SEÇÃO 111

SEÇÃO 111
Esta seção sobre casamento não é uma revelação. Foi preparado enquanto o Livro de Doutrina e Convênios estava sendo compilado e foi lido por WW Phelps na assembléia geral de 17 de agosto de 1835. Foi adotado por unanimidade por aquela assembléia como parte do Livro de Doutrina e Convênios. Ele foi mantido em todas as edições do livro publicado pela Reorganização, e a igreja não conhece outra lei de casamento além daquela que é apresentada aqui.

1a De acordo com o costume de todas as nações civilizadas, o casamento é regulado por leis e cerimônias:
1b, portanto, acreditamos que todos os casamentos nesta Igreja de Cristo dos Santos dos Últimos Dias devem ser celebrados em uma reunião pública, ou festa, preparada para esse fim:
1c e que a solenização deve ser realizada por um sumo sacerdote presidente, sumo sacerdote, bispo, ancião ou sacerdote, nem mesmo proibindo as pessoas que desejam se casar, de serem casadas por outra autoridade.
1d Acreditamos que não é certo proibir os membros desta igreja de se casarem fora da igreja, se assim for sua determinação, mas tais pessoas serão consideradas fracas na fé de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

2a O casamento deve ser celebrado com oração e ação de graças; e na solenidade, as pessoas que vão se casar, estando juntas, o homem à direita e a mulher à esquerda, serão dirigidas pelo oficiante, conforme for dirigido pelo Espírito Santo; e se não houver objeções legais, ele dirá, chamando cada um pelo nome:
2b “Ambos concordam mutuamente em ser companheiro, marido e mulher um do outro, observados os direitos legais inerentes a esta condição; isto é, mantendo-se inteiramente um para o outro, e de todos os outros, durante suas vidas?”
2c E quando eles responderem “Sim”, ele os pronunciará “marido e mulher” em nome do Senhor Jesus Cristo, e em virtude das leis do país e autoridade investida nele:
2d “Que Deus acrescente suas bênçãos e os guarde para cumprir suas alianças de agora em diante e para sempre. Um homem."

3 O secretário de cada igreja deve manter um registro de todos os casamentos celebrados em seu ramo.

4a Todos os contratos legais de casamento feitos antes de uma pessoa ser batizada nesta igreja devem ser considerados sagrados e cumpridos.
4b Visto que esta Igreja de Cristo foi repreendida com o crime de fornicação e poligamia: declaramos que acreditamos que um homem deve ter uma esposa; e uma mulher, mas um marido, exceto em caso de morte, quando qualquer um tem a liberdade de se casar novamente.
4c Não é certo persuadir uma mulher a ser batizada contra a vontade de seu marido, nem é lícito influenciá-la a deixar seu marido.
4d Todos os filhos são obrigados por lei a obedecer a seus pais; e influenciá-los a abraçar qualquer fé religiosa, ou serem batizados, ou deixar seus pais sem seu consentimento, é ilegal e injusto.
4e Acreditamos que todas as pessoas* que exercem controle sobre seus semelhantes e os impedem de abraçar a verdade terão que responder por esse pecado.
* (Observação: O D&C de 1835 incluiu um adendo com uma correção ao versículo 4e: “Acreditamos que maridos, pais e senhores que exercem controle sobre suas esposas, filhos e servos, e os impedem de aceitar a verdade, terão que responder por esse pecado.” Isso também é encontrado em Messenger & Advocate, 1:163, agosto de 1835.)

Biblioteca das Escrituras:

Dica de pesquisa

Digite uma única palavra ou use aspas para pesquisar uma frase inteira (por exemplo, "porque Deus amou o mundo de tal maneira").

The Remnant Church Headquarters in Historic District Independence, MO. Church Seal 1830 Joseph Smith - Church History - Zionic Endeavors - Center Place

Para recursos adicionais, visite nosso Recursos para membros página.