O Livro de Omni

O Livro de Omni

Capítulo 1

1 Eis que aconteceu que eu, Ômni, sendo ordenado por meu pai Jarom, que escrevesse algo nestas placas, para preservar nossa genealogia;
2 Portanto, em meus dias, gostaria que soubésseis que lutei muito com a espada para preservar meu povo, os nefitas, de cair nas mãos de seus inimigos, os lamanitas.
3 Mas eis que eu mesmo sou um homem ímpio, e não tenho guardado os estatutos e os mandamentos do Senhor, como deveria ter feito.
4 E aconteceu que duzentos e setenta e seis anos se passaram e tivemos muitas estações de paz; e tivemos muitas temporadas de guerra séria e derramamento de sangue.
5 Sim, e enfim, duzentos e oitenta e dois anos se passaram e eu guardei essas placas de acordo com os mandamentos de meus pais; e os conferi a meu filho Amaron. E eu dou um fim.
6 E agora eu, Amaron, escrevo as coisas que escrevo, que são poucas, no livro de meu pai.
7 Eis que aconteceu que trezentos e vinte anos se passaram e a parte mais iníqua dos nefitas foi destruída:
8 Pois o Senhor não quis sofrer, depois de tê-los tirado da terra de Jerusalém, e os guardado e preservado de cair nas mãos de seus inimigos; sim, ele não permitiria que não fossem confirmadas as palavras que falou a nossos pais, dizendo: Se não guardardes meus mandamentos, não prosperareis na terra.
9 Portanto, o Senhor os visitou com grande julgamento; não obstante, ele poupou os justos, para que não perecessem, mas os livrou das mãos de seus inimigos.
10 E aconteceu que entreguei as placas a meu irmão Chemish.
11 Agora eu, Chemish, escrevo as poucas coisas que escrevo, no mesmo livro com meu irmão; e ele o escreveu no dia em que os entregou a mim.
12 E dessa maneira mantemos os registros, pois está de acordo com os mandamentos de nossos pais. E eu dou um fim.
13 Eis que eu, Abinadom, sou filho de Chemish.
14 Eis que aconteceu que vi muita guerra e contenda entre meu povo, os nefitas e os lamanitas:
15 E eu, com minha própria espada, tirei a vida de muitos lamanitas, em defesa de meus irmãos.
16 E eis que o registro deste povo está gravado em placas que os reis possuem, segundo as gerações;
17 E não conheço nenhuma revelação, senão a que está escrita, nem profecia; portanto, o que é suficiente está escrito. E eu dou um fim.
18 Eis que sou Amalequi, filho de Abinadom.
19 Eis que vos falarei algo a respeito de Mosias, que se tornou rei da terra de Zaraenla:
20 Pois eis que ele, sendo avisado pelo Senhor de que deveria fugir da terra de Néfi, e todos os que dessem ouvidos à voz do Senhor também deveriam partir da terra com ele para o deserto.
21 E aconteceu que ele fez conforme o Senhor lhe ordenara.
22 E partiram da terra para o deserto, todos quantos deram ouvidos à voz do Senhor; e eles foram conduzidos por muitas pregações e profecias.
23 E eles foram continuamente admoestados pela palavra de Deus; e foram conduzidos pelo poder de seu braço, através do deserto, até que desceram à terra que se chama terra de Zaraenla.
24 E eles descobriram um povo, que se chamava povo de Zaraenla.
25 Ora, houve grande alegria entre o povo de Zaraenla; e também, Zaraenla regozijou-se muito, porque o Senhor havia enviado o povo de Mosias com as placas de latão que continham o registro dos judeus.
26 Eis que aconteceu que Mosias descobriu que o povo de Zaraenla havia saído de Jerusalém, na época em que Zedequias, rei de Judá, foi levado cativo para a Babilônia.
27 E eles viajaram pelo deserto e foram conduzidos pela mão do Senhor, através das grandes águas, à terra onde Mosias os descobriu; e eles tinham morado lá daquele tempo em diante.
28 E no momento em que Mosias os descobriu, eles se tornaram extremamente numerosos.
29 No entanto, eles tiveram muitas guerras e contendas sérias, e de vez em quando caíram pela espada;
30 E a língua deles se corrompeu; e eles não trouxeram nenhum registro com eles:
31 E eles negaram a existência de seu Criador; e Mosias, nem o povo de Mosias, poderia entendê-los.
32 Mas aconteceu que Mosias fez com que fossem ensinados em sua língua.
33 E aconteceu que, depois de terem sido ensinados na língua de Mosias, Zaraenla fez uma genealogia de seus pais, segundo sua memória; e eles estão escritos, mas não nestas placas.
34 E aconteceu que o povo de Zaraenla e de Mosias se uniu; e Mosias foi designado para ser seu rei.
35 E aconteceu que nos dias de Mosias, uma grande pedra foi trazida a ele, com gravuras nela; e ele interpretou as gravuras, pelo dom e poder de Deus.
36 E eles deram conta de um Coriântumr, e os mortos de seu povo.
37 E Coriântumr foi descoberto pelo povo de Zaraenla; e ele morou com eles pelo espaço de nove luas.
38 Falou também algumas palavras a respeito de seus pais.
39 E seus primeiros pais saíram da torre, no momento em que o Senhor confundiu a língua do povo; e a severidade do Senhor caiu sobre eles, segundo os seus juízos, que são justos; e seus ossos jaziam espalhados na terra do norte:
40 Eis que eu, Amalequi, nasci nos dias de Mosias; e eu vivi para ver sua morte; e Benjamim, seu filho, reina em seu lugar.
41 E eis que vi nos dias do rei Benjamim uma guerra séria e muito derramamento de sangue entre os nefitas e os lamanitas.
42 Mas eis que os nefitas obtiveram muita vantagem sobre eles; sim, tanto que o rei Benjamim os expulsou da terra de Zaraenla.
43 E aconteceu que comecei a envelhecer; e, não tendo descendência, e sabendo que o rei Benjamim é um homem justo diante do Senhor, portanto, entregar-lhe-ei estas placas, exortando todos os homens a virem a Deus, o Santo de Israel,
44 E creiam em profetizar, e em revelações, e no ministério de anjos, e no dom de falar em línguas, e no dom de interpretar línguas, e em tudo o que é bom:
45 Pois nada há de bom, a não ser que venha do Senhor; e o que é mau vem do diabo.
46 E agora, meus amados irmãos, gostaria que viéssemos a Cristo, que é o Santo de Israel, e participássemos de sua salvação e do poder de sua redenção.
47 Sim, vinde a ele e oferecei-lhe toda a vossa alma como oferta e continuai a jejuar e orar e perseverar até o fim; e como vive o Senhor, sereis salvos.
48 E agora, gostaria de falar algo a respeito de certo número que subiu ao deserto para retornar à terra de Néfi:
49 Pois havia um grande número que desejava possuir a terra de sua herança; portanto, subiram ao deserto.
50 E seu líder sendo um homem forte e poderoso, e um homem de dura cerviz, por isso causou contenda entre eles; e todos foram mortos, exceto cinquenta, no deserto, e voltaram novamente para a terra de Zaraenla.
51 E aconteceu que eles também levaram outros, em número considerável, e fizeram sua jornada novamente para o deserto.
52 E eu, Amalequi, tinha um irmão, que também foi com eles; e desde então não soube a respeito deles.
53 E vou deitar-me na minha sepultura; e essas placas estão cheias.
54 E encerro o meu falar.

Biblioteca das Escrituras:

Dica de pesquisa

Digite uma única palavra ou use aspas para pesquisar uma frase inteira (por exemplo, "porque Deus amou o mundo de tal maneira").

scripture

Para recursos adicionais, visite nosso Recursos para membros página.