Gálatas

A Epístola de Paulo Apóstolo aos Gálatas

 

CAPÍTULO 1

O evangelho imutável – Paulo o recebeu por revelação.

1 Paulo, apóstolo, (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dos mortos;)

2 E todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia;

3 Graça a vós e paz da parte de Deus Pai e de nosso Senhor Jesus Cristo,

4 o qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus e nosso Pai;

5 A quem seja a glória para todo o sempre. Um homem.

6 Admiro-me de que tão cedo vos tenhais afastado daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;

7 O que não é outro; mas há alguns que o incomodam e pervertem o evangelho de Cristo.

8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que vos temos pregado, seja anátema.

9 Como já dissemos, assim digo agora outra vez: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que recebestes, seja anátema.

10 Pois agora agrado aos homens ou a Deus? ou procuro agradar aos homens? pois se ainda agradasse aos homens, não seria servo de Cristo.

11 Mas garanto-vos, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo o homem.

12 Porque não o recebi de homem algum, nem o aprendi, mas pela revelação de Jesus Cristo.

13 Pois já ouvistes falar da minha conduta antigamente na religião dos judeus, como eu persegui sem medida a igreja de Deus e a desperdicei;

14 E aproveitei na religião dos judeus mais do que muitos meus iguais em minha própria nação, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais.

15 Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou e me chamou por sua graça,

16 Para revelar seu Filho em mim, para que eu o pregue entre os gentios; imediatamente não conferi com carne e sangue;

17 Nem subi a Jerusalém, aos que foram apóstolos antes de mim; mas eu fui para a Arábia, e voltei novamente para Damasco.

18 Depois de três anos subi a Jerusalém para ver Pedro, e fiquei com ele quinze dias.

19 Mas nenhum outro dos apóstolos vi, a não ser Tiago, irmão do Senhor.

20 Ora, o que vos escrevo, eis que diante de Deus não minto.

21 Depois cheguei às regiões da Síria e da Cilícia;

22 E era desconhecido de face das igrejas da Judéia que estavam em Cristo;

23 Mas eles apenas ouviram que aquele que outrora nos persegue, agora prega a fé que outrora destruiu.

24 E glorificaram a Deus por minha causa.


CAPÍTULO 2

Falsos irmãos – Justificação pela fé – Pedro dissimulando.

1 Então, catorze anos depois, subi novamente a Jerusalém com Barnabé, e levei também Tito comigo.

2 E eu subi por revelação, e comuniquei-lhes o evangelho que prego entre os gentios, mas em particular aos que eram de reputação, para que de modo algum eu corresse ou tivesse corrido em vão.

3 Mas nem Tito, que estava comigo, sendo grego, foi obrigado a ser circuncidado.

4 Não obstante, alguns foram trazidos desprevenidos por falsos irmãos, que entraram secretamente para espiar a nossa liberdade que temos em Cristo Jesus, para nos escravizarem;

5 A quem demos lugar por sujeição, não, nem por uma hora; que a verdade do evangelho possa continuar com você.

6 Mas dos que pareciam ser alguma coisa, o que quer que fossem, para mim não importa; Deus não aceita a pessoa de nenhum homem; pois aqueles que pareciam estar um pouco em conferência nada acrescentaram a mim;

7 Mas, ao contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me foi confiado, como o evangelho da circuncisão foi a Pedro;

8 (Pois aquele que atuou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão, esse foi poderoso em mim para com os gentios;)

9 E quando Tiago, Cefas e João, que pareciam ser colunas, perceberam a graça que me foi dada, deram a mim e a Barnabé as destras da comunhão; para que fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão.

10 Só eles gostariam que nos lembrássemos dos pobres; o mesmo que eu também estava ansioso para fazer.

11 Mas quando Pedro chegou a Antioquia, resisti-lhe na cara, porque ele era culpado.

12 Porque antes de vir aquele certo de Tiago, ele comia com os gentios; mas quando eles chegaram, ele se retirou e se separou, temendo os que eram da circuncisão.

13 E os outros judeus também dissimularam com ele; de modo que também Barnabé se deixou levar pela dissimulação deles.

14 Mas, quando vi que não andavam retamente segundo a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como os judeus, por que te obrigas tu os gentios para viver como os judeus?

15 Nós, judeus por natureza, e não pecadores dos gentios,

16 Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, também temos crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei ; porque pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.

17 Mas se, enquanto procuramos ser justificados por Cristo, também nós mesmos somos achados pecadores, por isso Cristo é ministro do pecado? Deus me livre.

18 Porque, se eu reedificar as coisas que destruí, faço-me transgressor.

19 Pois eu pela lei estou morto para a lei, a fim de viver para Deus.

20 Estou crucificado com Cristo; não obstante eu vivo; contudo, não eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e se entregou a si mesmo por mim.

21 Não anulo a graça de Deus; pois se a justiça vem pela lei, então Cristo está morto em vão.


CAPÍTULO 3

Os infiéis reprovados – Os fiéis abençoados com Abraão – Batismo em Cristo.

1 Ó insensatos gálatas, quem vos enfeitiçou, para que não obedecesseis à verdade, diante de cujos olhos Jesus Cristo foi evidentemente apresentado, crucificado entre vós?

2 Isto somente eu gostaria de saber de vocês: Recebestes o Espírito pelas obras da lei, ou pela pregação da fé?

3 Você é tão tolo? tendo começado no Espírito, agora sois aperfeiçoados pela carne?

4 Sofreste tantas coisas em vão? se ainda for em vão.

5 Aquele, pois, que vos ministra o Espírito e opera milagres entre vós, o faz pelas obras da lei ou pela pregação da fé?

6 Assim como Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça.

7 Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão.

8 E a Escritura, prevendo que Deus justificaria pela fé os gentios, preanunciou o evangelho a Abraão, dizendo: Em ti serão benditas todas as nações.

9 Assim, pois, os que têm fé são abençoados com o fiel Abraão.

10 Pois todos os que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei para praticá-las.

11 Mas que ninguém é justificado pela lei diante de Deus, é evidente; pois, o justo viverá pela fé.

12 E a lei não é da fé; mas, o homem que as fizer viverá nelas.

13 Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;

14 Para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo; para que eles possam receber a promessa do Espírito pela fé.

15 Irmãos, falo como homens; Embora seja apenas a aliança de um homem, ainda assim, quando for confirmada, ninguém anula ou acrescenta a ela.

16 Ora, a Abraão e sua semente foram feitas as promessas. Ele não diz: E às sementes, como de muitos; mas como de um, E à tua descendência, que é Cristo.

17 E digo isto, que a aliança, que foi confirmada antes de Deus em Cristo, a lei, que foi quatrocentos e trinta anos depois, não pode anular, para tornar a promessa sem efeito.

18 Porque, se a herança é da lei, já não é da promessa; mas Deus o deu a Abraão por promessa.

19 Portanto, a lei foi acrescentada por causa das transgressões, até que viesse a semente a quem a promessa foi feita na lei dada a Moisés, o qual foi constituído pela mão dos anjos para ser o mediador desta primeira aliança (a lei .)

20 Ora, este mediador não era mediador da nova aliança; mas há um mediador da nova aliança, que é Cristo, como está escrito na lei sobre as promessas feitas a Abraão e sua semente. Agora Cristo é o mediador da vida; pois esta é a promessa que Deus fez a Abraão.

21 A lei é então contra as promessas de Deus? Deus me livre; pois se houvesse uma lei dada que pudesse dar vida, verdadeiramente a justiça deveria ter sido pela lei.

22 Mas a Escritura concluiu tudo sob o pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem.

23 Mas antes que viesse a fé, estávamos guardados sob a lei, fechados para a fé que depois haveria de ser revelada.

24 Portanto, a lei foi nosso mestre-escola até Cristo, para que fôssemos justificados pela fé.

25 Mas depois que veio a fé, não estamos mais sob a direção de um mestre-escola.

26 Pois todos vós sois filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo.

27 Porque todos vós que fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo.

28 Não há judeu nem grego, não há escravo nem livre, não há homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.

29 E, se sois de Cristo, sois descendência de Abraão e herdeiros conforme a promessa.


CAPÍTULO 4

Redenção por meio de Cristo – Filhos de Deus.

1 Agora digo que o herdeiro, enquanto criança, em nada difere de um servo, ainda que seja senhor de todos;

2 Mas está sob tutores e governadores até o tempo determinado pelo pai.

3 Assim também nós, quando crianças, éramos escravos dos elementos do mundo;

4 Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu filho, nascido de mulher, nascido sob a lei,

5 Para redimir os que estavam debaixo da lei, para que recebêssemos a adoção de filhos.

6 E porque sois filhos, Deus enviou o Espírito de seu filho aos vossos corações, clamando: Abba, Pai.

7 Por isso já não és servo, mas filho; e se um filho, então um herdeiro de Deus por meio de Cristo.

8 Entretanto, quando vocês não conheciam a Deus, vocês serviram àqueles que por natureza não são deuses.

9 Mas agora, depois de conheceres a Deus, ou melhor, de seres conhecidos de Deus, como vos voltais novamente para os elementos fracos e mendigos, aos quais desejais ser novamente escravos?

10 Observais dias, e meses, e tempos, e anos.

11 Tenho medo de vocês, para que não vos tenha dado trabalho em vão.

12 Irmãos, rogo-vos que sejais perfeitos como eu sou perfeito; pois estou certo de que vocês me conhecem, de modo algum me feriram com suas palavras.

13 Vós bem sabeis que, primeiramente, por enfermidades da carne vos anunciei o evangelho.

14 E a minha tentação que estava na minha carne não desprezastes, nem rejeitastes; mas me recebeu como anjo de Deus, como Cristo Jesus.

15 Onde está então a bem-aventurança de que falaste? pois dou testemunho de que, se fosse possível, você teria arrancado seus próprios olhos e os dado a mim.

16 Torno-me, pois, vosso inimigo, porque vos digo a verdade?

17 Eles o afetam zelosamente, mas não bem; sim, eles o excluiriam, para que você pudesse afetá-los.

18 Mas é bom ser zelosamente afetado sempre em algo bom, e não apenas quando estou presente com vocês.

19 Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós,

20 Desejo estar agora convosco e mudar a minha voz; pois estou em dúvida de você.

21 Dize-me, vós que desejais estar debaixo da lei, não ouvis a lei?

22 Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre.

23 Mas o que era da escrava nasceu segundo a carne; mas o da mulher livre foi por promessa.

24 O que é uma alegoria; pois estas são as duas alianças; o do monte Sinai, que gera a escravidão, que como Agar.

25 Pois este Agar é o monte Sinai na Arábia, e responde a Jerusalém que agora existe, e está em escravidão com seus filhos.

26 Mas a Jerusalém que é de cima é livre, que é a mãe de todos nós.

27 Porque está escrito: Alegra-te, estéril que não dás à luz; rompe e clama, tu que não estás de parto; porque a desolada tem muito mais filhos do que a que tem marido.

28 Agora nós, irmãos, como Isaque foi, somos os filhos da promessa.

29 Mas, como então aquele que nasceu segundo a carne perseguiu aquele que nasceu segundo o Espírito, assim é agora.

30 No entanto, o que diz a escritura? Lança fora a escrava e seu filho; porque o filho da escrava não será herdeiro com o filho da livre.

31 Portanto, irmãos, não somos filhos da escrava, mas da livre.


CAPÍTULO 5

A liberdade do evangelho – As obras da carne – Os frutos do Espírito.

1 Permanecei, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não vos enredeis novamente no jugo da escravidão.

2 Eis que eu vos digo que, se vos circuncidardes, Cristo de nada vos aproveitará.

3 Porque de novo testifico a todo homem circuncidado que é devedor para cumprir toda a lei.

4 Cristo se tornou inútil para vocês, todos os que de vocês são justificados pela lei; vocês caíram da graça.

5 Pois pelo Espírito esperamos a esperança da justiça pela fé.

6 Porque em Jesus Cristo nem a circuncisão vale coisa alguma, nem a incircuncisão; mas a fé que opera pelo amor.

7 Você correu bem; quem vos impediu para que não obedecesseis à verdade?

8 Esta persuasão não vem daquele que vos chama.

9 Um pouco de fermento leveda toda a massa.

10 Confio em vós por meio do Senhor, para que ninguém pense de outra forma; mas aquele que vos perturba levará o seu julgamento, seja ele quem for.

11 E eu, irmãos, se ainda prego a circuncisão, por que sofro ainda perseguição? então a ofensa da cruz cessou.

12 Quem dera que fossem cortados, o que te incomoda.

13 Pois, irmãos, fostes chamados à liberdade; apenas não useis a liberdade por ocasião da carne, mas pelo amor sirvam uns aos outros.

14 Pois toda a lei se cumpre em uma palavra, mesmo nesta; Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

15 Mas, se vos mordeis e vos devorais uns aos outros, vede que não sejais consumidos uns dos outros.

16 Digo isto: Andai no Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.

17 Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes são contrários um ao outro; para que não possais fazer as coisas que quereis.

18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.

19 Ora, as obras da carne são manifestas, que são estas: adultério, fornicação, impureza, lascívia,

20 Idolatria, feitiçaria, ódio, discórdia, emulações, iras, contendas, sedições, heresias,

21 Invejas, homicídios, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes; do que eu vos digo antes, como também vos disse no passado, que aqueles que fazem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

22 Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé,

23 Mansidão, temperança; Contra tal não há lei.

24 E os que são de Cristo crucificaram a carne com as paixões e concupiscências.

25 Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.

26 Não sejamos desejosos de vanglória, provocando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.


CAPÍTULO 6

Trate gentilmente com os que erram – Faça o bem a todos os homens.

1 Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de mansidão; considera-te, para que também não sejas tentado.

2 Levem os fardos uns dos outros, e assim cumpram a lei de Cristo.

3 Pois, se alguém pensa ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.

4 Mas cada um prove a sua própria obra, e então terá alegria em si mesmo, e não em outro.

5 Pois cada homem levará seu próprio fardo.

6 Aquele que é ensinado na palavra comunique-se ao que ensina todas as coisas boas.

7 Não se deixe enganar; Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.

8 Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.

9 E não nos cansemos de fazer o bem; pois a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.

10 Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.

11 Vedes como é grande a carta que vos escrevi com minha própria mão.

12 Todos os que desejam exibir-se na carne, constrangem-te a ser circuncidados; apenas para que não sofram perseguição pela cruz de Cristo.

13 Pois nem eles mesmos que são circuncidados guardam a lei; mas desejam que vocês sejam circuncidados, para que se gloriem em sua carne.

14 Mas Deus não permita que eu me glorie, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por quem o mundo está crucificado para mim, e eu para o mundo.

15 Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão vale nada, nem a incircuncisão, mas a nova criatura.

16 E a todos quantos andarem segundo esta regra, a paz esteja com eles, e misericórdia, e sobre o Israel de Deus.

17 Desde agora, ninguém me incomode; pois trago em meu corpo as marcas do Senhor Jesus.

18 Irmãos, a graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com o vosso espírito. Um homem. Aos Gálatas, escrito de Roma.

Biblioteca das Escrituras:

Dica de pesquisa

Digite uma única palavra ou use aspas para pesquisar uma frase inteira (por exemplo, "porque Deus amou o mundo de tal maneira").

The Remnant Church Headquarters in Historic District Independence, MO. Church Seal 1830 Joseph Smith - Church History - Zionic Endeavors - Center Place

Para recursos adicionais, visite nosso Recursos para membros página.