seus irmãos, Asafe, filho de Berequias; e dos filhos de Merari, seus irmãos, Etã, filho de Cusaías;

18 E com eles seus irmãos do segundo grau, Zacarias, Ben, Jaaziel, Semiramote, Jeiel, Uni, Eliabe, Benaías, Maaséias, Matitias, Elifelê, Micneias, Obededom e Jeiel, os porteiros.

19 Assim, os cantores Hemã, Asafe e Etã foram designados para tocar com címbalos de bronze;

20 e Zacarias, e Aziel, e Semiramote, e Jeiel, e Uni, e Eliabe, e Maaséias, e Benaías, com saltérios sobre Alamote;

21 E Matitias, Elifeleu, Micneias, Obede-Edom, Jeiel e Azazias, com harpas sobre o Seminite, para sobressair.

22 E Quenanias, chefe dos levitas, cantava; ele instruiu sobre a música, porque ele era habilidoso.

23 E Berequias e Elcana eram porteiros da arca.

24 E Sebanias, Jeosafá, Netanel, Amasai, Zacarias, Benaías e Eliézer, os sacerdotes, tocavam as trombetas diante da arca de Deus; e Obede-Edom e Jeías eram porteiros da arca.

25 Então Davi, e os anciãos de Israel, e os capitães dos milhares, foram trazer com alegria a arca da aliança do Senhor da casa de Obede-Edom,

26 E aconteceu que, quando Deus ajudou os levitas que carregavam a arca da aliança do Senhor, eles ofereceram sete novilhos e sete carneiros.

27 E Davi se vestiu com um manto de linho fino, e todos os levitas que carregavam a arca, e os cantores, e Quenanias, o mestre do cântico, com os cantores; Davi também tinha sobre si um éfode de linho.

28 Assim todo o Israel fez subir a arca da aliança do Senhor com júbilo, e ao som de corneta, e com trombetas, e com címbalos, fazendo barulho com alaúdes e harpas.

29 E aconteceu que, chegando a arca da aliança do Senhor à cidade de Davi, Mical, filha de Saul, olhando pela janela, viu o rei Davi dançando e tocando; e ela o desprezava em seu coração. 


CAPÍTULO 16

O sacrifício festivo de Davi – Ele nomeia um coro – O salmo de ação de graças – Ele nomeia ministros, porteiros, sacerdotes e músicos.

1 Trouxeram, pois, a arca de Deus, e a puseram no meio da tenda que Davi lhe armara; e ofereceram holocaustos e ofertas pacíficas perante Deus.

2 E quando Davi acabou de oferecer os holocaustos e as ofertas pacíficas, abençoou o povo em nome do Senhor.

3 E deu a cada um de Israel, tanto homem como mulher, a cada um um pão, e um bom pedaço de carne, e um jarro de vinho.

4 E ele designou alguns dos levitas para ministrar diante da arca do Senhor, e para registrar, e para agradecer e louvar ao Senhor Deus de Israel;

5 Asafe, o chefe, e depois dele Zacarias, Jeiel, Semiramote, Jeiel, Matitias, Eliabe, Benaia e Obede-Edom; e Jeiel com saltérios e harpas; mas Asafe fez um som com címbalos;

6 Também Benaia e Jaaziel, os sacerdotes, com trombetas continuamente diante da arca da aliança de Deus.

7 Então, naquele dia, Davi entregou primeiro este salmo de agradecimento ao Senhor nas mãos de Asafe e seus irmãos.

8 Dai graças ao Senhor, invocai o seu nome, dai a conhecer as suas obras ao povo.

9 Cantai-lhe, cantai-lhe salmos, falai de todas as suas maravilhas.

10 Gloriai-vos em seu santo nome; regozije-se o coração dos que buscam ao Senhor.

11 Buscai ao Senhor e à sua força, buscai continuamente a sua face.

12 Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca;

13 Ó descendência de Israel, seu servo, ó filhos de Jacó, seus escolhidos.

14 Ele é o Senhor nosso Deus; os seus juízos estão em toda a terra.

15 Lembrai-vos sempre da sua aliança; a palavra que ele ordenou a mil gerações;

16 Da aliança que fez com Abraão e do seu juramento a Isaque;

17 E confirmou o mesmo a Jacó por lei, e a Israel por aliança perpétua,

18 Dizendo: A ti darei a terra de Canaã, a parte da tua herança;

19 Quando vocês eram poucos, mesmo poucos, e estranhos nela.

20 E quando eles foram de nação em nação, e de um reino para outro povo;

21 Ele não permitiu que ninguém os cometesse mal; sim, ele repreendeu os reis por causa deles,

22 Dizendo: Não toque no meu ungido, e não faça mal aos meus profetas.

23 Cantem ao Senhor, toda a terra; mostrar dia a dia a sua salvação.

24 Anunciem a sua glória entre os gentios; suas obras maravilhosas entre todas as nações.

25 Porque grande é o Senhor e mui digno de louvor; ele também deve ser temido acima de todos os deuses.

26 Pois todos os deuses do povo são ídolos; mas o Senhor fez os céus.

27 Glória e honra estão na sua presença; força e alegria estão em seu lugar.

28 Dai ao Senhor, ó tribos do povo, dai ao Senhor glória e força.

29 Dai ao Senhor a glória devida ao seu nome; traz uma oferta, e vem diante dele; adore o Senhor na beleza da santidade.

30 Temei diante dele, toda a terra; também o mundo será estável, para que não seja abalado.

31 Alegrem-se os céus, e regozije-se a terra; e digam os homens entre as nações: O Senhor reina.

32 Rume o mar e a sua plenitude; regozijem-se os campos e tudo o que neles há.

33 Então as árvores do bosque cantarão na presença do Senhor, porque ele vem para julgar a terra.

34 Dai graças ao Senhor; porque ele é bom; porque a sua misericórdia dura para sempre.

35 E dizeis: Salva-nos, ó Deus da nossa salvação, e ajunta-nos, e livra-nos das nações, para que demos graças ao teu santo nome e glorifiquemos no teu louvor.

36 Bendito seja o Senhor Deus de Israel para todo o sempre. E todo o povo disse: Amém, e louvaram ao Senhor.

37 Partiu, pois, dali diante da arca da aliança do Senhor Asafe e seus irmãos, para ministrar continuamente diante da arca, conforme o trabalho de cada dia;

38 E Obede-Edom com seus irmãos, sessenta e oito; Obede-Edom também filho de Jedutum e Hosa para serem porteiros;

39 E Zadoque, o sacerdote, e seus irmãos, os sacerdotes, diante do tabernáculo do Senhor, no alto que estava em Gibeão,

40 Oferecer holocaustos ao Senhor sobre o altar do holocausto continuamente de manhã e à tarde, e fazer conforme tudo o que está escrito na lei do Senhor, que ordenou a Israel;

41 E com eles Hemã e Jedutum, e os demais escolhidos, que foram expressos por nome, para dar graças ao Senhor, porque a sua misericórdia dura para sempre;

42 E com eles Hemã e Jedutum com trombetas e címbalos para aqueles que deveriam fazer um som, e com instrumentos musicais de Deus. E os filhos de Jedutum eram porteiros.

43 E todo o povo partiu cada um para sua casa; e Davi voltou para abençoar sua casa. 


CAPÍTULO 17

Davi propõe construir uma casa para Deus – Deus o proíbe – a oração e ação de graças de Davi.

1 E aconteceu que, estando David sentado em sua casa, disse David ao profeta Natã: Eis que habito numa casa de cedros, mas a arca da aliança do Senhor fica debaixo de cortinas.

2 Então Natã disse a Davi: Faz tudo o que tens no coração; pois Deus está contigo.

3 E aconteceu que naquela mesma noite veio a palavra de Deus a Natã, dizendo:

4 Vai e dize a Davi, meu servo: Assim diz o Senhor: Não me edificarás casa para morar;

5 Porque não habito em casa desde o dia em que fiz subir a Israel até hoje; mas foram de tenda em tenda e de tabernáculo em tabernáculo.

6 Por onde quer que andei com todo o Israel, falei uma palavra a algum dos juízes de Israel, a quem ordenei que apascentasse o meu povo, dizendo: Por que não me construíste uma casa de cedros?

7 Agora, pois, assim dirás ao meu servo Davi: Assim diz o Senhor dos exércitos: Eu te tirei do curral, e de seguir as ovelhas, para que sejas governador sobre o meu povo Israel.

8 E tenho estado contigo por onde quer que tenhas andado, e exterminei de diante de ti todos os teus inimigos e te fiz um nome como o nome dos grandes que estão na terra.

9 Também estabelecerei um lugar para o meu povo Israel, e os plantarei, e habitarão no seu lugar, e não serão mais movidos; nem os filhos da maldade os desperdiçarão mais, como no princípio,

10 E desde o tempo em que ordenei que os juízes estivessem sobre o meu povo Israel. Além disso, subjugarei todos os teus inimigos. Além disso, digo-te que o Senhor te edificará uma casa.

11 E acontecerá que, quando os teus dias tiverem expirado, que tu ires estar com teus pais, eu suscitarei a tua descendência depois de ti, a qual será de teus filhos; e estabelecerei o seu reino.

12 Ele me edificará uma casa, e eu firmarei seu trono para sempre.

13 Eu serei seu pai, e ele será meu filho; e não tirarei dele a minha misericórdia, como a tirei daquele que era antes de ti;

14 Mas eu o instalarei na minha casa e no meu reino para sempre; e o seu trono será estabelecido para sempre.

15 Conforme todas estas palavras, e conforme toda esta visão, assim falou Natã a Davi.

16 E veio o rei Davi e sentou-se diante do Senhor, e disse: Quem sou eu, ó Senhor Deus, e qual é a minha casa, que me trouxeste até aqui?

17 E, no entanto, isso era pouco aos teus olhos, ó Deus; porque também falaste da casa do teu servo por um longo tempo, e me consideraste como um homem de alto grau, ó Senhor Deus.

18 Que mais te pode falar Davi para a honra do teu servo? porque conheces o teu servo.

19 Ó Senhor, por amor do teu servo, e segundo o teu coração, fizeste toda esta grandeza, dando a conhecer todas estas grandes coisas.

20 Senhor, ninguém há semelhante a ti, nem há outro Deus além de ti, conforme tudo o que ouvimos com os nossos ouvidos.

21 E qual nação na terra é semelhante ao teu povo Israel, a quem Deus foi redimir para ser seu próprio povo, para fazer de ti um nome de grandeza e terror, expulsando nações de diante de teu povo, que tu resgataste de Egito?

22 Para o teu povo Israel fizeste o teu povo para sempre; e tu, Senhor, te tornaste o seu Deus.

23 Portanto, agora, Senhor, seja confirmado para sempre o que disseste a respeito do teu servo e da sua casa, e faça como disseste.

24 Confirme-se para que o teu nome seja engrandecido para sempre, dizendo: O Senhor dos exércitos é o Deus de Israel, o Deus de Israel; e seja firmada diante de ti a casa de Davi, teu servo.

25 Pois tu, ó meu Deus, disseste ao teu servo que lhe construirias uma casa; por isso teu servo achou em seu coração orar diante de ti.

26 E agora, Senhor, tu és Deus, e prometeste esta bondade ao teu servo;

27 Agora, pois, agrade-te abençoar a casa do teu servo, para que esteja diante de ti para sempre; porque tu abençoas, ó Senhor, e será abençoado para sempre. 


CAPÍTULO 18

Davi fere os filisteus, moabitas, Hadarezer e os sírios – oficiais de Davi.

1 E depois disso aconteceu que Davi feriu os filisteus, e os subjugou, e tomou Gate e suas cidades das mãos dos filisteus.

2 E feriu Moab; e os moabitas se tornaram servos de Davi, e trouxeram presentes.

3 E Davi feriu a Hadarezer, rei de Zobá, até Hamate, quando ele ia estabelecer seu domínio junto ao rio Eufrates.

4 E Davi lhe tomou mil carros, sete mil cavaleiros e vinte mil homens de infantaria; Davi também colocou todos os cavalos dos carros, mas reservou para eles cem carros.

5 E quando os sírios de Damasco vieram em socorro de Hadarezer, rei de Zobá, Davi matou dos sírios vinte e dois mil homens.

6 Então Davi pôs guarnições na Síria-damasco; e os sírios se tornaram servos de Davi, e trouxeram presentes. Assim o Senhor preservou Davi aonde quer que fosse.

7 E David tomou os escudos de ouro que estavam sobre os servos de Hadarezer, e os trouxe para Jerusalém.

8 Da mesma forma, de Tibhath e de Chun, cidades de Hadarezer, trouxe a Davi muitíssimo bronze, com o qual Salomão fez o mar de bronze, e as colunas, e os vasos de bronze.

9 Quando Tou, rei de Hamate, soube que Davi havia ferido todo o exército de Hadarezer, rei de Zobá;

10 Ele enviou Hadorão, seu filho, ao rei Davi, para inquirir de seu bem-estar e felicitá-lo, porque havia lutado contra Hadarezer e o ferido; (pois Hadarezer guerreou com Tou;) e com ele todos os tipos de vasos de ouro, prata e bronze.

11 A eles também o rei Davi consagrou ao Senhor com a prata e o ouro que trouxe de todas estas nações; de Edom, e de Moabe, e dos filhos de Amom, e dos filisteus, e de Amaleque.

12 Além disso, Abisai, filho de Zeruia, matou dezoito mil edomitas no vale do sal.

13 E pôs guarnições em Edom; e todos os edomitas se tornaram servos de Davi. Assim o Senhor preservou Davi aonde quer que fosse.

14 Assim Davi reinou sobre todo o Israel, e executou juízo e justiça entre todo o seu povo.

15 E Joab, filho de Zeruiah, estava sobre o exército; e Josafá, filho de Ahilud, registrador;

16 E Zadoque, filho de Aitube, e Abimeleque, filho de Abiatar, eram os sacerdotes; e Shavsha era escriba;

17 E Benaia, filho de Joiada, era o chefe dos quereteus e dos peleteus; e os filhos de Davi eram chefes ao redor do rei. 


CAPÍTULO 19

Os mensageiros de Davi imploraram vilmente – Os amonitas vencidos por Joabe e Abisai – Sofaque morto.

1 E aconteceu depois disso que Naás, rei dos filhos de Amom, morreu, e seu filho reinou em seu lugar.

2 E Davi disse: Eu serei bondoso com Hanum, filho de Naás, porque seu pai foi bondoso comigo. E Davi enviou mensageiros para consolá-lo a respeito de seu pai. Então os servos de Davi foram à terra dos filhos de Amom a Hanum, para consolá-lo.

3 Mas os príncipes dos filhos de Amon disseram a Hanum: Pensas tu que Davi honra a teu pai, enviando-te consoladores? não vêm a ti os seus servos para esquadrinhar, destruir e espiar a terra?

4 Por isso Hanum tomou os servos de Davi, e os raspou, e cortou-lhes as vestes no meio pelas nádegas, e os despediu.

5 Então alguns foram e contaram a Davi como os homens eram servidos; e ele enviou para encontrá-los; porque os homens estavam muito envergonhados. E o rei disse: Fiquem em Jericó até que suas barbas cresçam e depois voltem.

6 E quando os filhos de Amom viram que tinham se tornado odiosos a Davi, Hanum e os filhos de Amom enviaram mil talentos de prata para alugar carros e cavaleiros da Mesopotâmia, e de Síriamaaca, e de Zobá.

7 Assim alugaram trinta e dois mil carros, e o rei de Maaca e seu povo; que veio e se lançou diante de Medeba. E os filhos de Amon se reuniram de suas cidades e vieram para a batalha.

8 E quando Davi soube disso, enviou Joab e todo o exército dos valentes.

9 E os filhos de Amon saíram, e ordenaram a batalha diante da porta da cidade; e os reis que vieram estavam sozinhos no campo.

10 Vendo Joabe que a batalha estava posta contra ele por diante e por trás, escolheu dentre todos os escolhidos de Israel, e os pôs em ordem contra os sírios.

11 E o resto do povo ele entregou na mão de Abisai, seu irmão, e eles se puseram em ordem contra os filhos de Amon.

12 E ele disse: Se os sírios forem fortes demais para mim, então tu me ajudarás; mas se os filhos de Amon forem fortes demais para ti, então eu te ajudarei.

13 Tende bom ânimo, e comportemo-nos com valentia pelo nosso povo e pelas cidades do nosso Deus; e faça o Senhor o que é bom aos seus olhos.

14 Então Joabe e o povo que estava com ele se aproximaram dos sírios para a peleja; e fugiram diante dele.

15 E quando os filhos de Amon viram que os sírios haviam fugido, eles também fugiram diante de Abisai, seu irmão, e entraram na cidade. Então Joabe chegou a Jerusalém.

16 E quando os sírios viram que estavam sendo prejudicados diante de Israel, enviaram mensageiros, e tiraram os sírios que estavam além do rio; e Sofaque, capitão do exército de Hadarezer, foi adiante deles.

17 E foi dito a Davi; e ele congregou todo o Israel, e passou o Jordão, e veio sobre eles, e pôs em ordem a batalha contra eles. Então, quando Davi pôs em ordem a batalha contra os sírios, eles lutaram com ele.

18 Mas os sírios fugiram diante de Israel; e Davi matou dos sírios sete mil homens que pelejavam em carros, e quarenta mil homens de infantaria, e matou Sofaque, capitão do exército.

19 Quando os servos de Hadarezer viram que haviam sido prejudicados diante de Israel, fizeram as pazes com Davi, e se tornaram seus servos; nem os sírios ajudariam mais os filhos de Amon. 


CAPÍTULO 20

O povo de Rabá foi torturado.

1 E aconteceu que, passado o ano, no tempo em que os reis saíram para a batalha, Joab liderou o poder do exército, e devastou o país dos filhos de Amon, e veio e sitiou Rabá. Mas Davi permaneceu em Jerusalém. E Joab feriu Rabá, e a destruiu.

2 E Davi tirou da cabeça a coroa de seu rei, e achou que pesava um talento de ouro, e nela havia pedras preciosas; e foi colocado sobre a cabeça de Davi; e ele também trouxe muito despojo da cidade.

3 E tirou o povo que estava nela, e os cortou com serras, e com grades de ferro, e com machados. Mesmo assim tratou Davi com todas as cidades dos filhos de Amom. E Davi e todo o povo voltaram para Jerusalém.

4 E aconteceu depois disso que se levantou guerra em Gezer contra os filisteus; momento em que Sibecai, o husatita, matou Sipai, que era dos filhos do gigante; e eles foram subjugados.

5 E novamente houve guerra com os filisteus; e Elhanan, filho de Jair, matou Lahmi, irmão de Golias, o giteu, cujo bastão era como o raio de um tecelão.

6 E mais uma vez houve guerra em Gate, onde estava um homem de grande estatura, cujos dedos das mãos e dos pés eram vinte e quatro, seis em cada mão e seis em cada pé; e ele também era filho do gigante.

7 Mas quando ele desafiou Israel, Jônatas, filho de Simeia, irmão de Davi, o matou.

8 Estes nasceram ao gigante em Gate; e caíram pela mão de Davi e pela mão de seus servos. 


CAPÍTULO 21

Davi, tentado por Satanás, conta o povo – Davi se arrepende – Davi escolhe a peste – Davi pelo arrependimento evita a destruição de Jerusalém – Davi tendo construído um altar, Deus dá um sinal de seu favor pelo fogo e detém a praga – Davi sacrifica ali.

1 E Satanás se levantou contra Israel, e incitou Davi a numerar Israel.

2 E disse David a Joab e aos príncipes do povo: Ide, contai a Israel desde Berseba até Dã; e traga-me o número deles, para que eu saiba.

3 E Joab respondeu: O Senhor faça o seu povo cem vezes mais do que eles; mas, rei meu senhor, não são todos servos do meu senhor? por que então meu senhor exige isso? por que ele será uma causa de transgressão para Israel?

4 No entanto, a palavra do rei prevaleceu contra Joabe. Partiu, pois, Joabe, e percorreu todo o Israel, e chegou a Jerusalém.

5 E Joab deu a Davi a soma do número do povo. E todos eles de Israel eram mil mil e cem mil homens que puxavam a espada; e Judá era quatrocentos e sessenta e dez mil homens que puxavam da espada.

6 Mas Levi e Benjamim não foram contados entre eles; porque a palavra do rei era abominável para Joabe.

7 E Deus se desagradou com isso; por isso feriu a Israel.

8 E disse Davi a Deus: Pequei muito, porque fiz isso; mas agora, rogo-te, elimina a iniqüidade do teu servo; pois fiz muita tolice.

9 E o Senhor falou a Gade, vidente de Davi, dizendo:

10 Vai contar a Davi, dizendo: Assim diz o Senhor: Três coisas te ofereço; escolhe-te um deles, para que eu te faça.

11 Então Gade veio a Davi e disse-lhe: Assim diz o Senhor: Escolhe-te

12 Ou três anos de fome; ou três meses para ser destruído diante de teus inimigos, enquanto a espada de teus inimigos te alcança; ou então três dias a espada do Senhor, sim, a peste, na terra, e o anjo do Senhor destruindo em todos os termos de Israel. Agora, pois, avisa-te que palavra hei de trazer àquele que me enviou.

13 E disse David a Gad: Estou em grande apuro; deixe-me cair agora nas mãos do Senhor; pois muito grandes são suas misericórdias; mas não me deixe cair nas mãos do homem.

14 Então o Senhor enviou a peste sobre Israel; e caíram de Israel setenta mil homens.

15 E Deus enviou um anjo a Jerusalém para destruí-la. E o anjo estendeu a mão para Jerusalém para destruí-la; e Deus disse ao anjo: Fica agora a tua mão, basta; pois enquanto ele estava destruindo, o Senhor viu Israel, que ele se arrependeu do mal; por isso o Senhor deteve o anjo que destruiu, enquanto estava na eira de Ornan, o jebuseu.

16 E David levantou os olhos e viu o anjo do Senhor em pé entre a terra e o céu, tendo na mão uma espada desembainhada estendida sobre Jerusalém. Então Davi e os anciãos de Israel, que estavam vestidos de pano de saco, prostraram-se sobre seus rostos.

17 E disse Davi a Deus: Não sou eu que mandei contar o povo? mesmo eu sou o que pequei e fiz o mal; mas quanto a essas ovelhas, o que fizeram? rogo-te que a tua mão, ó Senhor meu Deus, esteja sobre mim e sobre a casa de meu pai; mas não sobre o teu povo, para que sejam atormentados.

18 Então o anjo do Senhor ordenou a Gade que dissesse a Davi que subisse e levantasse um altar ao Senhor na eira de Ornã, o jebuseu.

19 E David subiu ao dito de Gad, que ele falou em nome do Senhor.

20 Ora, Ornã estava debulhando trigo, e seus quatro filhos com ele; e Ornan voltou e viu o anjo, e eles se esconderam.

21 E quando David chegou a Ornan, Ornan olhou e viu David, e saiu da eira, e inclinou-se a David com o rosto em terra.

22 Então disse Davi a Ornã: Concede-me o lugar desta eira, para que ali edifique um altar ao Senhor; tu me concederás pelo preço total; para que a praga seja afastada do povo.

23 E Ornã disse a Davi: Toma para ti, e faça o rei meu senhor o que bem lhe parecer; eis que também te dou os bois para holocaustos, e os trilhos para lenha, e o trigo para a oferta de alimentos; Eu dou tudo.

24 E o rei Davi disse a Ornan: Não; mas eu o comprarei pelo preço total; pois não tomarei o que é teu para o Senhor, nem oferecerei holocaustos sem custo.

25 Então Davi deu a Ornã por peso seiscentos siclos de ouro.

26 E Davi edificou ali um altar ao Senhor, e ofereceu holocaustos e ofertas pacíficas, e invocou o Senhor; e ele lhe respondeu do céu com fogo sobre o altar do holocausto.

27 E o Senhor ordenou ao anjo; e tornou a guardar a sua espada na sua bainha.

28 Naquele tempo, quando Davi viu que o Senhor lhe havia respondido na eira de Ornã, o jebuseu, então sacrificou ali.

29 Pois o tabernáculo do Senhor, que Moisés fez no deserto, e o altar do holocausto, estavam naquele tempo no alto de Gibeão.

30 Mas Davi não podia ir adiante dela para consultar a Deus; porque temeu por causa da espada do anjo do Senhor. 


CAPÍTULO 22

Davi se prepara para a construção do templo – Ele instrui Salomão.

1 Então disse Davi: Esta é a casa do Senhor Deus, e este é o altar do holocausto para Israel.

2 E Davi mandou reunir os estrangeiros que estavam na terra de Israel, e pôs pedreiros para lavrar pedras lavradas para edificar a casa de Deus.

3 E Davi preparou ferro em abundância para os pregos das portas das portas e para as juntas; e bronze em abundância sem peso;

4 Também cedros em abundância; porque os sidônios e os de Tiro trouxeram muita madeira de cedro a Davi.

5 E disse Davi: Salomão, meu filho, é jovem e tenro, e a casa que há de ser edificada para o Senhor deve ser grandíssima, de fama e de glória em todos os países; Vou, portanto, agora fazer a preparação para isso. Então Davi se preparou abundantemente antes de sua morte.

6 Então chamou Salomão, seu filho, e o encarregou de construir uma casa para o Senhor Deus de Israel.

7 E disse Davi a Salomão: Meu filho, quanto a mim, pensei em construir uma casa ao nome do Senhor meu Deus.

8 Mas veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Tu derramaste muito sangue e fizeste grandes guerras; não edificarás casa ao meu nome, porque muito sangue derramaste sobre a terra à minha vista.

9 Eis que te nascerá um filho, que será um homem de descanso; e dar-lhe-ei descanso de todos os seus inimigos em redor, porque o seu nome será Salomão, e darei paz e sossego a Israel nos seus dias.

10 Ele construirá uma casa ao meu nome; e ele será meu filho, e eu serei seu pai; e estabelecerei para sempre o trono do seu reino sobre Israel.

11 Agora, meu filho, o Senhor seja contigo; e prospera, e edifica a casa do Senhor teu Deus, como ele disse de ti.

12 Somente o Senhor te dê sabedoria e entendimento, e te dê ordens a respeito de Israel, para que guardes a lei do Senhor teu Deus.

13 Então prosperarás, se cuidares de cumprir os estatutos e os juízos que o Senhor ordenou a Moisés a respeito de Israel; seja forte e tenha bom ânimo; não temas, nem te espantes.

14 Agora, eis que na minha angústia preparei para a casa do Senhor cem mil talentos de ouro e mil mil talentos de prata; e de latão e ferro sem peso; pois é em abundância; também madeira e pedra preparei; e tu podes acrescentar a isso.

15 Além disso, há trabalhadores em abundância contigo, talhadores e trabalhadores de pedra e madeira, e todos os homens astutos para todo tipo de trabalho.

16 Do ouro, da prata, do bronze e do ferro, não há número. Levanta-te, pois, e faze, e o Senhor seja contigo.

17 Davi ordenou também a todos os príncipes de Israel que ajudassem Salomão, seu filho, dizendo:

18 Não está o Senhor teu Deus contigo? e não vos deu descanso por todos os lados? porque entregou nas minhas mãos os moradores da terra; e a terra está subjugada perante o Senhor e perante o seu povo.

19 Agora, ponha o seu coração e a sua alma em buscar ao Senhor, seu Deus; Levantai-vos, pois, e edificai o santuário do Senhor Deus, para trazer a arca da aliança do Senhor, e os vasos sagrados de Deus, à casa que há de ser edificada ao nome do Senhor. 


CAPÍTULO 23

Davi faz Salomão rei – O ofício dos levitas. 

1 Então, quando Davi ficou velho e cheio de dias, ele fez Salomão, seu filho, rei sobre Israel.

2 E reuniu todos os príncipes de Israel, com os sacerdotes e os levitas.

3 Ora, os levitas foram contados da idade de trinta anos para cima; e seu número por suas pesquisas, homem por homem, era trinta e oito mil.

4 Dos quais vinte e quatro mil deviam iniciar a obra da casa do Senhor; e seis mil eram oficiais e juízes;

5 Além disso, quatro mil eram porteiros; e quatro mil louvaram ao Senhor com os instrumentos que eu fiz, disse Davi, para louvar com eles.

6 E Davi os dividiu em turmas entre os filhos de Levi, a saber, Gérson, Coate e Merari.

7 Dos gersonitas estavam Laadã e Simei.

8 Os filhos de Laadã; o chefe era Jeiel, e Zetão, e Joel, três.

9 Os filhos de Simei; Shelomith, e Haziel, e Haran, três. Estes foram os chefes dos pais de Laadan.

10 E os filhos de Simei foram Jaate, Zina, Jeús e Berias. Estes quatro eram filhos de Simei.

11 E Jahath era o chefe, e Zizah o segundo; mas Jeús e Berias não tiveram muitos filhos; portanto, eles estavam em um acerto de contas, segundo a casa de seu pai.

12 Os filhos de Coate; Amram, Izhar, Hebron e Uziel, quatro.

13 Os filhos de Anrão; Arão e Moisés; e Arão foi separado para santificar as coisas santíssimas, ele e seus filhos para sempre, para queimar incenso perante o Senhor, para ministrar a ele e abençoar em seu nome para sempre.

14 Ora, quanto a Moisés, homem de Deus, seus filhos foram chamados da tribo de Levi.

15 Os filhos de Moisés foram Gérson e Eliézer.

16 Dos filhos de Gérson, Sebuel era o chefe.

17 E foram os filhos de Eliezer, Rehabias, o chefe. E Eliezer não teve outros filhos; mas os filhos de Reabias eram muitos.

18 Dos filhos de Izar; Selomite, o chefe.

19 Dos filhos de Hebrom; Jerias o primeiro, Amarias o segundo, Jaaziel o terceiro e Jekameam o quarto.

20 Dos filhos de Uziel; Miquéias o primeiro e Jesias o segundo.

21 Os filhos de Merari; Mahli e Mushi. Os filhos de Mali; Eleazar e Quis.

22 E Eleazar morreu, e não teve filhos, mas filhas; e ali os irmãos os filhos de Quis os levaram.

23 Os filhos de Musi; Mahli, Eder e Jeremote, três.

24 Estes foram os filhos de Levi segundo a casa de seus pais; sim, os chefes dos pais, contados segundo o número de seus nomes, segundo as suas cédulas, os que trabalhavam para o serviço da casa do Senhor, desde a idade de vinte anos para cima.

25 Pois Davi disse: O Senhor Deus de Israel deu descanso ao seu povo, para que habite em Jerusalém para sempre;

26 E também aos levitas; não levarão mais o tabernáculo, nem quaisquer utensílios dele para o seu serviço.

27 Pois pelas últimas palavras de Davi foram contados os levitas de vinte anos para cima;

28 Porque o seu ofício era servir os filhos de Arão para o serviço da casa do Senhor, nos átrios e nas câmaras, e na purificação de todas as coisas sagradas, e na obra do serviço da casa de Deus;

29 Tanto para os pães da proposição, como para a flor de farinha para a oferta de alimentos, e para os bolos ázimos, e para os assados na assadeira, e para os fritos, e para todas as medidas e tamanhos;

30 E ficar de pé todas as manhãs para agradecer e louvar ao Senhor, e também à tarde;

31 E para oferecer todos os holocaustos ao Senhor nos sábados, nas luas novas e nas solenidades, por número, segundo a ordem que lhes foi ordenada, continuamente perante o Senhor;

32 E que guardassem o encargo do tabernáculo da congregação, e o encargo do lugar santo, e o encargo dos filhos de Arão, seus irmãos, no serviço da casa do Senhor. 

CAPÍTULO 24

As divisões dos filhos de Arão.

1 Estas são as turmas dos filhos de Arão. Os filhos de Arão; Nadabe e Abiú, Eleazar e Itamar.

2 Mas Nadabe e Abiú morreram antes de seu pai, e não tiveram filhos; portanto Eleazar e Itamar executaram o ofício do sacerdote.

3 E David os distribuiu, tanto Zadoque dos filhos de Eleazar, como Aimeleque dos filhos de Itamar, de acordo com seus cargos em seu serviço.

4 E acharam-se mais chefes dos filhos de Eleazar do que dos filhos de Itamar; e assim foram divididos. Entre os filhos de Eleazar havia dezesseis chefes da casa de seus pais, e oito entre os filhos de Itamar segundo a casa de seus pais.

5 Assim foram divididos por sorte, uma com a outra; porque os governadores do santuário e os governadores da casa de Deus eram dos filhos de Eleazar e dos filhos de Itamar.

6 E Semaías, filho de Netanel, o escriba, um dos levitas, os escreveu perante o rei e os príncipes, e o sacerdote Zadoque, e Aimeleque, filho de Abiatar, e perante os chefes dos pais dos sacerdotes e dos levitas; uma casa principal sendo tomada para Eleazar, e uma tomada para Itamar.

7 E saiu a primeira sorte a Jeoiaribe, a segunda a Jedaías,

8 A terceira para Harim, a quarta para Seorim,

9 A quinta para Malquias, a sexta para Mijamin,

10 A sétima a Hacoz, a oitava a Abias,

11 A nona a Jesua, a décima a Secanias,

12 A undécima a Eliasibe, a duodécima a Jaquim,

13 A décima terceira a Hupa, a décima quarta a Jesebeabe,

14 A décima quinta a Bilgah, a décima sexta a Imer,

15 A décima sétima a Hezir, a décima oitava a Afses,

16 A décima nona a Petaías, a vigésima a Jezequel,

17 A vigésima uma para Jaquim, a vigésima duas para Gamul,

18 A vigésima terceira para Delaías, a vigésima quarta para Maazias.

19 Estas foram as ordenanças que eles tiveram no seu serviço para entrar na casa do Senhor, conforme o seu costume, sob Arão, seu pai, como o Senhor Deus de Israel lhe ordenara.

20 E os demais filhos de Levi foram estes; Dos filhos de Anrão; Shubael; dos filhos de Subael; Jehdeias.

21 Sobre Reabias; dos filhos de Reabias, o primeiro foi Issias.

22 dos izareus; Shelomoth; dos filhos de Selomote; Jahath.

23 E os filhos de Hebrom; Jerias o primeiro, Amarias o segundo, Jaaziel o terceiro, Jekameam o quarto.

24 Dos filhos de Uziel; Michá; dos filhos de Mica; Shamir.

25 O irmão de Mica era Issias; dos filhos de Issias; Zacarias.

26 Os filhos de Merari foram Mali e Musi; os filhos de Jaazias; Beno.

27 Os filhos de Merari com Jaazias; Beno, e Shoham, e Zaccur, e Ibri.

28 De Mali veio Eleazar, que não teve filhos.

29 Sobre Quis; o filho de Quis foi Jerameel.

30 Os filhos de Mushi também; Mali, Eder e Jerimote. Estes foram os filhos dos levitas segundo a casa de seus pais.

31 Estes também lançaram sortes contra seus irmãos, os filhos de Arão, na presença do rei Davi, e Zadoque, e Aimeleque, e os chefes dos pais dos sacerdotes e levitas, sim, os principais pais contra seus irmãos mais novos. 


CAPÍTULO 25

O número de cantores.

1 Além disso, Davi e os capitães do exército se separaram para o serviço dos filhos de Asafe, e de Hemã, e de Jedutum, que profetizavam com harpas, alaúdes e címbalos; e o número dos trabalhadores de acordo com seu serviço era;

2 Dos filhos de Asafe; Zacur, e José, e Netanias, e Asarela, filhos de Asafe, sob as mãos de Asafe, que profetizava segundo a ordem do rei.

3 De Jedutum; os filhos de Jedutum; Gedalias, e Zeri, e Jesaías, Hasabias e Matitias, seis, sob as mãos de seu pai Jedutum, que profetizava com harpa, para dar graças e louvar ao Senhor.

4 de Hemã; os filhos de Hemã; Buquias, Matanias, Uziel, Sebuel, Jerimote, Hananias, Hanani, Eliata, Giddalti e Romati-ezer, Josbecasa, Malote, Hotir e Maaziote;

5 Todos estes eram filhos de Hemã, o vidente do rei, nas palavras de Deus, para levantar o chifre. E Deus deu a Hemã quatorze filhos e três filhas.

6 Todos estes estavam sob as mãos de seu pai para cantar na casa do Senhor, com címbalos, saltérios e harpas, para o serviço da casa de Deus, conforme a ordem do rei a Asafe, Jedutum e Hemã.

7 Assim o número deles, com seus irmãos instruídos nos cânticos do Senhor, todos os que eram astutos, era duzentos e oitenta e oito.

8 E eles lançaram sortes, guarda contra guarda, tanto o pequeno como o grande, o mestre como o erudito.

9 E saiu a primeira sorte de Asafe a José; o segundo a Gedalias, que com seus irmãos e filhos eram doze;

10 O terceiro a Zacur, ele, seus filhos e irmãos, eram doze;

11 O quarto de Izri, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

12 O quinto a Netanias, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

13 O sexto a Buquias, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

14 A sétima a Jesarela, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

15 A oitava a Jesaías, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

16 A nona a Matanias, ele, seus filhos e irmãos, eram doze;

17 A décima para Simei, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

18 A undécima a Azareel, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

19 A décima segunda a Hasabias, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

20 A décima terceira a Subael, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

21 A décima quarta a Matitias, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

22 A décima quinta a Jeremote, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

23 A décima sexta a Hanaías, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

24 A décima sétima a Josbecasa, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

25 A décima oitava a Hanani, ele, seus filhos e irmãos, eram doze;

26 A décima nona a Malote, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

27 A vigésima a Eliata, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

28 A vigésima uma para Hotir, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

29 A vigésima segunda a Giddalti, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

30 A vigésima terceira a Mahazioth, ele, seus filhos e seus irmãos, eram doze;

31 A vigésima quarta a Românti-ezer, seus filhos e irmãos, foram doze. 


CAPÍTULO 26

A divisão dos porteiros – Os portões atribuídos por sorteio – Os levitas que cuidavam dos tesouros – Oficiais e juízes.

1 Quanto às divisões dos porteiros; Dos coreus era Meselemias, filho de Core, dos filhos de Asafe.

2 E foram os filhos de Meselemias: Zacarias o primogênito, Jediael o segundo, Zebadias o terceiro, Jatniel o quarto,

3 Elão o quinto, Joanã o sexto, Elioenai o sétimo.

4 Os filhos de Obede-Edom foram: Semaías o primogênito, Jeozabade o segundo, Joá o terceiro, Sacar o quarto, Netanel o quinto,

5 Amiel o sexto, Issacar o sétimo, Peulthai o oitavo; pois Deus o abençoou.

6 Também a Semaías, seu filho, nasceram filhos, que governaram toda a casa de seu pai; porque eram homens valentes.

7 Os filhos de Semaías; Otni, e Refael, e Obede, Elzabad, cujos irmãos eram homens fortes, Eliú e Semaquias.

8 Todos estes dos filhos de Obede-Edom; eles e seus filhos e seus irmãos, homens capazes de força para o serviço, eram sessenta e dois de Obede-Edom.

9 E Meselemias teve filhos e irmãos, homens fortes, dezoito.

10 Também Hosa, dos filhos de Merari, teve filhos; Simri, o chefe (pois, embora ele não fosse o primogênito, seu pai o fez o chefe;)

11 Hilquias o segundo, Tebalias o terceiro, Zacarias o quarto; todos os filhos e irmãos de Hosa foram treze.

12 Entre estes estavam as turmas dos porteiros, sim, entre os chefes, tendo guardas uns contra os outros, para ministrar na casa do Senhor.

13 E lançaram sortes, tanto os pequenos como os grandes, segundo a casa de seus pais, para cada porta.

14 E a sorte do oriente caiu a Selemias. Então, para Zacarias, seu filho, um sábio conselheiro, eles lançaram sortes; e seu lote saiu para o norte.

15 a Obede-Edom, para o sul; e a seus filhos a casa de Asupim.

16 A Seupim e Hosa saiu a sorte para o ocidente, com a porta de Shallecheth, junto ao caminho da subida, de um lado ao outro.

17 Ao oriente havia seis levitas, ao norte quatro por dia, ao sul quatro por dia, e em direção a Asupim dois e dois.

18 Em Parbar, a oeste, quatro na calçada e dois em Parbar.

19 Estas são as turmas dos porteiros entre os filhos de Core e entre os filhos de Merari.

20 E dos levitas, Aías estava sobre os tesouros da casa de Deus e sobre os tesouros das coisas consagradas.

21 Quanto aos filhos de Laadã; os filhos do gersanita Laadã, os principais pais, sim, de Laadã, o gersonita, eram Jeeli.

22 Os filhos de Jeeli; Zetão e Joel, seu irmão, que estavam sobre os tesouros da casa do Senhor.

23 Dos anramitas, e dos izareus, dos hebronitas e dos uzielitas;

24 E Sebuel, filho de Gérson, filho de Moisés, era o chefe dos tesouros.

25 E seus irmãos por Eliezer; de quem foi filho Reabias, de quem foi filho Jesaías, de quem foi filho Jorão, de quem foi filho Zicri, de quem foi filho Selomite;

26 O qual Selomite e seus irmãos estavam sobre todos os tesouros das coisas consagradas que o rei Davi, e os principais pais, os capitães de milhares e de cem, e os capitães do exército, haviam consagrado.

27 Dos despojos ganhos nas batalhas eles dedicaram à manutenção da casa do Senhor.

28 E tudo o que Samuel, o vidente, e Saul, filho de Quis, e Abner, filho de Ner, e Joab, filho de Zeruia, haviam dedicado; e quem quer que tenha dedicado alguma coisa, estava sob a mão de Shelomith e de seus irmãos.

29 Dos Izários, Quenanias e seus filhos eram para os negócios externos de Israel, para oficiais e juízes.

30 E dos hebronitas, Hasabias e seus irmãos, homens valentes, mil e setecentos, eram oficiais entre eles de Israel, deste lado do Jordão, para o ocidente, em todos os negócios do Senhor e no serviço do rei.

31 Entre os hebronitas estava Jeriás, o chefe, sim, entre os hebronitas, segundo as gerações de seus pais. No quadragésimo ano do reinado de Davi eles foram procurados, e foram encontrados entre eles valentes valentes em Jazer de Gileade.

32 E seus irmãos, homens valentes, eram dois mil e setecentos pais principais, a quem o rei Davi constituiu governantes sobre os rubenitas, os gaditas e a meia tribo de Manassés, para todos os assuntos relativos a Deus e assuntos do rei. 


CAPÍTULO 27

Os doze capitães – Os príncipes das doze tribos.

1 Ora, os filhos de Israel segundo o seu número, a saber, os principais pais e capitães de mil e cem, e os seus oficiais que serviam ao rei em todas as carreiras, que entravam e saíam mês a mês durante todos os meses do ano, de cada curso foram vinte e quatro mil.

2 Sobre o primeiro prato do primeiro mês estava Jasobeão, filho de Zabdiel; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

3 Dos filhos de Perez foi o chefe de todos os capitães do exército durante o primeiro mês.

4 E ao longo do segundo mês era Dodai um Ahhiite, e de seu curso era Mikloth também o governante; em seu curso também foram vinte e quatro mil.

5 O terceiro capitão do exército do terceiro mês foi Benaia, filho de Joiada, sumo sacerdote; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

6 Este é aquele Benaia, que era poderoso entre os trinta, e acima dos trinta; e em seu curso estava Ammizabad seu filho.

7 O quarto capitão do quarto mês foi Asael, irmão de Joab, e Zebadias, seu filho depois dele; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

8 O quinto capitão do quinto mês foi Samute, o izraíta; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

9 O sexto capitão do sexto mês foi Ira, filho de Ikkes, o tecoíta; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

10 O sétimo capitão do sétimo mês foi Helez, o pelonita, dos filhos de Efraim; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

11 O oitavo capitão do oitavo mês foi Sibecai, o husatita, dos zarreus; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

12 O nono capitão do nono mês foi Abiezer, o anehotita, dos benjamitas; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

13 O décimo capitão do décimo mês foi Maharai, o netofatita, dos zarreus; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

14 O décimo primeiro capitão do undécimo mês foi Benaia, o piratonita, dos filhos de Efraim; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

15 O décimo segundo capitão do décimo segundo mês foi Heldai, o netofatita, de Otniel; e em seu curso foram vinte e quatro mil.

16 Além disso, sobre as tribos de Israel; o governante dos rubenitas era Eliezer, filho de Zicri; dos simeonitas, Sefatias, filho de Maaca;

17 Dos levitas, Hasabias, filho de Quemuel; dos aaronitas, Zadoque;

18 De Judá, Eliú, um dos irmãos de Davi; de Issacar, Onri, filho de Michael;

19 De Zebulom, Ismaías, filho de Obadias; de Naftali, Jerimote, filho de Azriel;

20 Dos filhos de Efraim, Oséias, filho de Azazias; da meia tribo de Manassés, Joel, filho de Pedaías;

21 Da meia tribo de Manassés de Gileade, Ido, filho de Zacarias; de Benjamim, Jaasiel, filho de Abner.

22 De Dã, Azareel, filho de Jeroão. Estes eram os príncipes das tribos de Israel.

23 Mas Davi não tomou o número deles de vinte anos para baixo; porque o Senhor havia dito que aumentaria Israel como as estrelas dos céus.

24 Joabe, filho de Zeruia, começou a contar, mas não terminou, porque por isso caiu ira contra Israel; nem o número foi colocado no relato das crônicas do rei Davi.

25 E sobre os tesouros do rei estava Azmaveth, filho de Adiel; e sobre os depósitos nos campos, nas cidades, e nas aldeias, e nos castelos, estava Jonatã, filho de Uzias;

26 E sobre os que trabalhavam no campo para lavrar a terra estava Esri, filho de Quelube;

27 E sobre as vinhas estava Simei, o rematita; sobre o aumento das vinhas para as adegas estava Zabdi, o Shipmita;

28 E sobre as oliveiras e os sicômoros que estavam na baixada estava Baal-hanan, o gederita; e sobre os porões de azeite estava Joás;

29 E sobre os rebanhos que pastavam em Sarom estava Shitrai, o Saronita; e sobre os rebanhos que estavam nos vales estava Safat, filho de Adlai;

30 Sobre os camelos também estava Obil, o ismaelita; e sobre os jumentos estava Jedeias, o meronotita;

31 E sobre os rebanhos estava Jaziz, o hagarita. Todos estes eram os governantes da substância que era do rei Davi.

32 Também o tio de Jônatas Davi era conselheiro, sábio e escriba; e Jeiel, filho de Hachmoni, estava com os filhos do rei;

33 E Aitofel era conselheiro do rei; e Husai, o arquita, era o companheiro do rei;

34 Depois de Aitofel vieram Joiada, filho de Benaia, e Abiatar; e o general do exército do rei era Joabe. 


CAPÍTULO 28

Davi exorta a temer a Deus – Ele encoraja Salomão a construir o templo.

1 E Davi reuniu todos os príncipes de Israel, os príncipes das tribos, e os capitães das companhias que serviam ao rei por ordem, e os capitães dos milhares, e os capitães das centenas, e os despenseiros sobre toda a fazenda e possessão do rei e de seus filhos, com os oficiais, e com os valentes, e com todos os valentes, para Jerusalém.

2 Então o rei Davi se pôs de pé e disse: Ouvi-me, irmãos meus e povo meu; Quanto a mim, eu tinha em meu coração construir uma casa de descanso para a arca da aliança do Senhor e para o escabelo de nosso Deus, e havia preparado para a construção;

3 Mas Deus me disse: Não edificarás casa ao meu nome, porque foste homem de guerra e derramaste sangue.

4 Mas o Senhor Deus de Israel me escolheu diante de toda a casa de meu pai para ser rei sobre Israel para sempre; porque ele escolheu Judá para ser o governante; e da casa de Judá, a casa de meu pai; e entre os filhos de meu pai ele gostou de mim para me fazer rei sobre todo o Israel;

5 E de todos os meus filhos (porque o Senhor me deu muitos filhos), ele escolheu meu filho Salomão para sentar-se no trono do reino do Senhor sobre Israel.

6 E disse-me: Teu filho Salomão edificará a minha casa e os meus átrios; porque eu o escolhi para ser meu filho, e eu serei seu pai.

7 Além disso, estabelecerei o seu reino para sempre, se ele for constante em cumprir os meus mandamentos e os meus juízos, como neste dia.

8 Agora, pois, diante de todo o Israel, a congregação do Senhor, e na audiência do nosso Deus, guarda e busca todos os mandamentos do Senhor teu Deus; para que possuais esta boa terra e a deixeis por herança para vossos filhos depois de vós para sempre.

9 E tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai, e serve-o com um coração perfeito e uma mente voluntária; porque o Senhor esquadrinha todos os corações e compreende todas as imaginações dos pensamentos; se o buscares, ele será achado por ti; mas se o abandonares, ele te rejeitará para sempre.

10 Preste atenção agora; porque o Senhor te escolheu para construir uma casa para o santuário; seja forte e faça.

11 Então Davi deu a Salomão, seu filho, o modelo do alpendre, e das suas casas, e dos seus tesouros, e dos seus aposentos superiores, e dos seus salões internos, e do lugar do propiciatório.

12 E o modelo de tudo o que ele tinha pelo Espírito, dos átrios da casa do Senhor e de todas as câmaras ao redor, dos tesouros da casa de Deus e dos tesouros das coisas consagradas;

13 Também para as turmas dos sacerdotes e dos levitas, e para toda a obra do serviço da casa do Senhor, e para todos os utensílios do serviço da casa do Senhor.

14 Ele deu ouro por peso por coisas de ouro, para todos os instrumentos de todo tipo de serviço; prata também para todos os instrumentos de prata por peso, para todos os instrumentos de todo tipo de serviço;

15 O peso dos candelabros de ouro e das suas lâmpadas de ouro, o peso de cada candelabro e das suas lâmpadas; e para os candelabros de prata por peso, tanto para o candelabro, como também para as suas lâmpadas, conforme o uso de cada candelabro.

16 E por peso deu ouro para as mesas dos pães da proposição, para cada mesa; e também prata para as mesas de prata;

17 Também ouro puro para os ganchos, as taças e os copos; e para as bacias de ouro ele deu ouro por peso para cada bacia; e também prata por peso para cada bacia de prata;

18 E para o altar de incenso ouro refinado por peso; e ouro para o modelo do carro dos querubins, que estendiam as asas e cobriam a arca da aliança do Senhor.

19 Tudo isso, disse Davi, o Senhor me fez entender por escrito por sua mão sobre mim, todas as obras deste modelo.

20 E disse Davi a Salomão, seu filho: Esforça-te e tem bom ânimo, e faze-o; não temas, nem te espantes, porque o Senhor Deus, meu Deus, será contigo; ele não te deixará, nem te desamparará, até que você termine toda a obra para o serviço da casa do Senhor.

21 E eis que as turmas dos sacerdotes e dos levitas estarão contigo para todo o serviço da casa de Deus; e haverá contigo para todo tipo de obra todo homem hábil disposto, para qualquer tipo de serviço; também os príncipes e todo o povo estarão inteiramente ao teu comando. 


CAPÍTULO 29

As ofertas, ações de graças e oração de Davi – O povo faz de Salomão rei – o reinado e a morte de Davi.

1 Disse mais o rei Davi a toda a congregação: Salomão, meu filho, a quem só Deus escolheu, ainda é jovem e tenro, e a obra é grande; pois o palácio não é para o homem, mas para o Senhor Deus.

2 Agora preparei com todas as minhas forças para a casa do meu Deus o ouro para as coisas de ouro, a prata para as de prata, o bronze para as de bronze, o ferro para as de ferro e a madeira para coisas de madeira; pedras de ônix, e pedras de engaste, pedras brilhantes e de várias cores, e toda sorte de pedras preciosas, e pedras de mármore em abundância.

3 Além disso, porque tenho afeição pela casa do meu Deus, tenho do meu próprio bem, ouro e prata, que dei à casa do meu Deus, além de tudo o que preparei para o casa sagrada,

4 Três mil talentos de ouro, do ouro de Ofir, e sete mil talentos de prata refinada, para revestir as paredes das casas;

5 O ouro para as coisas de ouro, e a prata para as coisas de prata, e para todo tipo de trabalho a ser feito pelas mãos de artífices. E quem então está disposto a consagrar seu serviço hoje ao Senhor?

6 Então os chefes dos pais e príncipes das tribos de Israel, e os chefes de mil e de cem, com os chefes da obra do rei, ofereceram voluntariamente,

7 E deu, para o serviço da casa de Deus, cinco mil talentos de ouro e dez mil drams, e dez mil talentos de prata, e dezoito mil talentos de bronze, e cem mil talentos de ferro.

8 E aqueles com quem se acharam pedras preciosas as entregaram ao tesouro da casa do Senhor, por mão de Jeiel, o gersonita.

9 Então o povo se alegrou, porque eles ofereceram voluntariamente, porque com coração perfeito eles ofereceram voluntariamente ao Senhor; e também o rei Davi se alegrou com grande alegria.

10 Por isso Davi abençoou ao Senhor diante de toda a congregação; e Davi disse: Bendito sejas tu, Senhor Deus de Israel, nosso pai, para todo o sempre.

11 Tua, ó Senhor, é a grandeza, e o poder, e a glória, e a vitória e a majestade; porque tudo o que há nos céus e na terra é teu; teu é o reino, ó Senhor, e tu és exaltado como cabeça sobre todos.

12 Riquezas e honra vêm de ti, e tu reinas sobre tudo; e na tua mão está o poder e a força; e na tua mão está para engrandecer e para dar força a todos.

13 Agora, pois, nosso Deus, damos-te graças e louvamos o teu glorioso nome.

14 Mas quem sou eu, e qual é o meu povo, para que possamos oferecer tão voluntariamente desse tipo? porque tudo vem de ti, e do que é teu te damos.

15 Porque somos estrangeiros diante de ti e peregrinos, como todos os nossos pais; nossos dias na terra são como uma sombra, e não há permanência.

16 Ó Senhor nosso Deus, todo este tesouro que preparamos para te edificar uma casa ao teu santo nome vem da tua mão e é todo teu.

17 Sei também, meu Deus, que provas o coração e te agradas da retidão. Quanto a mim, na retidão de meu coração, de boa vontade ofereci todas essas coisas; e agora vi com alegria o teu povo, que está aqui, para te oferecer voluntariamente.

18 Ó Senhor Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, nossos pais, guarda isto para sempre na imaginação dos pensamentos do coração do teu povo, e prepara para ti o coração deles;

19 E dá a Salomão, meu filho, um coração perfeito, para guardar os teus mandamentos, os teus testemunhos e os teus estatutos, e para fazer todas estas coisas, e para construir o palácio, para o qual providenciei.

20 E Davi disse a toda a congregação: Agora bendizei o Senhor vosso Deus. E toda a congregação louvou ao Senhor Deus de seus pais, e prostraram suas cabeças, e adoraram ao Senhor e ao rei.

21 E ofereceram sacrifícios ao Senhor, e ofereceram holocaustos ao Senhor, no dia seguinte, mil novilhos, mil carneiros e mil cordeiros, com as suas libações, e sacrifícios em abundância por todo o Israel ;

22 E comeu e bebeu diante do Senhor naquele dia com grande alegria. E pela segunda vez fizeram rei Salomão, filho de Davi, e ungiram-no para o Senhor como governador-mor, e Zadoque como sacerdote.

23 Então Salomão sentou-se no trono do Senhor como rei em lugar de Davi, seu pai, e prosperou; e todo o Israel lhe obedeceu.

24 E todos os príncipes, e os valentes, e todos os filhos do rei Davi também se submeteram ao rei Salomão.

25 E o Senhor engrandeceu muito a Salomão à vista de todo o Israel, e concedeu-lhe tal majestade real como nunca houve antes dele em Israel.

26 Assim reinou Davi, filho de Jessé, sobre todo o Israel.

27 E o tempo que reinou sobre Israel foi de quarenta anos; sete anos reinou em Hebrom, e trinta e três anos reinou em Jerusalém.

28 E ele morreu em boa velhice, cheio de dias, riquezas e honra; e Salomão, seu filho, reinou em seu lugar.

29 Ora, os atos do rei Davi, primeiro e último, eis que estão escritos no livro de Samuel, o vidente, e no livro de Natã, o profeta, e no livro de Gade, o vidente,

30 Com todo o seu reinado e poder, e os tempos que passaram sobre ele, e sobre Israel, e sobre todos os reinos dos países.

Biblioteca das Escrituras:

Dica de pesquisa

Digite uma única palavra ou use aspas para pesquisar uma frase inteira (por exemplo, "porque Deus amou o mundo de tal maneira").

The Remnant Church Headquarters in Historic District Independence, MO. Church Seal 1830 Joseph Smith - Church History - Zionic Endeavors - Center Place

Para recursos adicionais, visite nosso Recursos para membros página.