Aula 2

Por ela existem, por ela são sustentados, por ela são mudados, ou por ela permanecem, de acordo com a vontade de Deus; e sem ela não há poder; e sem poder não poderia haver criação, nem existência! (Aula 1:24).
Aula 2

Aula 2:1 Tendo mostrado em nossa aula anterior “a própria fé – o que ela é”, passaremos a mostrar em segundo lugar o objeto sobre o qual ela repousa.

Palestra 2:2a Observamos aqui que Deus é o único governador supremo e ser independente em quem habita toda a plenitude e perfeição;

Palestra 2:2b que é onipotente, onipresente e onisciente;

Palestra 2:2c sem início de dias ou fim de vida;

Palestra 2:2d e que nele habita toda boa dádiva e todo bom princípio;

Palestra 2:2e e que ele é o Pai das luzes.

Palestra 2:2f Nele o princípio da fé habita independentemente;

Palestra 2:2g e ele é o objeto em quem a fé de todos os outros seres racionais e responsáveis se concentra para a vida e a salvação.

Palestra 2:3a A fim de apresentar esta parte do assunto em um ponto de luz claro e visível, é necessário voltar e mostrar as evidências que a humanidade teve,

Palestra 2:3b e o fundamento sobre o qual essas evidências são, ou foram, baseadas desde a criação, para crer na existência de um Deus.

Palestra 2:4a Não nos referimos àquelas evidências que são manifestadas pelas obras da criação que diariamente contemplamos com nossos olhos naturais.

Aula 2:4b Sabemos que após a revelação de Jesus Cristo, as obras da criação através de suas vastas formas e variedades, exibem claramente seu poder eterno e Divindade.

Palestra 2:4c Romanos 1:20, “Pois as coisas invisíveis dele desde a criação do mundo são claramente vistas, sendo compreendidas pelas coisas que são feitas, sim, seu eterno poder e divindade”.

Palestra 2:4d Mas queremos dizer aquelas evidências pelas quais os primeiros pensamentos foram sugeridos às mentes dos homens de que havia um Deus que criou todas as coisas.

Palestra 2:5 Passaremos agora a examinar a situação do homem em sua primeira criação. Moisés, o historiador, nos deu o seguinte relato dele no primeiro capítulo do livro de Gênesis, começando com o versículo 27 e terminando com o 31. Copiamos da Nova Tradução (Versão Inspirada)å:

Palestra 2:6 “E eu, Deus, disse ao meu Unigênito, que estava comigo desde o princípio: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e foi assim.

Leitura 2:7 “E eu, Deus, disse: Domine eles sobre os peixes do mar, e sobre as aves do céu, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que rasteja sobre a Terra.

Palestra 2:8a “E eu, Deus, criei o homem à minha imagem, à imagem do meu Unigênito o criei; macho e fêmea os criei.

Palestra 2:8b “E eu, Deus, os abençoei, e lhes disse: Sede fecundos, e multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves do céu, e sobre todos os animais que se movem sobre a terra.

Palestra 2:9 “E eu, Deus, disse ao homem: Eis que vos tenho dado toda erva que dá semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda árvore em que houver fruto de árvore que dê semente; para ti será por carne.”

Aula 2:10a Novamente, Gênesis 2:18-22 (Versão Inspirada)å, “E eu, o Senhor Deus, tomei o homem e o pus no jardim do Éden, para o lavrar e o guardar.

Palestra 2:10b “E eu, o Senhor Deus, ordenei ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente;

Lição 2:10c “Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás;

Palestra 2:10d “No entanto, podes escolher por ti mesmo, porque te é dado; mas lembre-se que eu o proíbo;

Lição 2:10e “Pois no dia em que dela comeres, certamente morrerás.”

Palestra 2:11a “E eu, o Senhor Deus, formei da terra todo animal do campo e toda ave do céu; e ordenou que viessem a Adão, para ver como ele os chamaria.

Palestra 2:11b “E Adão deu nomes a todo o gado, e às aves do céu, e a todo animal do campo” (Gênesis 2:25-27 Versão Inspirada)å.

Lição 2:12a Do exposto aprendemos a situação do homem em sua primeira criação; o conhecimento com o qual ele foi dotado, e a alta e exaltada posição em que ele foi colocado – senhor, ou governador de todas as coisas na terra, e ao mesmo tempo desfrutando de comunhão e relacionamento com seu Criador, sem um véu para separar.

Aula 2:12b Em seguida, examinaremos o relato de sua queda e de sua expulsão do jardim do Éden e da presença do Senhor.

Aula 2:13a Moisés prossegue: “E eles, Adão e Eva, ouviram a voz do Senhor Deus, enquanto passeavam pelo jardim, pela brisa do dia.

Palestra 2:13b “E Adão e sua mulher foram esconder-se da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim.

Palestra 2:13c “E eu, o Senhor Deus, chamei a Adão, e disse-lhe: Para onde vais? E ele disse: Ouvi a tua voz, no jardim, e tive medo, porque vi que estava nu, e me escondi.

Palestra 2:14a “E eu, o Senhor Deus, disse a Adão: Quem te disse que estavas nu? Comeste da árvore da qual te ordenei que não comesses, se é que certamente morrerás?

Leitura 2:14b “E disse o homem: A mulher que me deste, e ordenou que ficasse comigo, ela me deu do fruto da árvore, e eu comi.

Palestra 2:15a “E eu, o Senhor Deus, disse à mulher: Que é isto que fizeste?

Palestra 2:15b “E a mulher disse: A serpente me enganou, e eu comi….

Palestra 2:16 “À mulher, eu, o Senhor Deus, disse: Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua concepção; com dor darás à luz filhos, e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.

Leitura 2:17a “E eu, o Senhor Deus, disse a Adão: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste do fruto da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita será a terra por tua causa; com dor comerás dela todos os dias da tua vida;

Lição 2:17b “Também espinhos e cardos te produzirá; e comerás a erva do campo;

Lição 2:17c “Com o suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque certamente morrerás; pois dela foste tirado; porque eras pó, e em pó te tornarás” (Gênesis 3:13-25 Versão Inspirada)å.

Aula 2:17d Isto foi imediatamente seguido pelo cumprimento do que dissemos anteriormente: O homem foi expulso ou enviado para fora do Éden.

Aula 2:18a Dois itens importantes são mostrados nas citações anteriores. Primeiro, depois que o homem foi criado, ele não foi deixado sem inteligência, ou entendimento, para vagar nas trevas e passar uma existência na ignorância e na dúvida sobre o grande e importante ponto que afetou sua felicidade, quanto ao fato real por quem ele foi criado. criado, ou a quem ele era responsável por sua conduta.

Palestra 2:18b Deus conversou com ele face a face. Em sua presença, ele foi autorizado a ficar de pé, e de sua própria boca ele foi autorizado a receber instruções - ele ouviu sua voz, caminhou diante dele e contemplou sua glória, enquanto a inteligência irrompeu em seu entendimento e lhe permitiu dar nomes a o vasto conjunto de obras de seu Criador.

Palestra 2:19a Segundo, vimos que embora o homem tenha transgredido, sua transgressão não o privou do conhecimento prévio com o qual ele foi dotado, em relação à existência e glória de seu Criador;

Palestra 2:19b pois assim que ele ouviu sua voz, procurou esconder-se de sua presença.

Palestra 2:20a Tendo mostrado então, em primeira instância, que Deus começou a conversar com o homem imediatamente depois que ele “soprou em suas narinas o fôlego da vida”, e que ele não deixou de se manifestar a ele mesmo depois de sua queda,

Aula 2:20b, prosseguiremos a seguir para mostrar que, embora ele tenha sido expulso do jardim do Éden, seu conhecimento da existência de Deus não foi perdido, nem Deus cessou de manifestar sua vontade a ele.

Aula 2:21 Em seguida, passamos a apresentar o relato da revelação direta que o homem recebeu, depois de ter sido expulso do Éden, e uma cópia adicional da Nova Tradução (Versão Inspirada)å:

Lecture 2:22a Depois que Adão foi expulso do jardim, ele “começou a lavrar a terra, e a ter domínio sobre todos os animais do campo, e a comer o seu pão com o suor do seu rosto, como eu, o Senhor lhe havia ordenado. . . E Adão invocou o nome do Senhor, e também Eva, sua esposa; e eles ouviram a voz do Senhor, do caminho para o jardim do Éden, falando com eles, e não o viram; pois eles foram excluídos de sua presença.

Palestra 2:22b “E deu-lhes mandamentos para que adorassem ao Senhor seu Deus; e devem oferecer as primícias de seus rebanhos como oferta ao Senhor.

Palestra 2:22c “E Adão foi obediente aos mandamentos do Senhor.

Palestra 2:23 “E depois de muitos dias, um anjo do Senhor apareceu a Adão, dizendo: Por que ofereces sacrifícios ao Senhor? E Adão disse-lhe: Não sei, salvo o Senhor me ordenou.

Palestra 2:24a “E então o anjo falou, dizendo: Isto é uma semelhança do sacrifício do Unigênito do Pai, que é cheio de graça e verdade;

Lição 2:24b “Portanto, tudo o que fizeres farás em nome do Filho. E te arrependerás e invocarás a Deus, em nome do Filho para sempre.

Palestra 2:24c E naquele dia desceu o Espírito Santo sobre Adão, que dá testemunho do Pai e do Filho” (Gênesis 4:1-9 Versão Inspirada).å

Palestra 2:25a Esta última citação, ou resumo, mostra este importante fato de que, embora nossos primeiros pais tenham sido expulsos do jardim do Éden, e até mesmo separados da presença de Deus por um véu, eles ainda retiveram o conhecimento de sua existência. , e isso o suficiente para movê-los a invocá-lo.

Palestra 2:25b E além disso, tão logo o plano de redenção foi revelado ao homem e ele começou a invocar a Deus, o Espírito Santo foi dado, testificando do Pai e do Filho.

Aula 2:26a Moisés também nos dá (na Versão King James)å um relato, no 4º de Gênesis (5:6-9, 17-25 Versão Inspirada)å da transgressão de Caim e da justiça de Abel, e das revelações de Deus para eles.

Palestra 2:26b Ele diz: “No decorrer do tempo . . . Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.

Lecture 2:26c “Também Abel trouxe das primícias das suas ovelhas e da sua gordura; e o Senhor teve respeito por Abel e pela sua oferta, mas por Caim e pela sua oferta não teve respeito.

Palestra 2:26d “Ora, Satanás sabia disso, e isso lhe agradou. E Caim ficou muito irado, e seu semblante caiu.

Palestra 2:26e “E disse o Senhor a Caim: Por que te iras? Por que teu semblante está caído? Se fizeres bem, serás aceito, e se não fizeres bem, o pecado jaz à porta; e Satanás deseja possuir-te e, a menos que dês ouvidos aos meus mandamentos, eu te entregarei; e será para ti segundo o seu desejo….

Palestra 2:27a “E Caim foi ao campo, e Caim falou com Abel, seu irmão; e . . . enquanto eles estavam no campo, Caim se levantou contra Abel, seu irmão, e o matou.

Palestra 2:27b “E Caim se gloriava no que havia feito, dizendo: Estou livre; certamente os rebanhos de meu irmão cairão em minhas mãos.

Palestra 2:28a “E o Senhor disse a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse, eu não sei, eu sou o guardião do meu irmão?

Palestra 2:28b “E o Senhor disse: Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão clama a mim do chão.

Palestra 2:28c “E agora, serás maldito da terra, que abriu a boca para receber da tua mão o sangue de teu irmão.

Lição 2:28d “Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra.

Palestra 2:29a “E disse Caim ao Senhor: Satanás me tentou por causa do rebanho de meu irmão; e também fiquei indignado, porque aceitaste a sua oferta, e não a minha.

Palestra 2:29b “Meu castigo é maior do que posso suportar. Eis que hoje me expulsaste da face do Senhor, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e vagabundo na terra; e acontecerá que aquele que me achar me matará por causa das minhas iniqüidades, porque estas coisas não estão ocultas ao Senhor.

Palestra 2:29c “E eu, o Senhor, disse-lhe: A quem te matar, sobre ele se tomará sete vezes a vingança; e eu, o Senhor, pus um sinal em Caim, para que ninguém que o encontre o mate”.

Palestra 2:30a O objetivo das citações anteriores é mostrar a essa classe o modo pelo qual a humanidade foi primeiramente informada da existência de um Deus;

Palestra 2:30b que foi por uma manifestação de Deus ao homem, e que Deus continuou, após a transgressão do homem, a se manifestar a ele e sua posteridade;

Palestra 2:30c e apesar de estarem separados de sua presença imediata, não podendo ver seu rosto, continuaram a ouvir sua voz.

Aula 2:31a Adão, sendo assim feito familiarizado com Deus, comunicou o conhecimento que ele tinha à sua posteridade; e foi por esse meio que o pensamento foi sugerido pela primeira vez a suas mentes de que havia um Deus;

Palestra 2:31b que lançou o fundamento para o exercício de sua fé, por meio do qual eles poderiam obter um conhecimento de seu caráter e também de sua glória.

Palestra 2:32a Não somente houve uma manifestação feita a Adão da existência de um Deus, mas Moisés nos informa, como citado anteriormente, que Deus condescendeu em falar com Caim após sua grande transgressão ao matar seu irmão, e que Caim sabia que era o Senhor que estava falando com ele;

Lecture 2:32b para que, quando ele foi expulso da presença de seus irmãos, ele levou consigo o conhecimento da existência de um Deus.

Lição 2:32c E por esse meio, sem dúvida, sua posteridade ficou sabendo do fato de que tal ser existia.

Aula 2:33a Disto podemos ver que toda a família humana na tenra idade de sua existência, em todos os seus diferentes ramos, teve esse conhecimento disseminado entre eles;

Palestra 2:33b para que a existência de Deus se tornasse um objeto de fé nos primeiros tempos do mundo.

Aula 2:33c E as evidências que esses homens tinham da existência de um Deus eram o testemunho de seus pais em primeira instância.

Palestra 2:34a A razão pela qual temos sido tão específicos nesta parte de nosso assunto é que esta classe pode ver por que meios Deus se tornou um objeto de fé entre os homens após a queda,

Palestra 2:34b e o que foi que despertou a fé de multidões para sentir por ele – para buscar um conhecimento de seu caráter, perfeições e atributos, até que eles se familiarizassem extensivamente com ele;

Lecture 2:34c e não somente comungar com ele, e contemplar a sua glória, mas ser participantes do seu poder, e estar na sua presença.

Aula 2:35a Que esta aula marque particularmente que o testemunho que esses homens tiveram da existência de um Deus foi o testemunho do homem.

Lecture 2:35b Pois antes do tempo em que qualquer posteridade de Adão obteve uma manifestação de Deus para si, Adão, seu pai comum, testificou a eles da existência de Deus e de seu poder eterno e Divindade.

Lecture 2:36a Por exemplo, Abel, antes de receber a certeza do céu de que suas ofertas eram aceitáveis a Deus, recebeu a importante informação de seu pai de que tal ser existia, que havia criado e que sustentava todas as coisas.

Palestra 2:36b Nem pode haver dúvida na mente de qualquer pessoa, de que Adão foi o primeiro que comunicou o conhecimento da existência de um Deus à sua posteridade;

Lecture 2:36c e que toda a fé do mundo, desde aquele tempo até o presente, é em certo grau dependente do conhecimento primeiramente comunicado a eles por seu progenitor comum.

Lecture 2:36d E foi transmitido ao dia e geração em que vivemos, como mostraremos na face dos registros sagrados.

Aula 2:37a Primeiro, Adão tinha 130 anos quando Sete nasceu (Gn 5:3).

Lecture 2:37b E os dias de Adão, depois que ele gerou Seth, foram 800 anos, fazendo dele 930 anos quando ele morreu (Gn 5:4-5).

Aula 2:37c Sete tinha 105 anos quando Enos nasceu (5:6).

Aula 2:37d Enos tinha 90 anos quando Cainan nasceu (5:9).

Palestra 2:37e Cainan tinha 70 anos quando Mahalaleel nasceu (5:12).

Palestra 2:37f Mahalaleel tinha 65 anos quando Jared nasceu (5:15).

Palestra 2:37g Jared tinha 162 anos quando Enoque nasceu (5:18).

Palestra 2:37h Enoque tinha 65 anos quando Matusalém nasceu (5:21).

Palestra 2:37i Matusalém tinha 187 anos quando Lameque nasceu (5:25).

Palestra 2:37j Lameque tinha 182 anos quando Noé nasceu (5:28).

Lecture 2:38 A partir deste relato parece que Lamech, o nono depois de Adão, e pai de Noé, tinha 56 anos quando Adão morreu; Matusalém, 243; Enoque, 308; Jared, 470; Mahalaleel, 535; Cainan, 605; Enos, 695; e Seth, 800.

Lecture 2:39 De modo que Lamech (o pai de Noé), Matusalém, Enoque, Jared, Mahalaleel, Cainã, Enos, Seth e Adão, todos viviam ao mesmo tempo, e além de toda controvérsia eram todos pregadores da justiça.

Aula 2:40a Moisés nos informa ainda que Sete viveu depois de gerar Enos 807 anos, fazendo dele 912 anos quando morreu (Gn 5:7-8).

Palestra 2:40b E Enos viveu depois que gerou Cainã 815 anos, fazendo dele 905 anos quando morreu (5:10-11).

Palestra 2:40c E Cainan viveu depois que gerou Mahalaleel 840 anos, fazendo dele 910 anos quando morreu (5:13-14).

Palestra 2:40d E Mahalaleel viveu depois que gerou Jared 830 anos, fazendo dele 895 anos quando morreu (5:16-17).

Lecture 2:40e E Jared viveu depois que ele gerou Enoque 800 anos, fazendo dele 962 anos quando morreu (5:19-20).

Lecture 2:40f E Enoque andou com Deus depois que ele gerou Matusalém 300 anos, fazendo dele 365** anos quando foi trasladado (5:22-23).
** Nota: Isto está de acordo com a versão King James. A Versão Inspirada (Gênesis 7:78) e Doutrina e Convênios (104:24) dão a idade de Enoque como 430 anos.

Palestra 2:40g E Matusalém viveu depois que gerou Lameque 782 anos, fazendo dele 969 anos quando morreu (5:26-27).

Palestra 2:40h Lameque viveu depois que gerou Noé 595 anos, totalizando 777 anos quando morreu (5:30-31).

Palestra 2:41 De acordo com este relato, Adão morreu no 930º ano do mundo; Enoque foi traduzido no século 987; Seth morreu no 1042º; Enos no 1140º; Cainã no 1235º; Mahalaleel no 1290º; Jared em 1422; Lamech em 1651; e Matusalém em 1656 – sendo o mesmo ano em que veio o dilúvio.

Aula 2:42 Então Noé tinha 84 anos quando Enos morreu, 176 quando Cainan morreu, 234 quando Mahalaleel morreu, 366 quando Jared morreu, 595 quando Lamech morreu e 600 quando Matusalém morreu.

Aula 2:43a Podemos ver por isso que Enos, Cainã, Mahalaleel, Jared, Matusalém, Lameque e Noé viveram na terra ao mesmo tempo;

Palestra 2:43b e que Enos, Cainan, Mahalaleel, Jared Methuselah e Lamech, estavam todos familiarizados com Adão e Noé.

Lição 2:44a Pelo exposto, é fácil ver, não apenas como o conhecimento de Deus veio ao mundo, mas sobre que princípio foi preservado;

Palestra 2:44b que desde o momento em que foi comunicado pela primeira vez, foi retido nas mentes dos homens justos, que ensinaram não apenas sua própria posteridade, mas o mundo;

Palestra 2:44c para que não houvesse necessidade de uma nova revelação ao homem após a criação de Adão a Noé, para dar-lhes a primeira idéia ou noção da existência de um Deus;

Palestra 2:44d e não somente de um Deus, mas do Deus vivo e verdadeiro.

Aula 2:45a Tendo traçado a cronologia do mundo de Adão a Noé, agora a traçaremos de Noé a Abraão.

Aula 2:45b Noé tinha 502 anos quando Sem nasceu –

Palestra 2:45c 98 anos depois veio o dilúvio, sendo o 600º ano da era de Noé.

Palestra 2:45d E Moisés nos informa que Noé viveu depois do dilúvio 350 anos; fazendo-o ter 950 anos quando morreu (Gn 9:28-29).

Palestra 2:46a Sem tinha 100 anos quando Arfaxad nasceu (Gn 11:10).

Palestra 2:46b Arfaxad tinha 35 anos quando Salah nasceu (11:12).

Palestra 2:46c Salah tinha 30 anos quando Éber nasceu (11:14).

Palestra 2:46d Eber tinha 34 anos quando Pelegue nasceu, em cujos dias a terra foi dividida (11:16).

Aula 2:46e Pelegue tinha 30 anos quando Reu nasceu (11:18).

Palestra 2:46f Reu tinha 32 anos quando Serug nasceu (11:20).

Aula 2:46g Serugue tinha 30 anos quando Naor nasceu (11:22).

Aula 2:46h Naor tinha 29 anos quando Tera nasceu (11:24).

Palestra 2:46i Tera tinha 70 anos quando Harã e Abraão nasceram (11:26).

Aula 2:47a Há alguma dificuldade no relato feito por Moisés, do nascimento de Abraão. Alguns supõem que Abraão não nasceu até que Terah tinha 130 anos.

Aula 2:47b Esta conclusão é tirada de uma variedade de passagens, que não são para nosso propósito citar no momento. Nem é uma questão de qualquer consequência para nós, se Abraão nasceu quando Terah tinha 70 anos, ou 130.

Lição 2:47c Mas, para que não haja dúvida em qualquer mente, em relação ao objeto que está imediatamente diante de nós ao apresentar a presente cronologia, dataremos o nascimento de Abraão no período mais recente – isto é, quando Terah foi 130 anos.

Aula 2:47d Parece deste relato que desde o dilúvio até o nascimento de Abraão foram 352 anos.

Palestra 2:48a Moisés nos informa que Sem viveu depois que gerou Arfaxad 500 anoså (Gn 11:11). Isso somado aos 100 anos, que era sua idade quando Arphaxad nasceu, faz dele 600 anos quando morreu.

Palestra 2:48b Arfaxad viveu depois de gerar Salah 403 anos (11:13). Isso somado aos 35 anos, que era sua idade quando Salah nasceu, faz com que ele tenha 438 anos quando morreu.

Palestra 2:48c Salah viveu depois de gerar Éber 403 anos (11:15). Isso somado aos 30 anos, que era sua idade quando Eber nasceu, faz com que ele tenha 433 anos quando morreu.

Palestra 2:48d Eber viveu depois que gerou Pelegue 430 anos (11:17). Isso somado aos 34 anos, que era sua idade quando Peleg nasceu, faz dele 464 anos.

Palestra 2:48e Pelegue viveu depois que gerou Reu 209 anos (11:19). Isso somado aos 30 anos, que era sua idade quando Reu nasceu, faz com que ele tenha 239 anos quando morreu.

Palestra 2:48f Reu viveu depois que gerou Serug 207 anos (Gênesis 11:21). Isso somado aos 32 anos, que era sua idade quando Serug nasceu, faz com que ele tenha 239 anos quando morreu.

Palestra 2:48g Serug viveu depois que gerou Nahor 200 anos (Gn 11:23). Isso somado aos 30 anos, que era sua idade quando Nahor nasceu, faz dele 230 anos quando morreu.

Palestra 2:48h Naor viveu depois que gerou Tera 119 anos (Gn 11:25). Isso somado aos 29 anos, que era sua idade quando Terah nasceu, faz dele 148 anos quando morreu.

Aula 2:48i Terá tinha 130 anos quando Abraão nasceu, e supostamente viveu 75 anos após seu nascimento, totalizando 205 anos quando morreu.

Aula 2:49a De acordo com este último relato, Pelegue morreu no ano 1996 do mundo, Nahor no ano 1997 e Noé no ano 2006.

Palestra 2:49b De modo que Pelegue, em cujos dias a terra foi dividida, e Naor, avô de Abraão, morreram ambos antes de Noé – o primeiro tinha 239 anos e o último 148.

Palestra 2:49c E quem não pode deixar de ver que eles devem ter tido um longo e íntimo conhecimento com Noé?

Palestra 2:50 Reu morreu no ano 2026 do mundo, Serug no ano 2049, Terah no 2083, Arphaxad no 2096, Salah no 2126, Shem no 2158, Abraham no 2183 e Eber no 2187, que foi quatro anos após a morte de Abraão. E Eber foi o quarto de Noé.

Palestra 2:51 Nahor, (irmão de Abraão) tinha 58 anos quando Noé morreu, Terah 128, Serug 187, Reu 219, Eber 283, Salah 313, Arphaxad 344 e Shem 448.

Aula 2:52a Parece deste relato que Naor (irmão de Abraão), Terá, Naor, Serug, Reu, Pelegue, Éber, Salah, Arfaxad, Sem e Noé, todos viveram na terra ao mesmo tempo.

Lecture 2:52b E que Abraão tinha 18 anos quando Reu morreu, 41 quando Serug e seu irmão Nahor morreram, 75 quando Terah morreu, 88 quando Arphaxad morreu, 118 quando Salah morreu, 150 quando Shem morreu; e que Eber viveu quatro anos após a morte de Abraão.

Palestra 2:52c e que Sem, Arfaxad, Salah, Eber, Reu, Serug, Terah e Nahor (o irmão de Abraão), e Abraão viveram ao mesmo tempo.

Lecture 2:52d E que Nahor (irmão de Abraão), Terah, Serug, Reu, Eber, Salah, Arphaxad e Shem, todos conheciam Noé e Abraão.

Lição 2:53a Agora traçamos a cronologia do mundo, de acordo com o relato dado em nossa Bíblia atual, de Adão a Abraão,

Lecture 2:53b e determinaram claramente além do poder de controvérsia, que não havia dificuldade em preservar o conhecimento de Deus no mundo desde a criação de Adão, e a manifestação feita a seus descendentes imediatos, conforme estabelecido na parte anterior desta palestra;

Aula 2:53c para que os alunos desta classe não precisem ter qualquer dúvida em suas mentes sobre este assunto;

Palestra 2:53d pois eles podem ver facilmente que é impossível que seja de outra forma, mas que o conhecimento da existência de um Deus deve ter continuado de pai para filho, pelo menos por uma questão de tradição.

Lecture 2:53e Pois não podemos supor que um conhecimento desse importante fato pudesse ter existido na mente de qualquer um dos indivíduos mencionados anteriormente, sem que eles o tivessem divulgado à sua posteridade.

Palestra 2:54a Mostramos agora como foi que o primeiro pensamento já existiu na mente de qualquer indivíduo, que havia um ser como um Deus que criou e sustentou todas as coisas;

Palestra 2:54b que foi por causa da manifestação que ele fez primeiro a nosso pai Adão, quando ele estava em sua presença e conversou com ele face a face no momento de sua criação.

Palestra 2:55a Observemos aqui que depois que qualquer parte da família humana se familiarizar com o importante fato de que existe um Deus que criou e sustenta todas as coisas,

Palestra 2:55b a extensão de seu conhecimento a respeito de seu caráter e glória dependerá de sua diligência e fidelidade em buscá-lo,

Palestra 2:55c até que, como Enoque, o irmão de Jarede, e Moisés, eles obtenham fé em Deus e poder com ele para contemplá-lo face a face.

Lição 2:56a Nós agora apresentamos claramente como é, e como foi, que Deus se tornou um objeto de fé para os seres racionais;

Palestra 2:56b e também em que fundamento se baseou o testemunho, que estimulou a indagação e a busca diligente dos antigos santos para buscar e obter o conhecimento da glória de Deus.

Palestra 2:56c E vimos que foi o testemunho humano, e somente o testemunho humano, que despertou esta indagação em primeiro lugar em suas mentes.

Palestra 2:56d Foi o crédito que eles deram ao testemunho de seus pais – este testemunho despertou suas mentes para indagar sobre o conhecimento de Deus.

Lição 2:56e A investigação freqüentemente terminava, de fato, sempre terminava quando corretamente prosseguida, nas mais gloriosas descobertas e certeza eterna.

Perguntas da Aula 2

1. Existe um ser que tem fé em si mesmo de forma independente?

Há.

2. Quem é?

É Deus.

3. Como você prova que Deus tem fé em si mesmo de forma independente?

uma. Porque ele é onipotente, onipresente e onisciente; sem princípio de dias nem fim de vida, e nele habita toda a plenitude.

b. Ef. 1:23, “que é o seu corpo, a plenitude daquele que preenche tudo em todos”.

c. Colossenses 1:19: “Porque aprouve ao Pai que nele habitasse toda a plenitude” (Lc 2:2).

4. Ele é o objeto no qual a fé de todos os outros seres racionais e responsáveis se concentra, para vida e salvação?

Ele é.

5. Como você prova isso?

É um. 45:22: “Olhai para mim, e sede salvos, todos os confins da terra; porque eu sou Deus, e não há outro”.

b. ROM. 11:34-36, “Pois quem conheceu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro?

c. “Ou quem lhe deu primeiro, e isso lhe será recompensado novamente?

d. “Pois dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas: a quem seja glória para sempre. Um homem."

e. É um. 40:9-17, “Ó Sião, que trazes boas novas ou, ó tu que anuncias boas novas a Sião, sobe ao alto monte; Ó Jerusalém, que trazes boas novas ou, ó tu que anuncias boas novas a Jerusalém, levanta a tua voz com força; levante-o, não tenha medo; diga às cidades de Judá: Eis o vosso Deus!

f. “Eis que o Senhor teu Deus virá com mão forte ou, contra o forte e seu braço dominará por ele: eis que o seu galardão está com ele, e o seu trabalho diante dele, ou recompensa pelo seu trabalho.

g. “Ele apascentará o seu rebanho como um pastor: recolherá os cordeiros com o braço, e os carregará no colo, e conduzirá suavemente os que estão com os filhotes.

h. “Quem mediu as águas na concha de sua mão, e mediu o céu com o palmo, e mediu o pó da terra em uma medida, e pesou os montes em balanças e os outeiros em uma balança?

eu. “Quem dirigiu o Espírito do Senhor, ou, sendo seu conselheiro, o ensinou?

j. “Com quem tomou conselho, e quem o instruiu, e o ensinou no caminho do juízo, e lhe ensinou o conhecimento, e lhe mostrou o caminho do entendimento?

k. “Eis que as nações são como a gota de um balde, e são contadas como o pó miúdo da balança; eis que ele levanta as ilhas como uma coisa muito pequena.

eu. “E o Líbano não é suficiente para queimar, nem seus animais são suficientes para um holocausto.

m. “Todas as nações diante dele são como nada; e eles são contados para ele menos do que nada, e vaidade.

n. Jer. 51:15-16: “O Senhor fez a terra com o seu poder, com a sua sabedoria estabeleceu o mundo, e com o seu entendimento estendeu os céus. Quando ele profere a sua voz, há uma multidão de águas nos céus; e ele faz subir os vapores das extremidades da terra; ele faz os relâmpagos com a chuva, e tira o vento dos seus tesouros”.

o. Primeiro Cor. 8:6, “Mas para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas, e nós nele; e um só Senhor Jesus Cristo, por quem são todas as coisas, e nós por ele” (Lc 2:2).

6. Como os homens chegaram ao conhecimento da existência de um Deus, para exercer fé nele?

uma. Para responder a esta pergunta, será necessário voltar e examinar o homem em sua criação; as circunstâncias em que ele foi colocado, e o conhecimento que ele tinha de Deus (Lc 2:3-11).

b. Primeiro, quando o homem foi criado, ele estava na presença de Deus (Gn 1:27-28). A partir disso, aprendemos que o homem, em sua criação, estava na presença de seu Deus e tinha o conhecimento mais perfeito de sua existência.

c. Segundo, Deus conversou com ele depois de sua transgressão (Gn 3:8-22; Lição 2:13-17).

d. Com isso aprendemos que, embora o homem tenha transgredido, ele não foi privado do conhecimento prévio que tinha da existência de Deus (Lc 2:19).

e. Terceiro, Deus conversou com o homem depois que ele o expulsou do jardim (Lc 2:22-25).

f. Quarto, Deus também conversou com Caim depois que ele matou Abel (Gn 4:4-16; Lição 2:26-29).

7. Qual é o objeto da citação anterior?

É que se possa ver claramente como foi que os primeiros pensamentos foram sugeridos às mentes dos homens sobre a existência de Deus, e quão extensamente este conhecimento foi difundido entre os descendentes imediatos de Adão (Lc 2:30-33).

8. Que testemunho tiveram os descendentes imediatos de Adão como prova da existência de um Deus?

O testemunho de seu pai. E depois que eles foram informados de sua existência, pelo testemunho de seu pai, eles foram dependentes do exercício de sua própria fé para o conhecimento de seu caráter, perfeições e atributos (Lecture 2:23-26).

9. Teve outros da família humana, além de Adão, um conhecimento da existência de Deus, em primeira instância, por qualquer outro meio que não o testemunho humano?

Eles não tinham. Pois antes do tempo em que eles pudessem ter o poder de obter uma manifestação para si mesmos, o fato importantíssimo lhes havia sido comunicado por seu pai comum; e assim de pai para filho o conhecimento foi comunicado tão extensivamente quanto o conhecimento de sua existência era conhecido; pois foi por esse meio, em primeira instância, que os homens tiveram conhecimento de sua existência (Lc 2:35-36).

10. Como você sabe que o conhecimento da existência de Deus foi comunicado dessa maneira ao longo das diferentes épocas do mundo?

Pela cronologia obtida através das revelações de Deus.

11. Como você dividiria essa cronologia para transmiti-la claramente ao entendimento?

Em duas partes: Primeiro, abrangendo aquele período do mundo de Adão a Noé; e segundo, de Noé a Abraão; a partir de qual período o conhecimento da existência de Deus tem sido tão geral que não se discute de que maneira a idéia de sua existência foi mantida no mundo.

12. Quantos homens justos notáveis viveram de Adão a Noé?

Nove, que inclui Abel, que foi morto por seu irmão.

13. Quais são seus nomes?

Abel, Sete, Enos, Cainã, Mahalaleel, Jared, Enoque, Matusalém e Lameque.

14. Quantos anos tinha Adão quando Sete nasceu?

Cento e trinta anos (Gn 5:3).

15. Quantos anos viveu Adão após o nascimento de Sete?

Oitocentos (Gn 5:4).

16. Quantos anos tinha Adão quando morreu?

Novecentos e trinta anos (Gn 5:5).

17. Quantos anos tinha Seth quando Enos nasceu?

Cento e cinco anos (Gn 5:6).

18. Quantos anos tinha Enos quando Cainã nasceu?

Noventa anos (Gn 5:9).

19. Quantos anos tinha Cainan quando Mahalaleel nasceu?

Setenta anos (Gn 5:12).

20. Quantos anos tinha Mahalaleel quando Jared nasceu?

Sessenta e cinco anos (Gn 5: 15).

21. Quantos anos tinha Jared quando Enoque nasceu?

Cento e sessenta e dois anos (Gn 5:18).

22. Quantos anos tinha Enoque quando Matusalém nasceu?

Sessenta e cinco (Gn 5:21).

23. Quantos anos tinha Matusalém quando Lameque nasceu?

Cento e oitenta e sete anos (Gn 5:25).

24. Quantos anos tinha Lameque quando Noé nasceu?

Cento e oitenta e dois anos (Gn 5:28; para esta cronologia veja Lição 2:37).

25. Quantos anos, de acordo com este relato, foram de Adão a Noé?

Mil e cinquenta e seis anos.

26. Quantos anos tinha Lameque quando Adão morreu?

Lameque, o nono de Adão, (incluindo Abel) e pai de Noé, tinha cinquenta e seis anos quando Adão morreu.

27. Quantos anos tinha Matusalém?

Duzentos e quarenta e três anos.

28. Quantos anos tinha Enoque?

Trezentos e oito anos.

29. Quantos anos tinha Jared?

Quatrocentos e setenta anos.

30. Quantos anos tinha Mahalaleel?

Quinhentos e trinta e cinco.

31. Quantos anos tinha Cainã?

Seiscentos e cinco anos.

32. Quantos anos tinha Enos?

Seiscentos e noventa e cinco anos.

33. Quantos anos tinha Seth?

Oitocentos. (Para este item do relato, veja Lição 2:38).

34. Quantos desses homens notáveis foram contemporâneos** de Adão?

Nove.

(** Nota: Cotemporary é uma forma arcaica de contemporâneo.)

35. Quais são seus nomes?

Abel, Sete, Enos, Cainã, Mahalaleel, Jarede, Enoque, Matusalém e Lameque (Aula 2:39).

36. Quanto tempo Sete viveu depois que Enos nasceu?

Oitocentos e sete anos (Gn 5:7).

37. Qual era a idade de Seth quando ele morreu?

Novecentos e doze anos (Gn 5:8).

38. Quanto tempo viveu Enos depois que Cainan nasceu?

Oitocentos e quinze anos (Gn 5:10).

39. Qual era a idade de EnosÆ quando ele morreu?

Novecentos e cinco anos (Gn 5:11).

40. Quanto tempo Cainan viveu depois que Mahalaleel nasceu?

Oitocentos e quarenta anos (Gn 5:13).

41. Qual era a idade de Cainan quando ele morreu?

Novecentos e dez anos (Gn 5:14).

42. Quanto tempo viveu Mahalaleel depois que Jared nasceu?

Oitocentos e trinta anos (Gn 5:16).

43. Qual era a idade de Mahalaleel quando ele morreu?

Oitocentos e noventa e cinco anos (Gn 5: 17).

44. Quanto tempo Jared viveu depois que Enoque nasceu?

Oitocentos anos (Gn 5:19).

45. Qual era a idade de Jared quando ele morreu?

Novecentos e sessenta e dois anos (Gn 5:20).

46. Quanto tempo Enoque andou com Deus depois que Matusalém nasceu?

Trezentos anos (Gn 5:22).

47. Qual era a idade de Enoque quando foi transladado?

Trezentos e sessenta e cinco anos (Gn 5:23).

48. Quanto tempo Matusalém viveu depois que Lameque nasceu?

Setecentos e oitenta e dois anos (Gn 5:26).

49. Qual era a idade de Matusalém quando ele morreu?

Novecentos e sessenta e nove anos (Gn 5:27).

50. Quanto tempo Lameque viveu depois que Noé nasceu?

Quinhentos e noventa e cinco anos (Gn 5:30).

51. Qual era a idade de Lamech quando ele morreu?

Setecentos e setenta e sete anos (Gn 5:31; Para o relato do último item, veja Lição 2:40).

52. Em que ano do mundo Adão morreu?

No novecentésimo trigésimo.

53. Em que ano Enoque foi transladado?

No novecentésimo octogésimo sétimo.

54. Em que ano Sete morreu?

No milésimo quadragésimo segundo.

55. Em que ano Enos morreu?

No milésimo quadragésimo.

56. Em que ano Cainan morreu?

No milésimo trigésimo quinto.

57. Em que ano Mahalaleel morreu?

No milésimo nonagésimo.

58. Em que ano Jared morreu?

No milésimo milésimo vigésimo segundo.

59. Em que ano morreu Lameque?

No milésimo milésimo quinquagésimo primeiro.

60. Em que ano Matusalém morreu?

No milésimo milésimo quinquagésimo sexto. (Para este relato, veja a Lição 2:41.)

61. Quantos anos tinha Noé quando Enos morreu?

Oitenta e quatro anos.

62. Quantos anos quando Cainan morreu?

Cento e setenta e nove anos.

63. Quantos anos quando Mahalaleel morreu?

Duzentos e trinta e quatro anos.

64. Quantos anos quando Jared morreu?

Trezentos e sessenta e seis anos.

65. Quantos anos Lameque morreu?

Quinhentos e noventa e cinco anos.

66. Quantos anos morreu Matusalém?

Seiscentos anos (Veja Palestra 2:42 para o último item).

67. Quantos desses homens viveram nos dias de Noé?

Seis.

68. Quais são seus nomes?

Sete, Enos, Cainã, Mahalaleel, Jared, Matusalém e Lameque (Aula 2:43).

69. Quantos desses homens eram contemporâneos de Adão e Noé?

Seis.

70. Quais são seus nomes?

Enos, Cainã, Mahalaleel, Jared, Matusalém e Lameque (Aula 2:43).

71. De acordo com o relato anterior, como o conhecimento da existência de Deus foi sugerido pela primeira vez às mentes dos homens?

Pela manifestação feita a nosso pai, Adão, quando ele estava na presença de Deus, tanto antes quanto enquanto estava no Éden (Lc 2:44).

72. Como se difundiu entre os habitantes do mundo o conhecimento da existência de Deus?

Por tradição de pai para filho (Lc 2:44).

73. Quantos anos tinha Noé quando Sem nasceu?

Quinhentos e dois anos (Gn 5:32**; 11:10).

(** Nota: Noé tinha 492 anos quando Sem nasceu, de acordo com a Versão Inspirada, Gênesis 7:85.)

74. Qual foi o prazo de anos desde o nascimento de Sem até o dilúvio?

Noventa e oito.

75. Qual foi o período de anos que Noé viveu após o dilúvio?

Trezentos e cinquenta (Gn 9:28).

76. Qual era a idade de Noé quando ele morreu?

Novecentos e cinquenta anos (Gn 9:29; Lição 2:45).

77. Qual era a idade de Sem quando Arfaxade nasceu?

Cem anos (Gn 11:10).

78. Qual era a idade de Arphaxad quando Salah nasceu?

Trinta e cinco anos (Gn 11:12).

79. Qual era a idade de Salah quando Eber nasceu?

Trinta (Gn 11:14).

80. Qual era a idade de Eber quando Peleg nasceu?

Trinta e quatro anos (Gn 11:16).

81. Qual era a idade de Peleg quando Reu nasceu?

Trinta anos (Gn 11:18).

82. Qual era a idade de Reu quando Serug nasceu?

Trinta e dois anos (Gn 11:20).

83. Qual era a idade de Serugue quando Nahor nasceu?

Trinta anos (Gn 11:22).

84. Qual era a idade de Naor quando Terah nasceu?

Vinte e nove (Gn 11:24).

85. Qual era a idade de Terah, quando Nahor, pai irmão de Abraão nasceu?

Setenta anos (Gn 11:26).

86. Qual era a idade de Terah quando Abraão nasceu?

Alguns supõem cento e trinta anos, e outros setenta (Gn 12:4; 11:26; Lição 2:46-47).

87. Qual foi o número de anos desde o dilúvio até o nascimento de Abraão?

Supondo que Abraão tivesse nascido quando Terah tinha cento e trinta anos, eram trezentos e cinquenta e dois anos; mas se ele nasceu quando Terah tinha setenta anos, eram duzentos e noventa e dois anos (Lc 2:47).

88. Quanto tempo Sem viveu depois que Arfaxad nasceu?

Quinhentos anos (Gn 11:11).

89. Qual era a idade de Sem quando ele morreu?

Seiscentos anos (Gn 11:11).

90. Quantos anos Arfaxad viveu após o nascimento de Salah?

Quatrocentos e três anos (Gn 11:13).

91. Qual era a idade de Arphaxad quando ele morreu?

Quatrocentos e trinta e oito anos.

92. Quantos anos Salah viveu depois que Eber nasceu?

Quatrocentos e três anos (Gn 11:15).

93. Qual era a idade de Salah quando ele morreu?

Quatrocentos e trinta e três anos.

94. Quantos anos viveu Eber após o nascimento de Peleg?

Quatrocentos e trinta anos (Gn 11:17).

95. Qual era a idade de Eber quando ele morreu?

Quatrocentos e sessenta e quatro anos.

96. Quantos anos Peleg viveu depois que Reu nasceu?

Duzentos e nove anos (Gn 11:19).

97. Qual era a idade de Peleg quando ele morreu?

Duzentos e trinta e nove anos.

98. Quantos anos viveu Reu após o nascimento de Serug?

Duzentos e sete anos (Gn 11:21).

99. Qual era a idade de Reu quando ele morreu?

Duzentos e trinta e nove anos.

100. Que número de anos viveu Serug depois que Nahor nasceu?

Duzentos anos (Gn 11:23).

101. Qual era a idade de Seug quando ele morreu?

Duzentos e trinta anos.

102. Quantos anos Naor viveu depois que Terah nasceu?

Cento e dezenove anos (Gn 11:25).

103. Qual era a idade de Naor quando ele morreu?

Cento e quarenta e oito anos.

104. Quantos anos Terá viveu depois que Abraão nasceu?

Supondo que Terah tivesse cento e trinta anos quando Abraão nasceu, ele viveu setenta e cinco anos; mas se Abraão nasceu quando Terah tinha setenta anos, ele viveu cento e trinta e cinco.

105. Qual era a idade de Terah quando ele morreu?

Duzentos e cinco anos (Gn 11:32; para este relato desde o nascimento de Arfaxad até a morte de Terah, veja Lecture 2:48).

106. Em que ano do mundo Peleg morreu?

De acordo com a cronologia anterior, ele morreu no ano mil novecentos e noventa e seis do mundo.

107. Em que ano do mundo Nahor morreu?

Em mil novecentos e noventa e sete.

108. Em que ano do mundo Noé morreu?

Nos dois mil e seis.

109. Em que ano do mundo morreu Reu?

Nos dois mil e vinte e seis.

110. Em que ano do mundo morreu Serug?

Nos dois mil e quarenta e nove.

111. Em que ano do mundo morreu Terah?

Nos dois mil e oitenta e três.

112. Em que ano do mundo morreu Arfaxad?

Em dois mil e noventa e seis.

113. Em que ano do mundo Salah morreu?

No vigésimo vigésimo sexto.

114. Em que ano do mundo Abraão morreu?

No vigésimo centésimo octogésimo terceiro.

115. Em que ano do mundo Eber morreu?

No vigésimo centésimo octogésimo sétimo. (Para este relato do ano do mundo em que esses homens morreram, veja Lição 2:49-50).

116. Quantos anos tinha Naor (irmão de Abraão), quando Noé morreu?

Cinquenta e oito anos.

117. Quantos anos tinha Terah?

Cento e vinte e oito.

118. Quantos anos tinha Serug?

Cento e oitenta e sete.

119. Quantos anos tinha Reu?

Duzentos e dezenove.

120. Quantos anos tinha Éber?

Duzentos e oitenta e três.

121. Quantos anos tinha Salah?

Trezentos e treze.

122. Quantos anos tinha Arfaxad?

Trezentos e quarenta e oito.

123. Quantos anos tinha Sem?

Quatrocentos e quarenta e oito. (Para o último relato, veja Aula 2:51.)

124. Quantos anos tinha Abraão quando Reu morreu?

Dezoito anos, se ele nasceu quando Terah tinha cento e trinta anos.

125. Qual era sua idade quando Serug e Nahor (irmão de Abraão) morreram?

Quarenta e um anos.

126. Qual era sua idade quando Terah morreu?

Setenta e cinco anos.

127. Qual era sua idade quando Arphaxad morreu?

Oitenta e oito.

128. Qual era a idade dele quando Salah morreu?

Cento e dezoito anos.

129. Qual era a idade dele quando Sem morreu?

Cento e cinquenta anos. (Para isso, veja a Lição 2:52.)

130. Quantos personagens famosos viveram de Noé a Abraão?

Dez.

131. Quais são seus nomes?

Sem, Arfaxad, Salah, Eber, Pelegue, Reu, Serug, Nahor, Terah e Nahor (irmão de Abraão) (Lei 2:52).

132. Quantos deles foram contemporâneos de Noé?

O todo.

133. Quantos com Abraão?

Oito.

134. Quais são seus nomes?

Nahor (irmão de Abraão), Terah, Serug, Reu, Eber, Salah, Arphaxad e Shem (Aula 2:52).

135. Quantos eram contemporâneos de Noé e Abraão?

Oito.

136. Quais são seus nomes?

Sem, Arfaxad, Salah, Eber, Reu, Serug, Terah e Nahor, (irmão de Abraão) (Aula 2:52).

137. Algum desses homens morreu antes de Noé?

Eles fizeram.

138. Quem eram eles?

Pelegue, em cujos dias a terra foi dividida, e Naor, avô de Abraão (Lc 2:49).

139. Algum deles viveu mais do que Abraão?

Havia um (Aula 2:50).

140. Quem era ele?

Eber, o quarto de Noé (Lc 2:50).

141. Nos dias de quem a terra foi dividida?

Nos dias de Peleg.

142. Onde temos o relato de que a terra foi dividida nos dias de Pelegue?

Gênesis 10:25.

143. Você pode repetir a frase?

“A Eber nasceram dois filhos: o nome de um era Pelegue; porque em seus dias foi dividida a terra”.

144. Que testemunho têm os homens, em primeira instância, de que existe um Deus?

Testemunho humano, e testemunho humano somente (Lc 2:56).

145. O que motivou os antigos santos a buscarem diligentemente o conhecimento da glória de Deus, suas perfeições e atributos?

O crédito que eles deram ao testemunho de seus pais (Lecture 2:56).

146. Como os homens obtêm conhecimento da glória de Deus, suas perfeições e atributos?

Dedicando-se ao seu serviço, através da oração e súplica incessantemente, fortalecendo sua fé nele, até que, como Enoque, o irmão de Jarede e Moisés, eles obtêm uma manifestação de Deus para si mesmos (Lc 2:55).

147. O conhecimento da existência de Deus é uma questão de mera tradição, fundada apenas no testemunho humano, até que as pessoas recebam uma manifestação de Deus para si mesmas?

Isso é.

148. Como você prova isso?

De toda a primeira palestra da segunda seção Lição 2:1-56a

Biblioteca das Escrituras:

Dica de pesquisa

Digite uma única palavra ou use aspas para pesquisar uma frase inteira (por exemplo, "porque Deus amou o mundo de tal maneira").

scripture

Para recursos adicionais, visite nosso Recursos para membros página.