Tito

A Epístola de Paulo a Tito

 

CAPÍTULO 1

Promessa de vida eterna – Ordenação de presbíteros, qualificação de bispos.

1 Paulo, servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus e o conhecimento da verdade segundo a piedade;

2 Na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos séculos dos séculos;

3 Mas no devido tempo manifestou a sua palavra por meio da pregação que me foi confiada segundo o mandamento de Deus nosso Salvador;

4 A Tito, meu próprio filho segundo a fé comum; Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo nosso Salvador.

5 Por isso te deixei em Creta, para que ponhas em ordem as coisas que faltam, e ordenas presbíteros em cada cidade, como te ordenei;

6 Se algum for irrepreensível, marido de uma só mulher, tendo filhos fiéis, não acusados de rebeldia ou indisciplina.

7 Porque o bispo deve ser irrepreensível, como despenseiro de Deus; não obstinado, não irascível, não dado ao vinho, não espancador, não dado a torpe ganância;

8 Mas amante da hospitalidade, amante dos homens de bem, sóbrio, justo, santo, moderado;

9 Retendo a palavra fiel, conforme lhe foi ensinado, para que pela sã doutrina possa tanto exortar como convencer os opositores.

10 Pois há muitos faladores e enganadores indisciplinados e vãos, especialmente os da circuncisão;

11 Cujas bocas devem ser fechadas, que subvertem casas inteiras, ensinando coisas que não devem, por torpe ganância.

12 Um deles, até mesmo um profeta deles, disse: Os cretenses são sempre mentirosos, bestas más, ventres lentos.

13 Este testemunho é verdadeiro. Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé;

14 Não dando ouvidos a fábulas judaicas e mandamentos de homens que se desviam da verdade.

15 Para os puros, que todas as coisas sejam puras; mas para os impuros e incrédulos, nada é puro; mas até mesmo sua mente e consciência estão contaminadas.

16 Eles professam que conhecem a Deus; mas nas obras o negam, sendo abomináveis, e desobedientes, e réprobos para toda boa obra.


CAPÍTULO 2

Direções para doutrina e vida – O dever dos santos – Segunda vinda de Cristo.

1 Mas fala tu as coisas que se tornam sã doutrina;

2 Que os anciãos sejam sóbrios, sérios, moderados, sãos na fé, na caridade, na paciência.

3 As mulheres idosas, também, que se comportem como convém à santidade, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras de coisas boas;

4 Para que ensinem as moças a serem sóbrias, a amar seus maridos, a amar seus filhos,

5 Ser discretas, castas, donas de casa, boas, obedientes a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja blasfemada.

6 Da mesma forma, os jovens exortam a serem sóbrios.

7 Em tudo te mostras modelo de boas obras; na doutrina mostrando incorruptibilidade, gravidade, sinceridade,

8 Fala sã, que não pode ser condenada; para que o contrário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de vós.

9 Exorta os servos a serem obedientes a seus próprios senhores e a agradar-lhes bem em todas as coisas; não respondendo novamente;

10 Não roubando, mas mostrando toda a boa fidelidade; para que em tudo adornem a doutrina de Deus, nosso Salvador.

11 Porque a graça de Deus, que traz salvação a todos os homens, se manifestou;

12 Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, justa e piedosamente;

13 Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento glorioso do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo;

14 o qual se deu a si mesmo por nós, para nos remir de toda iniqüidade, e purificar para si um povo seu exclusivo, zeloso de boas obras.

15 Estas coisas falam, exortam e repreendem com toda autoridade. Que nenhum homem te despreze.


CAPÍTULO 3

Governantes civis a serem honrados como tais – De regeneração – Deveres dos santos – De hereges.

1 Lembre-se de que se sujeitem aos principados e potestades, obedeçam aos magistrados, estejam prontos para toda boa obra,

2 Para não falar mal de ninguém, não ser brigão, mas manso, mostrando toda a mansidão para com todos os homens.

3 Pois nós mesmos também fomos às vezes insensatos, desobedientes, enganados, servindo a diversas concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando-nos uns aos outros.

4 Mas depois que apareceu a bondade e o amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens,

5 Não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo a sua misericórdia, ele nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo;

6 Que ele derramou sobre nós abundantemente por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador;

7 Para que, justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.

8 Esta é uma palavra fiel, e estas coisas quero que afirmes constantemente, para que os que creram em Deus tenham o cuidado de manter boas obras. Essas coisas são boas e proveitosas para os homens.

9 Mas evite perguntas tolas, genealogias, contendas e contendas sobre a lei; pois eles são inúteis e vãos.

10 Um homem que é um herege, depois da primeira e segunda admoestação, rejeite;

11 Sabendo que esse tal é pervertido e peca, sendo condenado por si mesmo.

12 Quando eu te enviar Ártemas, ou Tíquico, sê diligente em vir ter comigo a Nicópolis; pois eu determinei lá para o inverno.

13 Traga o advogado Zenas e Apolo em sua jornada diligentemente, para que nada lhes falte.

14 E aprendam também os nossos a conservar as boas obras para os usos necessários, para que não sejam infrutíferas.

15 Todos os que estão comigo te saúdam. Saudai aqueles que nos amam na fé. A graça esteja com todos vocês. Um homem. Foi escrito a Tito, ordenado o primeiro bispo da igreja dos cretenses, de Nicópolis da Macedônia.

Biblioteca das Escrituras:

Dica de pesquisa

Digite uma única palavra ou use aspas para pesquisar uma frase inteira (por exemplo, "porque Deus amou o mundo de tal maneira").

The Remnant Church Headquarters in Historic District Independence, MO. Church Seal 1830 Joseph Smith - Church History - Zionic Endeavors - Center Place

Para recursos adicionais, visite nosso Recursos para membros página.